ENTREVISTA

Marketing pessoal


O que é marketing pessoal?

Mario Persona - 
O marketing pessoal é um conjunto de ações e atitudes adotadas pelo profissional com a finalidade de revelar o que tem de melhor para o mercado e criar relacionamentos de confiança. Se olharmos para as habilidades e competências de um profissional como sendo o seu produto, seu planejamento de marketing pessoal deve incluir o aperfeiçoamento dessas habilidades (seu produto), a criação de valor para elas, a criação de relacionamentos que o ajudem a promover sua marca pessoal e a entrega dessas competências na forma de serviços.

Como realizar o marketing pessoal?

Mario Persona - 
O primeiro passo é, obviamente, ter um "produto" para vender, no caso suas habilidades. Não se pode partir para o mercado confiando apenas na aparência, que é o que geralmente vem à mente quando se fala em marketing pessoal. Aparência pode ser importante para arranjar namorado ou namorada, mas se a bela garota ou o belo rapaz não tiverem nada a mostrar além de aparência, suas possibilidades de carreira ficarão limitadas demais, principalmente porque a aparência se desgasta com o tempo, enquanto o conhecimento aumenta.

Então é importante o profissional trabalhar sua bagagem de conhecimento, que é o que realmente fará a diferença em sua carreira no longo prazo. Trabalhando direitinho seu "produto" ou bagagem intelectual, habilidades, etc., ele deve fazer com que as pessoas saibam que ele existe. Isso não quer dizer pendurar uma melancia no pescoço, mas criar situações de valor que as pessoas possam identificar e querer promover aquele profissional. No marketing pessoal falar demais de si mesmo cria uma imagem negativa. O correto é ajudar as pessoas para que elas falem de você.

Quais os cuidado deve-se ter ao fazer marketing pessoal?

Mario Persona -
 Cuidar muito bem do caráter, das atitudes, dos rastros que vamos deixando por onde quer que a gente passe. Quando uma empresa produz sabão, é sempre mais fácil mudar o nome do produto, a embalagem ou até o nome da empresa, se alguma coisa der errado, do que fazer isso com uma pessoa. Afinal de contas, se o profissional pisar na bola, ele não poderá querer voltar ao mercado dizendo que está "sob nova direção" ou que agora tem uma "nova fórmula".

Quais os cuidado que se deve ter para se automotivar e motivar outras pessoas?

Mario Persona - 
Motivação é aquilo que faz com que as pessoas se sintam satisfeitas e as leva a fazer algo. É o resultado de um estímulo. A automotivação depende muito da forma de encarar a vida. Pessoas humildes costumam ser mais motivadas e felizes do que pessoas arrogantes e orgulhosas. Isso porque a pessoa humilde olha para cima e tem muito espaço a percorrer até chegar ao alto de sua carreira. Já as pessoas orgulhosas se acham no topo do mundo e começam a se comparar apenas com quem está abaixo delas. Obviamente elas não irão crescer e nem terão motivos ou motivação para isso, se considerarem que o resto do mundo está abaixo de si.

Para motivar as outras pessoas é preciso ajudá-las, indicar caminhos e maneiras de realizarem seus sonhos. Não é muito difícil do que se faz com o marketing convencional, por exemplo, que procura descobrir os desejos e expectativas das pessoas para atendê-las. A tendência hoje é ir além disso e oferecer também significado para aquilo que gostaríamos que as pessoas fizessem, ou para motivá-las.

Como o marketing pessoal pode contribuir ou atrapalhar a vida de uma pessoa?

Mario Persona -
 Pode contribuir em muito se não for confundido com propaganda ou com o famoso "querer aparecer". Embora o profissional precise se expor para ser conhecido, é muito melhor que os outros falem dele do que ele de si mesmo. Existe muita confusão do marketing pessoal. com a autopromoção agressiva, a qual não é o caminho mais indicado para um profissional seguir. 

Tentar vender um produto de forma agressiva é diferente de tentar vender a mim mesmo de forma agressiva, porque no primeiro caso a pessoa irá ficar com o produto, mas não com o temperamento de quem lhe vendeu aquilo. No caso da venda das qualificações e competências pessoais, quem contratar o profissional vai ficar com suas habilidades, mas também vai levar aquela pessoa no pacote. Se ele a considerou agressiva, prepotente, orgulhosa ou qualquer coisa assim, provavelmente não irá querer ficar nem com suas habilidades.

Na hora de uma entrevista em que o marketing pessoal pode ajudar?

Mario Persona - 
A entrevista é uma venda, e em toda venda é preciso que a pessoa que vende tenha informações sobre o cliente, o que faz, sua área de atuação, capacidade de compra e coisas do tipo. Assim ela poderá direcionar sua conversa para a valorização do cliente e "casar" suas habilidades com as necessidades que a empresa-cliente tem. Nunca se deve enviar um mesmo currículo para todas as empresas por este mesmo motivo. Com a Internet fica fácil identificar como é cada empresa e adaptar o currículo às necessidades específicas de cada empresa.

O profissional deve também adotar uma postura de quem está ali para atender um cliente, não de quem está em busca de emprego. A diferença é grande, pois o empregado busca garantir seu salário e passa uma idéia de acomodação, enquanto o fornecedor busca manter um relacionamento de longo prazo através da criação de um estado permanente de satisfação para o cliente, além de garantir seus ganhos, evidentemente. Mas a diferença é bem clara.

Por exemplo, costumo aconselhar que o profissional nunca diga que seu desejo é entrar naquela empresa para aprender. Isso é como alguém tentar vender uma máquina de lavar roupas desmontada e dizer ao cliente que se ele montar direitinho um dia ela vai lavar bem sua roupa. As empresas contratam pessoas para trazerem retorno financeiro, e é isso que o profissional deve mostrar que é capaz de fazer, ou por meio da geração direta de receita, como alguém que trabalha na produção e vendas, ou por meio da redução dos custos, como alguém eficiente na área administrativa.

Marketing pessoal está relacionado a condicionamento mental?

Mario Persona - 
Sim, creio que todos os dias o profissional precise fazer uma afirmação de que seu papel é satisfazer seus clientes. E inclua como cliente seu empregador, pois hoje não existe mais garantia de emprego. Enquanto o profissional estiver produzindo e gerando ganhos para a empresa, ele tem o seu lugar. Qualquer pessoa hoje, empregado ou não, deve trabalhar como se fosse um fornecedor terceirizado.

Como vencer a timidez e praticar o marketing pessoal?

Mario Persona - 
A gente só aprende a nadar nadando. Não há cursos de natação ou de como andar de bicicleta por correspondência. É preciso se colocar em situações que exijam a prática da comunicação e o controle da timidez. O ideal é que as pessoas nunca percam o medo ou a timidez, mas que a controlem. Pessoas sem medo ou timidez correm o perigo de se tornarem inconvenientes, intrometidas e muito seguras de si, a ponto de correrem riscos desnecessários.

Uma imagem vale mais que mil palavras?

Mario Persona - 
Não, ou eu não estaria dando uma entrevista. Bastaria enviar minha foto para ser publicada e esperar que as pessoas entendessem o que eu queria dizer. Hoje imagem é muito importante, pois os estímulos visuais são muitos, mas o que irá convencer mesmo as pessoas é sua comunicação. A tendência é que as pessoas se tornem cada vez mais visuais, pela abundância de informação em vídeo, mas sempre existe um texto ou palavras por trás de um vídeo. Por isso o profissional deve aprimorar sua capacidade de comunicação oral e escrita se quiser ter sucesso no mundo atual. 

Ele não deve, porém, negligenciar sua aparência pessoal, modo de vestir, andar etc., que deve estar de acordo com o ambiente ou cenário onde pretende atuar. Alguém que trabalhe na área de moda para surfe, por exemplo, pode muito bem se apresentar de bermudas e chinelos, mas isso será errado se ele atuar em um banco ou como advogado. É preciso ter bom senso para tudo.

Muitas pessoas podem mostrar o que não são, isso está certo no marketing pessoal?

Mario Persona - 
Não, pois do jeito que as pessoas hoje têm acesso à informação fica muito difícil esconder sua real pessoa. A imagem deve refletir aquilo que o profissional é e não criar ilusões. Sei de pessoas que criam currículos imensos e falsos, mas que acabam sendo desmascaradas e têm seus nomes queimados para sempre no círculo onde atuam. Transparência, ética e honestidade são coisas cada vez mais importantes na vida profissional.

Entrevista concedida ao Jornal da Metodista em 27/02/2008 para uma matéria sobre carreira e marketing pessoal.

Entrevistas como esta costumam ser feitas para a elaboração de matérias, portanto nem tudo acaba publicado. Eventualmente são aproveitadas apenas algumas frases a título de declarações do entrevistado. Para não perder o que disse na hora, costumo gravar ou dar entrevistas por escrito. A íntegra do que foi falado você encontra aqui. 

Mario Persona é consultor, escritor e palestrante. Veja emwww.mariopersona.com.br

 

UM CONTADOR DE HISTÓRIAS

Com seu estilo inconfundível, o palestrante Mario Persona transforma grandes questões em conceitos simples e de fácil compreensão para qualquer audiência.

Um fino senso de humor e talento de cronista, aliados à experiência empresarial, lhe permitem extrair do banal o extraordinário e transformar "causos" corriqueiros em analogias perfeitas para a vida, carreira e negócios.

Para saber mais sobre o palestrante
clique aqui ou entre em contato para
receber uma proposta. Ou ligue para
(19) 99870-7899 / 99789-7939
contato@mariopersona.com.br

Laura Loft - Diário de uma recepcionista
Laura Loft
Diário de uma recepcionista
Marketing de Gente
Marketing
de Gente
Receitas de Grandes Negócios
Receitas de
Grandes Negócios
Gestão de Mudanças
Gestão de
Mudanças
Crônicas de uma Internet de verão
Crônicas de uma
Internet de verão
Marketing Tutti-Frutti
Marketing
Tutti-Frutti
Dia de Mudança
Dia de
Mudança
Crônicas para ler depois do fim do mundo
Crônicas para ler
depois do fim do mundo
Eu quero um refil!
Eu quero
um refil!
Meu carro sumiu!
Meu carro
Sumiu!
Moving ON
Moving
ON
Uma luta pela vida
Uma luta pela vida
Lia Persona Hadley
O Evangelho em 3 minutos - Mateus
O Evangelho em 3 minutos
Mateus
O Evangelho em 3 minutos - João
O Evangelho em 3 minutos
João
O que respondi - Vol. 1
O que respondi
Vol. 1
O que respondi - Vol. 2
O que respondi
Vol. 2
O que respondi - Vol. 3
O que respondi
Vol. 3
O que respondi - Vol. 4
O que respondi
Vol. 4
O que respondi - Vol. 5
O que respondi
Vol. 5
O que respondi - Vol. 6
O que respondi
Vol. 6
O que respondi - Vol. 7
O que respondi
Vol. 7
O que respondi - Vol. 8
O que respondi
Vol. 8
O que respondi - Vol. 9
O que respondi
Vol. 9
Você encontra os livros de Mario Persona também nestes endereços: