ENTREVISTA

A importância do networking para a carreira profissional

P - Qual é a importância de fato do networking na hora de se arrumar um emprego?

Mario Persona - 
A maioria das pessoas costuma conseguir emprego por indicação de amigos ou parentes, e as próprias empresas já estão acostumadas com o processo. Considerando que as maiores geradoras de emprego não são as grandes empresas, mas as pequenas e médias, é muito comum os colaboradores serem consultados para que indiquem um amigo ou parente quando existe uma vaga. 

O fato de alguém vir por indicação de uma pessoa conhecida da empresa ajuda a eliminar a maioria das dúvidas quanto à idoneidade da pessoa. Por isso existe a necessidade de se manter um bom relacionamento com parentes e amigos, principalmente aqueles que trabalham em empresas com probabilidade de contratar. Uma boa comunicação também é importante, pois se os amigos não souberem que o profissional está procurando por uma colocação poderão deixar de indicá-lo.

P - Como uma pessoa pode se organizar para criar a sua própria rede de relacionamentos? Você indicaria algo, como participar de palestras ou workshops?

Mario Persona - 
A participação em palestras e workshops é importante, mas não é nesses eventos que se cria relacionamentos. Em momentos assim, o máximo que você consegue é obter bons contatos, o que não é a mesma coisa de um relacionamento no qual o outro se sinta seguro para contratá-lo ou indicá-lo. Esse contato inicial deve ser trabalhado para se transformar em um relacionamento de fato, e você não consegue isso simplesmente ligando para a pessoa sempre que precisar de emprego. É preciso dar algo antes de querer receber. O melhor relacionamento é aquele que se desenvolve quando você cria um devedor. Ao fazer um favor ou uma gentileza a alguém, essa pessoa passa a dever a você um favor ou gentileza, e aí começa o vínculo.

Se conhecer pessoas em eventos, procure descobrir as preferências dessas pessoas e fazer algo por elas. Nada de presentes ou coisas do tipo, mas ações informais, como indicar um bom livro ou filme, ou talvez até enviar uma revista do hobby que você descobriu que essa pessoa tem. Indicações de restaurantes, cabeleireiros, lojas, qualquer coisa pode ajudar, desde que você use disso para criar um novo encontro ou conversa. Relacionamento é um processo, não é algo imediato como a troca de cartões.

P - Como um candidato deve se apresentar nas redes de relacionamento na internet?

Mario Persona - 
As redes podem ajudar em muito, desde que você mostre ser a pessoa que as empresas desejam. Muitos head-hunters incluem buscas em redes sociais na hora de levantar informações sobre candidatos e às vezes o profissional perde oportunidades porque seu perfil no Orkut ou outro site revela uma pessoa irresponsável, agressiva ou que tem uma predileção por comunidades com temas questionáveis. Aparecer em todas as fotos com um copo na mão certamente não é a melhor imagem para ser contratado por uma empresa.

Por outro lado é importante evitar um perfil formal, pois não é para isso que essas redes existem. Querer se apresentar ali como alguém que tem a clara intenção de encontrar emprego também cria uma imagem ruim. O bom mesmo é que a pessoa revele um pouco de seu caráter, mas sem se esquecer de que está sendo visto por centenas de pessoas com um espectro bem grande de preferências. Por isso, qualquer extremo será prejudicial.

P - Apesar de a internet ser uma ferramenta que não faz distinção de idade, geralmente as redes atraem os mais jovens. Nesse caso, como um profissional de mais de 40 anos que quer se recolocar no mercado de trabalho deve agir? Muda alguma coisa?

Mario Persona - 
Independente da idade, o profissional com mais de 40 anos deve entender que a probabilidade de encontrar gente com menos de 40 nas áreas de decisão das empresas é cada vez maior. Por isso é provável que a pessoa que procura por ele seja mais nova e esteja procurando justamente alguém com experiência. Querer parecer jovem é bobagem, pois o profissional pode cair no estereótipo do "tiozinho". As empresas que desejam contratar jovens simplesmente contratam jovens, e não caricaturas de jovens. O diferencial de um profissional maduro é justamente sua experiência e capacidade de discernimento, portanto é nisso que deve se concentrar.

Quando uma empresa contrata um jovem ela está em busca de adrenalina, de alguém audaz e disposto a correr riscos, com grandes aspirações e ambições. É evidente que alguém com mais de 40 também pode ter essas qualidades, mas o que vale mais neste caso é o equilíbrio e a experiência, tanto de vida quanto de carreira, além de sua capacidade de liderar. O profissional com mais de 40 que tentar se apresentar nessas redes como um adolescente pode passar uma imagem de imaturidade. Mas ele certamente precisa estar nessas redes, pois o mais provável é que o gerente ou a gerente de RH que irá contratá-lo seja mais jovem, e se for, saberá identificar imediatamente quem é sério e quem está querendo ser o "tiozinho" dos jovens.

Outra coisa importante para quem tem idade e experiência é participar dessas redes de relacionamento para se tornar um referencial de conhecimento, procurando participar de discussões com o intuito de agregar valor com seu conhecimento. Pessoas que são identificadas como prestativas em ajudar têm maior facilidade de criar uma marca positiva e de serem lembradas.

P - A internet ajuda as pessoas a se apresentarem da maneira como quiserem. Como uma pessoa pode criar uma boa imagem sobre ela mesma?

Mario Persona - 
Primeiro ela deve cuidar bem de sua imagem nas redes, sendo principalmente solícita em ajudar aqueles que estão buscando por alguma informação. Além disso é importante ter seu próprio site ou blog profissional, que não deve ser apenas ancoradouro de currículo, mas deve oferecer algo de útil para os visitantes. Por exemplo, se gosto de filmes, posso criar um blog comentando os filmes que vejo e ali ter também meu currículo profissional. Isso ampliará as possibilidades de ser achado e também de me tornar referência em algum assunto, ainda que não seja minha área de atuação. Um engenheiro químico que entenda também de Hollywood sempre é mais interessante do que um engenheiro químico apenas. Além disso, quanto mais páginas tiver um site, melhor a colocação que obterá nos resultados de buscas.

Na hora de se criar uma imagem positiva, vale também o que eu disse para a criação dos relacionamentos. Quando uma empresa contrata ela tem um objetivo: encontrar a pessoa que possa ajudar mais e melhor a empresa a crescer e atingir seus objetivos. Portanto, a melhor imagem que alguém pode ter é a de alguém que ajuda as pessoas a crescerem e atingirem seus objetivos, o que nos leva outra vez àquela necessidade que temos de ajudar, e ficarmos conhecidos por isso, se quisermos ser de alguma forma ajudados também.

Entrevista concedida ao Site Empregos em 19/05/2009.

Entrevistas como esta costumam ser feitas para a elaboração de matérias, portanto nem tudo acaba sendo publicado. Eventualmente são aproveitadas apenas algumas frases a título de declarações do entrevistado. Para não perder o que eu disse na hora da entrevista, costumo gravar ou dar entrevistas por escrito. A íntegra do que foi falado você encontra aqui. Se achar que este texto pode ajudar alguém, use o formulário abaixo para compartilhar.

Mario Persona é consultor, escritor e palestrante. Veja emwww.mariopersona.com.br

UM CONTADOR DE HISTÓRIAS

Com seu estilo inconfundível, o palestrante Mario Persona transforma grandes questões em conceitos simples e de fácil compreensão para qualquer audiência.

Um fino senso de humor e talento de cronista, aliados à experiência empresarial, lhe permitem extrair do banal o extraordinário e transformar "causos" corriqueiros em analogias perfeitas para a vida, carreira e negócios.

Para saber mais sobre o palestrante
clique aqui ou entre em contato para
receber uma proposta. Ou ligue para
(19) 99870-7899 / 99789-7939
contato@mariopersona.com.br

Laura Loft - Diário de uma recepcionista
Laura Loft
Diário de uma recepcionista
Marketing de Gente
Marketing
de Gente
Receitas de Grandes Negócios
Receitas de
Grandes Negócios
Gestão de Mudanças
Gestão de
Mudanças
Crônicas de uma Internet de verão
Crônicas de uma
Internet de verão
Marketing Tutti-Frutti
Marketing
Tutti-Frutti
Dia de Mudança
Dia de
Mudança
Crônicas para ler depois do fim do mundo
Crônicas para ler
depois do fim do mundo
Eu quero um refil!
Eu quero
um refil!
Meu carro sumiu!
Meu carro
Sumiu!
Moving ON
Moving
ON
Uma luta pela vida
Uma luta pela vida
Lia Persona Hadley
O Evangelho em 3 minutos - Mateus
O Evangelho em 3 minutos
Mateus
O Evangelho em 3 minutos - João
O Evangelho em 3 minutos
João
O que respondi - Vol. 1
O que respondi
Vol. 1
O que respondi - Vol. 2
O que respondi
Vol. 2
O que respondi - Vol. 3
O que respondi
Vol. 3
O que respondi - Vol. 4
O que respondi
Vol. 4
O que respondi - Vol. 5
O que respondi
Vol. 5
O que respondi - Vol. 6
O que respondi
Vol. 6
O que respondi - Vol. 7
O que respondi
Vol. 7
O que respondi - Vol. 8
O que respondi
Vol. 8
O que respondi - Vol. 9
O que respondi
Vol. 9
Você encontra os livros de Mario Persona também nestes endereços: