ENTREVISTA

Planejamento estratégico pessoal



O que é planejamento estratégico pessoal? Como desenvolver um? 

Mario Persona -
 O planejamento de uma carreira profissional hoje não difere muito do planejamento de uma empresa ou de um produto. O profissional tem praticamente os mesmos objetivos de uma empresa, que é detectar necessidades, expectativas e desejos de seu mercado, analisá-las e atendê-las da melhor forma buscando satisfazer seus clientes e lucrar.

O processo é praticamente o mesmo, independente se o profissional pretende trabalhar por conta própria ou conseguir um emprego. Aqueles que são empregados em uma companhia também têm um cliente, um grande cliente, ao qual atendem em tempo integral.

Na verdade não creio muito em um planejamento estratégico pessoal formal, em função da mutabilidade do mercado. Como um estudante vai ser capaz de prever as condições do mercado cinco anos depois de entrar na faculdade? E mesmo que ele tenha um plano, como garantir que sua profissão não vai desaparecer antes de colocar seu plano em prática?

Antigamente bastava você buscar uma formação profissional para determinar assim o seu futuro, mas hoje isso não é suficiente. O mercado muda com uma rapidez tão grande que algumas profissões acabam desaparecendo ou se tornando tão saturadas que inviabilizam uma carreira lucrativa.

Por isso o melhor planejamento é manter sempre um pensamento estratégico de abordagem de mercado e de detecção de oportunidades, lembrando destas três atividades: detectar, analisar e atender.

Há alguns anos nenhum profissional seria capaz de planejar uma carreira, digamos, na Internet, mesmo porque ela não existia. Aqueles que estavam atentos às mudanças e às novas tecnologias foram os primeiros a embarcar nesse novo mercado, que se mostrou extremamente lucrativo e cheio de oportunidades. Aqueles que se apegaram a algum planejamento prévio perderam a oportunidade porque o seu planejamento obviamente não previa a Internet.

Qual a melhor forma de alcançar metas profissionais e objetivos pessoais em 2009? 

Mario Persona - 
Este ano é um ano de oportunidades, por ser um ano de mudanças. Sempre que ocorrem mudanças drásticas na economia e na sociedade isso causa uma espécie de dança das cadeiras. Quem estava sentado acaba de pé e quem estava de pé pode conseguir lugar para sentar. Outros ainda vão enxergar nessa dança a oportunidade de vender cadeiras. Se você observar, até países em guerra têm oportunidades e quando a guerra termina é comum observar que o dinheiro trocou de mãos.

A melhor forma de alcançar metas e objetivos profissionais e pessoais este ano é ser flexível e estar atento às mudanças. Pessoas que trazem um planejamento de carreira rígido são as que sentem maior dificuldade em abandonar o que foi planejado para se aventurarem em algo novo. Daí eu insistir na necessidade de um pensamento estratégico muito mais do que de um planejamento estratégico. 

É fácil perceber a diferença disso. Quando se tem um planejamento, este foi feito levando-se em consideração dados e informações colhidos no passado e, no máximo, em um presente imediato, mas nunca no futuro. Pense, por exemplo, na crise mundial que começou em setembro de 2008. Qualquer planejamento em uma empresa que levasse em conta índices e dados anteriores, como cotação do dólar, custo do barril do petróleo, disponibilidade de crédito, mercados preferenciais, volume de vendas etc. certamente precisaria sofrer correções radicais, já que o mundo ficou de pernas para o ar após a crise que começou nos Estados Unidos.

Numa hora assim as empresas mais ágeis e flexíveis, capazes de mudar radicalmente em tempo recorde seus produtos, processos e mercados, são as que sobrevivem e conquistam uma fatia maior de mercado. Eu me lembro de ter sido consultado para um treinamento de vendas por uma empresa que disse que queria preparar seus vendedores para conquistarem o espaço que seria deixado por seu principal concorrente e líder de mercado, que estaria em péssima situação em virtude da alta do dólar. Essa agilidade e capacidade de perceber oportunidades, que é tão necessária nas empresas, é também vital para qualquer profissional que quiser se dar bem este ano, quando as regras do jogo das profissões certamente sofrerão abalos profundos.

Por que algumas pessoas fracassam em seus planejamentos pessoais? 

Mario Persona - 
A principal causa de fracasso é a falta de flexibilidade. Pessoas pouco flexíveis têm dificuldade de se adaptarem às novas condições do mercado. Aqueles que se apegam demais ao diploma também. De que adianta você ter uma formação profissional para a qual não haverá demanda no mercado? O melhor é que o profissional tenha uma especialização, mas tenha também um conhecimento genérico de outras áreas para as quais possa migrar e se aprofundar rapidamente em caso de necessidade.

Outra causa de fracasso é sentir pena de si mesmo, considerar-se vítima das circunstâncias. Pessoas assim perdem tanto tempo se lamuriando que não vêem as oportunidades que passam ao redor. Geralmente isso tem sua raiz no orgulho que nos torna inflexíveis e principalmente incapazes de reconhecer nossos erros e a necessidade de aprimoramento constante. Uma vez eu dei uma opinião sobre um determinado assunto e alguém me cobrou: "Mas Mario, eu me lembro que há alguns anos você me disse exatamente o contrário!". Pois é, expliquei a ele que eu tinha mudado. Seria muita idiotice manter uma opinião depois de aprender algo novo sobre o assunto. Daí a necessidade de estar disposto e sem medo de aprender mais do que eu sei. Se eu me considerar completo, como posso ter disposição para aprender o que é novo?

Há também a necessidade de ficar atento para os problemas, e não fugir deles, como geralmente fazemos. Pessoas que evitam problemas são pessoas que evitam oportunidades. É fácil perceber isso quando entendemos que qualquer profissão nada mais é do que uma atividade de resolução de problemas para alguém. O dentista resolve os problemas dos dentes de seus clientes, o médico os problemas de saúde, o arquiteto os problemas de espaço da casa, o engenheiro civil os problemas estruturais e por aí vai. Sem problemas não há profissões.

O profissional de sucesso é aquele que detecta problemas que às vezes nem mesmo seus futuros clientes percebem que têm, apresenta soluções criativas e atraentes, e aponta para novas perspectivas que o colocam na frente de seus concorrentes. E, obviamente, que sabe vender suas idéias.

Entrevista concedida para a Revista Acesso (Bayer) em 10/12/2008.

Entrevistas como esta costumam ser feitas para a elaboração de matérias, portanto nem tudo acaba sendo publicado. Eventualmente são aproveitadas apenas algumas frases a título de declarações do entrevistado. Para não perder o que eu disse na hora, costumo gravar ou dar entrevistas por escrito. A íntegra do que foi falado você encontra aqui. 

Mario Persona é consultor, escritor e palestrante. Veja emwww.mariopersona.com.br
 

UM CONTADOR DE HISTÓRIAS

Com seu estilo inconfundível, o palestrante Mario Persona transforma grandes questões em conceitos simples e de fácil compreensão para qualquer audiência.

Um fino senso de humor e talento de cronista, aliados à experiência empresarial, lhe permitem extrair do banal o extraordinário e transformar "causos" corriqueiros em analogias perfeitas para a vida, carreira e negócios.

Para saber mais sobre o palestrante
clique aqui ou entre em contato para
receber uma proposta. Ou ligue para
(19) 99870-7899 / 99789-7939
contato@mariopersona.com.br

Laura Loft - Diário de uma recepcionista
Laura Loft
Diário de uma recepcionista
Marketing de Gente
Marketing
de Gente
Receitas de Grandes Negócios
Receitas de
Grandes Negócios
Gestão de Mudanças
Gestão de
Mudanças
Crônicas de uma Internet de verão
Crônicas de uma
Internet de verão
Marketing Tutti-Frutti
Marketing
Tutti-Frutti
Dia de Mudança
Dia de
Mudança
Crônicas para ler depois do fim do mundo
Crônicas para ler
depois do fim do mundo
Eu quero um refil!
Eu quero
um refil!
Meu carro sumiu!
Meu carro
Sumiu!
Moving ON
Moving
ON
Uma luta pela vida
Uma luta pela vida
Lia Persona Hadley
O Evangelho em 3 minutos - Mateus
O Evangelho em 3 minutos
Mateus
O Evangelho em 3 minutos - João
O Evangelho em 3 minutos
João
O que respondi - Vol. 1
O que respondi
Vol. 1
O que respondi - Vol. 2
O que respondi
Vol. 2
O que respondi - Vol. 3
O que respondi
Vol. 3
O que respondi - Vol. 4
O que respondi
Vol. 4
O que respondi - Vol. 5
O que respondi
Vol. 5
O que respondi - Vol. 6
O que respondi
Vol. 6
O que respondi - Vol. 7
O que respondi
Vol. 7
O que respondi - Vol. 8
O que respondi
Vol. 8
O que respondi - Vol. 9
O que respondi
Vol. 9
Você encontra os livros de Mario Persona também nestes endereços: