ENTREVISTA

Imagem virtual

Qual a importância hoje de se cuidar da imagem virtual em termos de carreira?

Mario Persona - 
Com a mudança na forma como as pessoas gerenciam suas carreiras, é importantíssimo ter um bom domínio das ferramentas de promoção e imagem no meio virtual. Se antigamente o profissional deixava para a empresa cuidar de sua carreira, esperando um dia ser premiado com uma promoção ou uma nova função, hoje as oportunidades são daqueles que correm atrás delas. 

Ninguém de sã consciência pode trabalhar hoje esperando terminar sua vida profissional no mesmo lugar ou função onde começou. As mudanças são rápidas demais para nos acomodarmos a isso. E uma das mudanças mais significativas dessa virada de século está na autonomia que o profissional hoje tem de criar suas próprias cadeias de relacionamento fora do ambiente formal de trabalho e até mesmo construir sua marca em um mercado que fica cada vez mais competitivo e onde a competência de cada um deve ser exposta e negociada como se fosse um produto.

Considerando o número cada vez maior de profissionais que deixam de trabalhar como empregados e passam a prestar serviços a seus antigos empregadores e a outros, todos eles agora vistos como seus clientes, esses profissionais percebem que precisam administrar suas carreiras como empresas autônomas. Qualquer empresa autônoma precisa trabalhar sua imagem, correr atrás de clientes e construir sua marca se quiser conquistar clientes e permanecer no mercado.

Quais ferramentas hoje utilizadas são as mais importantes?

Mario Persona - 
Todas as ferramentas são importantes e o profissional que gerencia sua carreira se limita a apenas uma. Além de manter um site profissional, pertenço a comunidades como Orkut e LinkedIn, tenho mais de um blog e até criei um videolog chamado TV Barbante que tem seus vídeos hospedados no YouTube e em quase uma dezena de outros lugares. Tenho também um Podcast, a Rádio Barbante. Pode parecer que eu esteja dando tiro para todos os lados, mas já conquistei clientes em todas essas frentes, o que significa que vale a pena investir nesses canais para ter uma maior exposição.

Meu site profissional tem aquilo que um site profissional deve ter: informações sobre minha experiência, clientes, serviços, exposição na mídia e opiniões de pessoas sobre meu trabalho. Já o meu blog, o Mario Persona CAFE, mostra um lado mais humano do profissional e é lá que eu publico as crônicas de vida, carreira e negócios que escrevo regularmente. A falta de tempo impede que eu participe ativamente de comunidades no Orkut e LinkedIn, mas meu perfil está lá para expor o lado humano do profissional.

Quais os cuidados ou ações que o profissional deve ter em relação à sua identidade on-line?

Mario Persona - 
Um profissional deve entender que, ao se expor na Web, ele continua sendo gente. Ainda que seja um prestador de serviços, ainda que seja uma pessoa jurídica, ele ainda é um ser humano e deve explorar bastante esse lado que é o mais rico da Internet. A Internet não é a rede mundial de computadores, mas a rede mundial de pessoas, e eu não posso querer participar disso sem um rosto, sem expressões e sentimentos. 

Alguns podem considerar perigoso se expor de uma forma menos quadradinha do que o convencional e acabam transferindo para a Web aqueles mesmos catálogos e panfletos chatos que ficam propalando as virtudes de um produto, empresa ou profissional. Lembro-me de ter recebido um e-mail de um colega consultor que considerou minha TV Barbante - as video-crônicas caseiras que publico - um ato de coragem por apresentar minha pessoa usando um artifício por demais mambembe. Na opinião dele, um profissional deveria aparecer em um vídeo feito em estúdio, com tudo certinho, e não naquela telinha do YouTube sem qualquer cuidado ou técnica profissional de produção. 

No entanto, ao arriscar ser um dos pioneiros no Brasil nessa exposição como profissional, conquistei um espaço que vai ficando cada vez mais difícil de ser conquistado. Nem bem tinha passado um mês de meus primeiros vídeos caseiros terem sido publicados no YouTube, que na época também era uma novidade, e fui convidado por um dos jornais brasileiros de maior circulação para uma entrevista que rendeu um quarto de página de exposição. De lá para cá tenho fechado negócios com clientes que compram minhas palestras com a exigência de que eu fale também alguma coisa que me viram falar em um vídeo de minha TV Barbante.

Mas é bom explicar que nesses vídeos eu não faço propaganda de mim ou de meus serviços, pois quem seria louco de entrar em um site como o YouTube para assistir aquele lero-lero profissional que estamos cansados de ver nos prospectos de venda? Nos vídeos eu dou informações relevantes para quem assiste; coloco-me como alguém disposto a ajudar as pessoas, não como alguém gritando "compre, compre, compre". Na Internet é importante falar menos de suas virtudes e conquistar mais contatos que cuidem de fazer isso por você. Marca pessoal não é o que falamos de nós mesmos, mas o que as pessoas pensam de nós. Então você precisa ajudá-las a pensar bem de você.

É claro que existe uma linha muito tênue que divide essa exposição profissional de uma exposição inconveniente ou perigosa, mas acredito que fica difícil para um profissional trabalhar hoje sem um bom grau de exposição on-line.

As empresas estão atentas a este quesito quando contratam ou promovem seus colaboradores?

Mario Persona - 
Quando a exposição tem por objetivo encontrar uma colocação em uma empresa, ela toma um aspecto diferente da estratégia adotada por mim e outros profissionais que não estão em busca de uma colocação profissional, mas de conquistar clientes. 

Mesmo assim, qualquer profissional deve ter seu site ou blog onde um interessado possa encontrar informações relevantes a seu respeito e avaliar sua experiência profissional. Conheço um jovem profissional que publica em um blog seus textos na área de sua atividade e em outro blog textos sobre seu hobby. Em ambos é possível encontrar links para seu currículo em português e inglês, e é grande o número de empresas do Brasil e exterior que entram em contato interessadas naquilo que ele sabe fazer. 

Quando pedi que meus alunos de administração criassem blogs pessoais para publicarem as informações colhidas nas aulas, além de seus currículos, dias depois alguns ficaram surpresos quando receberam e-mails de empresas que os encontraram nos sites de busca e enviaram propostas de trabalho.

Tenho certeza de que as empresas estão atentas e fazem buscas por profissionais na Internet, porque sabem que os melhores estão lá, correndo na frente e se valendo das novas tecnologias para expor suas competências. Uma das empresas que entrevistou um aluno meu após encontrar seu blog, deixou claro que o motivo do contato foi o fato de ele ter um blog, o que causou na empresa uma impressão positiva de profissional de vanguarda.

Evidentemente o blog dele de outros alunos tinham a qualidade suficiente para expor um profissional sério, e não se tratavam de brincadeiras inconseqüentes, como vemos algumas pessoas praticarem em blogs e comunidades como o Orkut. É importante que o profissional esteja ciente de que tudo o que ele escreve na Internet, até mesmo um simples comentário em uma comunidade, poderá ser encontrado anos depois por alguém do RH de uma empresa em busca de mais informações sobre um possível candidato. 

Hoje as empresas estão atentas, não tanto ao perfil de candidatos que se descrevem com muito esmero em um currículo, mas muito mais na lista de comunidades às quais ele se associou no Orkut, as quais revelam muito mais de sua personalidade. Ninguém irá querer contratar um profissional que é assíduo participante de comunidades de cunho violento, racistas ou do tipo "Eu bebo sem parar".

Onde buscar informações sobre este assunto?

Mario Persona - 
As informações técnicas, de como participar de comunidades, escrever em blogs, criar vídeos para o YouTube e outras coisas, podem ser encontradas facilmente por meio de algumas buscas. Mas as informações mais relevantes, que são aquelas relacionadas à conduta, só podem ser encontradas no bom senso e em um caráter corretamente cultivado.

Qual a importância do site, por exemplo?

Mario Persona -
 Meu site profissional é visitado diariamente por quase 2 mil pessoas, garantindo praticamente a totalidade de minhas vendas de serviços. Há muito tempo que não faço uma venda de meus serviços como fazia antigamente, isto é, visitando uma empresa, me apresentando, apresentando meus serviços e coisas do tipo. Nem material impresso eu tenho mais. Hoje as pessoas buscam por aquilo que desejam, encontram meu site, entram em contato e a negociação segue a partir desse ponto. 

O único material impresso em papel que tenho é meu cartão e algumas folhas de papel timbrado. O site é o material promocional que utilizo, mas dentro do conceito de que é preciso dar para receber: ali publico muita coisa de valor para as pessoas, sejam elas clientes ou não, criando assim condições para que estudantes, profissionais e empresas encontrem o que procuram, entrem em contato ou indiquem meu site a outras pessoas. O velho boca-a-boca agora é byte-a-byte.

Já teve problemas com a sua imagem virtual? Como os resolveu?

Mario Persona -
 Os problemas que normalmente tenho podem ser até lançados na pasta das vantagens. Falo de outros profissionais, como palestrantes, por exemplo, que costumam adquirir meu nome no site de buscas Google para que, quando alguém procura por mim, apareça uma propaganda dele na margem direita do site de buscas. Quando fazem isso com o nome da gente eu acho que é até uma prova de que o tronco da árvore está visível o suficiente para atrair parasitas.

Já tive problemas também de pessoas que copiaram minhas crônicas e as publicaram como sendo de sua autoria em seus próprios sites e até em revistas impressas. É difícil controlar isso hoje, mas das vezes que isso aconteceu fui avisado por leitores que reconheceram meu estilo de texto e entraram em contato comigo.

O que mais você acha importante fazer para obter uma boa exposição na Internet?

Mario Persona - 
A qualquer profissional que queira ganhar uma boa exposição na rede eu diria que a primeira providência é ter um site na Internet com bastante conteúdo espalhado por um grande número de páginas. Isso criará uma maior visibilidade nos sites de busca. Nem preciso dizer que é ele quem deve criar esse conteúdo, e não simplesmente copiar de outros autores.

Outra é oferecer artigos seus para outros sites publicarem. Isto também garantirá que mais páginas na Internet apontem para o seu site criando um melhor posicionamento de seu site nos serviços de busca. Sites como o Google fazem análise de relevância e de referência na hora de posicionar um endereço nos resultados de uma busca. Os sites com maior número de referência na Web costumam ganhar os primeiros lugares nos resultados de buscas. 

A providência seguinte é criar um boletim eletrônico periódico grátis que apenas assinantes recebam. Não estou falando de boletim para enviar propaganda, mas de assuntos de interesse. É claro que sua propaganda vai aparecer em algum lugar do boletim, mas não será ela o motivo das pessoas assinarem. Você entraria em uma banca para comprar uma revista só de propaganda? Os leitores devem ter uma percepção de que o profissional é um cara legal que procura ajudá-los com informação relevante.

Esta entrevista foi dada à Revista Você S.A. em 14/04/2007 para uma matéria sobre os cuidados que o profissional deve ter com sua imagem on-line. Infelizmente a pauta foi alterada e apenas uma afirmação minha foi aproveitada pela revista.

Entrevistas como esta costumam ser feitas para a elaboração de matérias, portanto nem tudo acaba publicado. Eventualmente são aproveitadas apenas algumas frases a título de declarações do entrevistado. Para não perder o que disse na hora, costumo gravar ou dar entrevistas por escrito. A íntegra do que foi falado você encontra aqui. 

Mario Persona é consultor, escritor e palestrante. Veja emwww.mariopersona.com.br

UM CONTADOR DE HISTÓRIAS

Com seu estilo inconfundível, o palestrante Mario Persona transforma grandes questões em conceitos simples e de fácil compreensão para qualquer audiência.

Um fino senso de humor e talento de cronista, aliados à experiência empresarial, lhe permitem extrair do banal o extraordinário e transformar "causos" corriqueiros em analogias perfeitas para a vida, carreira e negócios.

Para saber mais sobre o palestrante
clique aqui ou entre em contato para
receber uma proposta. Ou ligue para
(19) 99870-7899 / 99789-7939
contato@mariopersona.com.br

Laura Loft - Diário de uma recepcionista
Laura Loft
Diário de uma recepcionista
Marketing de Gente
Marketing
de Gente
Receitas de Grandes Negócios
Receitas de
Grandes Negócios
Gestão de Mudanças
Gestão de
Mudanças
Crônicas de uma Internet de verão
Crônicas de uma
Internet de verão
Marketing Tutti-Frutti
Marketing
Tutti-Frutti
Dia de Mudança
Dia de
Mudança
Crônicas para ler depois do fim do mundo
Crônicas para ler
depois do fim do mundo
Eu quero um refil!
Eu quero
um refil!
Meu carro sumiu!
Meu carro
Sumiu!
Moving ON
Moving
ON
Uma luta pela vida
Uma luta pela vida
Lia Persona Hadley
O Evangelho em 3 minutos - Mateus
O Evangelho em 3 minutos
Mateus
O Evangelho em 3 minutos - João
O Evangelho em 3 minutos
João
O que respondi - Vol. 1
O que respondi
Vol. 1
O que respondi - Vol. 2
O que respondi
Vol. 2
O que respondi - Vol. 3
O que respondi
Vol. 3
O que respondi - Vol. 4
O que respondi
Vol. 4
O que respondi - Vol. 5
O que respondi
Vol. 5
O que respondi - Vol. 6
O que respondi
Vol. 6
O que respondi - Vol. 7
O que respondi
Vol. 7
O que respondi - Vol. 8
O que respondi
Vol. 8
O que respondi - Vol. 9
O que respondi
Vol. 9
Você encontra os livros de Mario Persona também nestes endereços: