ENTREVISTA

Como divulgar mais e melhor

Fui entrevistado pelo Boletim do Empresário para uma matéria sobre a melhor forma de se divulgar uma empresa. A íntegra da entrevista você encontra aqui.

Boletim do Empresário - Qual a melhor forma de divulgar a empresa?

Mario Persona -
 Isso depende muito da empresa, de seu segmento, do produto ou serviço e até das pessoas que fazem parte de seu quadro de colaboradores. Hoje há uma variedade muito grande de mídias e canais de comunicação que podem ser utilizados, mas nenhum será eficaz se antes não for feito um bom plano de comunicação. É errado pensar que uma mesma solução trará resultados para qualquer tipo de negócio. 

Há empresas que conseguiram ficar conhecidas no mercado sem gastar um centavo em propaganda convencional e apenas pegando carona no boca-boca. Você se lembra de como o Hotmail, hoje da Microsoft, ficou conhecido? A empresa fornecia contas de e-mail grátis e no final de cada e-mail, enviado pelos usuários, o sistema acrescentava uma linha convidando quem recebesse a abrir uma conta no Hotmail. Em pouco tempo o mundo inteiro estava usando Hotmail, algo inovador em sua época.

Por outro lado, há empresas que dependem continuamente dos grandes meios de comunicação em massa, como televisão, rádio, jornais e revistas, ou não conseguem fincar sua bandeira no mercado. Como disse no princípio, a melhor forma de divulgar uma empresa é aquela que será identificada por um bom plano de comunicação e marketing que, por sua vez, partirá de um bom diagnóstico da empresa, produto, concorrência, mercado e diversas outras variantes.

Boletim do Empresário - Qual a divulgação que a empresa pode fazer para ter um retorno rápido?

Mario Persona -
 Há basicamente duas formas de uma empresa se comunicar com seu mercado, e por mercado entenda que estamos falando de pessoas com determinadas características que correspondam ao produto ou serviço, e que têm condições de adquiri-lo. Uma é a comunicação institucional, com a qual a empresa pode sedimentar sua marca e mantê-la sempre na memória de seu público. 

Um exemplo disto seria a "Pastelaria da Esquina" criar uma mensagem do tipo: "O melhor pastel da cidade está na Pastelaria da Esquina". Uma mensagem assim não tem data de validade, porém não fará o cliente correr para a Pastelaria da Esquina. Porém, quando sentir vontade de comer pastel, ele provavelmente terá a "Pastelaria da Esquina" como a marca mais forte em sua lembrança.

Outra forma de comunicação é aquela que usa uma mensagem promocional, de impacto, porém com data de validade. Exemplo? "Somente amanhã, pastel de queijo a 1 real na Pastelaria da Esquina". Pronto, esta é uma mensagem que só pode ser veiculada hoje, exige uma resposta rápida do público e é capaz de gerar resultados rápidos.

Boletim do Empresário - Como desenvolver um pensamento estratégico de marketing pessoal, de produtos e serviços?

Mario Persona - 
O ponto de partida é entender o comportamento humano, pois são pessoas que vendem, são pessoas que compram, são pessoas que usam produtos e serviços, que os indicam ou os rechaçam. A essência do marketing é humana, não importa se você está vendendo turbinas para aviões ou canetas para estudantes. Sempre haverá alguém por trás do processo, sempre existirão sentimentos humanos interferindo em tudo, pois o ser humano é também o objetivo final de qualquer produto ou serviço. Uma vez compreendido o comportamento, o que, diga-se de passagem, é algo extremamente complexo, fica mais claro entender marketing. 

Quem acha que marketing pode ser pensado com uma mentalidade lógica e racional, acreditando tratar-se de uma ciência com 100% de precisão em seus processos, vai quebrar a cara. Usando a expressão do Joelmir Betting, que fez a mesma comparação, porém com o economista, eu diria que o profissional de marketing está para o mercado assim como o meteorologista está para a meteorologia.

Boletim do Empresário - Uma empresa que não tem dinheiro para investir em cursos ou palestras como pode treinar os funcionários? Como treinar o funcionário para uma apresentação?

Mario Persona - 
Todos os colaboradores de uma empresa devem receber algum tipo de treinamento. Às vezes nos enganamos pensando que as pessoas já sabem fazer as coisas só porque elas tiveram experiência em outras empresas ou atividades. Às vezes é preciso treinar mesmo que seja apenas para incutir nelas a cultura da empresa ou do mercado onde atua. Treinamento não é custo, é investimento em resultados. Quem se preocupa em gastar para treinar, com medo que, depois de treinado, seu colaborador vá embora, deveria se preocupar com a possibilidade de seu colaborador não treinado ficar. 

Há hoje muitas possibilidades de se obter treinamentos para uma equipe. É evidente que quando isso é feito por profissionais os resultados serão melhores. Mas na falta de recursos, pode-se optar por treinamento à distância ou pela criação de multiplicadores, investindo em treinamentos externos para algumas pessoas com boas características de comunicação, para que elas depois façam os treinamentos internos.

Boletim do Empresário - Como saber se a empresa está expondo adequadamente produtos e serviços?

Mario Persona - 
A melhor forma de se medir isso é pelos resultados, porém limitar-se apenas aos resultados financeiros que, obviamente, é o que a empresa busca no final das contas, pode levar a erros de interpretação. É que a comunicação ou a exposição daquilo que a empresa é e faz nem sempre tem uma resposta imediata. Às vezes é preciso um bom tempo para chamar a atenção do mercado e conseguir obter resultados. Uma coisa importante a ter em mente é que, na área de comunicação, a pressa por resultados imediatos pode ser prejudicial, principalmente quando o que se busca é uma boa ancoragem de uma marca no mercado e na mente de seu público.



Mario Persona é consultor, escritor e palestrante. Veja emwww.mariopersona.com.br 

UM CONTADOR DE HISTÓRIAS

Com seu estilo inconfundível, o palestrante Mario Persona transforma grandes questões em conceitos simples e de fácil compreensão para qualquer audiência.

Um fino senso de humor e talento de cronista, aliados à experiência empresarial, lhe permitem extrair do banal o extraordinário e transformar "causos" corriqueiros em analogias perfeitas para a vida, carreira e negócios.

Para saber mais sobre o palestrante
clique aqui ou entre em contato para
receber uma proposta. Ou ligue para
(19) 99870-7899 / 99789-7939
contato@mariopersona.com.br

Laura Loft - Diário de uma recepcionista
Laura Loft
Diário de uma recepcionista
Marketing de Gente
Marketing
de Gente
Receitas de Grandes Negócios
Receitas de
Grandes Negócios
Gestão de Mudanças
Gestão de
Mudanças
Crônicas de uma Internet de verão
Crônicas de uma
Internet de verão
Marketing Tutti-Frutti
Marketing
Tutti-Frutti
Dia de Mudança
Dia de
Mudança
Crônicas para ler depois do fim do mundo
Crônicas para ler
depois do fim do mundo
Eu quero um refil!
Eu quero
um refil!
Meu carro sumiu!
Meu carro
Sumiu!
Moving ON
Moving
ON
Uma luta pela vida
Uma luta pela vida
Lia Persona Hadley
O Evangelho em 3 minutos - Mateus
O Evangelho em 3 minutos
Mateus
O Evangelho em 3 minutos - João
O Evangelho em 3 minutos
João
O que respondi - Vol. 1
O que respondi
Vol. 1
O que respondi - Vol. 2
O que respondi
Vol. 2
O que respondi - Vol. 3
O que respondi
Vol. 3
O que respondi - Vol. 4
O que respondi
Vol. 4
O que respondi - Vol. 5
O que respondi
Vol. 5
O que respondi - Vol. 6
O que respondi
Vol. 6
O que respondi - Vol. 7
O que respondi
Vol. 7
O que respondi - Vol. 8
O que respondi
Vol. 8
O que respondi - Vol. 9
O que respondi
Vol. 9
Você encontra os livros de Mario Persona também nestes endereços: