TRADUÇÃO / TRADUTOR / TRADUZIR

 

Se procura por um tradutor automático, é provável que o Googleatenda sua necessidade.

 
A tradução como estratégia de aprendizado contínuo.

Desde 1978 faço traduções inglês-português de textos para grandes corporações. Embora hoje minha principal atividade esteja mais voltada à consultoria, ensino e palestras de comunicação e marketing, nunca parei de traduzir.

A razão é simples. Traduzir é uma excelente forma de aprender, e traduzir textos de negócios me permite estar sempre em dia com o que há de mais recente circulando no meio empresarial. Já traduzi para empresas como LTC Editora3MArvinMeritorComsat,SASSiciliano e TRW Automotive.

Vitamina Para a Intuição

Além de ser uma de minhas paixões, já que está intimamente ligada à minha atividade de escritor, traduzir me ajuda também a conhecer com maior profundidade as idéias e estilos de outros autores. Foi o que aconteceu quando participei da produção da versão em português do livro "Liberte a Intuição", de Roy Williams, para a Editora Futura.
Liberte a intuição! Roy Williams - Tradução de Mario Persona
Schermerhorn 8a. Edicao
Outra tradução, um verdadeiro mergulho nas melhores práticas da administração, foi a que fiz do livro Administração 8ª Edição de John R. Schermerhorn Jr. O autor faz da gestão pessoal e algo relevante para sua carreira, ajudando leitor a se o conhecer melhor enquanto aprende administração.
MARKETING INTERNACIONAL - Cateora & Graham 13a. Ed. Traduzi também o livroMarketing Internacional - Cateora & Graham - 13a. Ed. 668 pg., uma obra indispensável para quem deseja atuar em comércio exterior.

A Primeira Tradução: Literalmente um Parto

Meu primeiro trabalho como tradutor foi em 1978, quando traduzi um livro sobre parto natural para uma editora americana. Depois vieram dois livros sobre produção de feltro para uma indústria de chapéus e quase dez mil laudas de procedimentos industriais para uma indústria automobilística. Enquanto isso, traduzi vários livros cristãos para a editora Verdades Vivas.

Minha familiaridade com idiomas ajudou-me a criar umsite educacional bilíngüe Inglês-Português sem fins lucrativos, com mais de 700 páginas visitadas por pessoas de 72 países. Algumas seções são trilíngües, incluindo o Francês.

Traduzindo Além das Palavras

Traduzir nem sempre é apenas verter um texto para outro idioma, mas transformá-lo em informação fácil de digerir. A realidade cultural de diferentes países tem grande influência na hora de você transportar as vantagens de seu produto ou serviço para a língua Portuguesa falada no Brasil.

Para uma tradução técnica fiel aos originais, ou para uma versão que vá além do idioma, traduzindo também conceitos e sentimentos, converse comigo. Seu texto será traduzido por um escritor.

Mario Persona

Mario Persona é um tradutor de produtos e conceitos. Dono de uma habilidade natural de contar histórias e fazer analogias,sabe criar uma imagem simples das coisas complexas e transformar o indigesto em algo apetitoso.

Seus textos e palestras traduzem o mundo dos negócios e da tecnologia para uma linguagem informal e até divertida, sem deixar de lado o recheio do conhecimento de assuntos como marketing, tecnologia, business-to-business, comunicação, networking e coisas semelhantes.

Se a sua empresa tem algo a dizer ao mercado, converse antes com Mario Persona. Seu investimento na criação de um website ou de uma campanha publicitária será mais bem aproveitado se for capaz de comunicar suas idéias, produtos e serviçosao seu público. 

Ninguém convence sem uma boa conversa.


Se você quer vender, esqueça aquele discurso, do tipo "nossos produtos tem mais qualidade". Os de seu concorrente também têm. Você tem uma mensagem para passar? Deixe que Mario Persona crie os textos que irão conversar com seu mercado, contar as vantagens de seu produto ou serviço. Mensagens que traduzam o que você faz, conquistem clientes e cativem colaboradores. Que ainda contem histórias e traduzam a visão e alma de seu negócio. Só assim você será diferente. Só assim será ouvido. 

Veja o que dizem dos textos de Mario Persona. 

Saiba quais empresas recebem suas crônicas. 

Veículos que publicaram entrevistas, artigos e crônicas de Mario Persona


Leia esta crônica de Mario Persona, publicada em seu livro "Gestão de Mudanças em Tempos de Oportunidades", e saiba como assuntos como tradução podem ir muito além de uma simples versão para outro idioma:

Tradutor de produtos

Mario Persona

Auditório lotado. No palco, uma cópia sem bengala do Coronel Sanders, criador do Kentucky Fried Chicken, gesticulava atomizando saliva no ar. Seu entusiasmo era tão artificial quanto as verdades incontestáveis geradas por sua imaginação.

De gravata texana e desgrenhadas cãs, palavra tão anciã quanto sua idade, derramava ilusões numa platéia submersa pelo assombro. Da qual minha então namorada e seu atual enamorado marido fazíamos parte pagante. Éramos jovens, e nosso gosto pelo inusitado fazia de nós presas fáceis para palestras do tipo "me iluda que eu gosto".

Show à parte era o magro intérprete, por detrás das hastes pretas de seus óculos de sapiência. Desconfiado de que nem tudo o que está em inglês é verdade, suava intranqüilidade. E ia vertendo para o português as fichas do arquivo X que o outro trazia no cérebro. Seu pomo-de-adão subia e descia freneticamente, denunciando tudo o que estava tendo de engolir. Ou traduzir.

Tradução é uma arte. Uma pintura que pinta com outras cores nova cópia original, para que outros olhos enxerguem a mesma cena. Às vezes a tradução pega carona numa analogia que a leve ao destino do original. É preciso criatividade nesta atividade, ou em sua prima mais nova, a tradução de produtos.

Traduzir um produto é encontrar, numa baía tranqüila na mente do cliente, uma rocha análoga onde fixar âncora. Para depois ir puxando a corda bem devagar, até que o objeto e sua analogia se confundam num texto ou no falar. Não importa o tamanho do navio, quando bem feita, a atracagem é perfeita.

Usando técnicas adequadas de texto ou articulação verbal, é possível traduzir conceitos complexos para uma linguagem acessível até aos "mais pequenos". Com um poder de atração igual ao da roupagem das flores, expressão colorida de um complexo sistema reprodutor que atrai cúmplices dentre as menos libidinosas das abelhas.

Muitas empresas sabem que não basta criar algo novo, seja um processo interno, marca ou produto. É necessário certificar-se de que colaboradores e clientes irão entender a cria. Por isso decifra-se a esfinge para ela não ser engolida pela indiferença. Nem a oportunidade pela concorrência. Mas não basta verbalizar um produto. Ele deve encontrar seu par na compreensão das pessoas.

O tradutor precisa estar convencido de sua vantagem e veracidade, ou arrisca sua reputação ao endossar um original apócrifo. Pois assina solidário com o autor e empresta sua reputação à peça. Não se transmite confiança naquilo em que não se acredita, nem idoneidade àquilo que não tem. Fazer isto não é traduzir, é mascarar. Vender geladeira para esquimó como aquecedor. Uma caixa mágica que mantém o frio preso enquanto a família é aquecida pelo motor. 

Mas transmitir confiança não era bem o forte daquele palestrante. Cada afirmação sua sobre o Triângulo das Bermudas pegava o tradutor de calças curtas. Que borrava a própria reputação, ao fazer suas as palavras do original texano. Mesmo assim continuava traduzindo gestos e frases. 

"I believe..." começava o preletor indicando o próprio peito, antes de cada afirmação duvidosa sobre mistérios submersos em um triângulo que já parecia ter mais de três lados. "Eu acredito..."papagaiava o intérprete, igualando o gesto apontado para si. "I believe..." continuava o americano com a maior "wooden face"."Eu acredito..." traduzia o outro em voz minguante.

Continuaram assim até o insólito chegar às raias do absurdo. Quando o "I believe..." do gringo veio seguido de uma afirmação que faria Pinóquio corar, o intérprete parou. Era agora ou nunca. A redenção de sua reputação. Após dois átomos de silêncio, sorriu um sorriso sarcástico e travesso e, desviando do próprio peito, apontou o dedo duro contra o palestrante e traduziu: "ELEacredita..."

Mario Persona é consultor, escritor e palestrante. Esta crônica faz parte dos temas apresentados em suas palestras. Veja em www.mariopersona.com.br

Esta crônica de Mario Persona pode ser publicada gratuitamente como colaboração em seu site, jornal, revista ou boletim, desde que mantidas na íntegra as referências acima. Entre em contato para textos exclusivos, palestras, treinamentos ou consultoria em comunicação, marketing, comunidades e gestão de marcas. Clique aqui e leia outras crônicas de Mario Persona

 

UM CONTADOR DE HISTÓRIAS

Com seu estilo inconfundível, o palestrante Mario Persona transforma grandes questões em conceitos simples e de fácil compreensão para qualquer audiência.

Um fino senso de humor e talento de cronista, aliados à experiência empresarial, lhe permitem extrair do banal o extraordinário e transformar "causos" corriqueiros em analogias perfeitas para a vida, carreira e negócios.

Para saber mais sobre o palestrante
clique aqui ou entre em contato para
receber uma proposta. Ou ligue para
19 3038-4283
contato@mariopersona.com.br

Marketing de Gente
Marketing
de Gente
Marketing Tutti-Frutti
Marketing
Tutti-Frutti
Receitas de Grandes Negócios
Receitas de
Grandes Negócios
Gestão de Mudanças em Tempos de Oportunidades
Gestão de
Mudanças
Crônicas de uma Internet de Verão
Crônicas de uma

Internet de Verão
Moving ON
Moving ON (inglês)
Dia de Mudança
Dia de
Mudança
Crônicas para ler depois do fim do mundo
Crônicas para ler

depois do fim do mundo
Eu quero um refil!
Eu quero
um refil!
O Evangelho em 3 Minutos - Mateus
O Evangelho em

3 Minutos - Mateus
O Evangelho em 3 Minutos - João
O Evangelho em

3 Minutos - João
Meu carro sumiu!
Meu carro sumiu!
Você encontra os livros de Mario Persona também nestes endereços: