ENTREVISTA

MARCA E IMAGEM PESSOAL E PROFISSIONAL

Por que uma boa imagem é importante para o profissional?

Mario Persona - 
Uma boa imagem é importante em todos os sentidos, e devemos sempre nos lembrar que "imagem" não significa apenas o que é visual, mas tudo o que é lembrado de uma pessoa. Em um certo sentido podemos pensar na imagem de alguém como sua marca, aquilo que realmente marca a memória das pessoas fazendo com que elas tenham lembranças boas ou ruins quando se lembram dessa pessoa.

É a partir da imagem ou impressões que uma pessoa deixa que fazemos nossos julgamentos na hora de nos relacionarmos com alguém ou contratarmos um profissional. Por esta razão a imagem pode tanto gerar confiança como desconfiança, dependendo do modo como foi construída e passada adiante. 

É por isso que a imagem também precisa ser vista de forma mais ampla, pois não diz respeito apenas a você, mas ao que as pessoas irão pensar de você segundo seus próprios filtros culturais, sociais ou profissionais. Uma imagem que pode ser conveniente para relacionamentos informais pode não servir para o mundo corporativo e vice-versa. Na hora de pensar em construir sua imagem o profissional deve também analisar seus objetivos e o público que pretende alcançar.

Como uma pessoa pode valorizar seus pontos fortes e melhorar os fracos?

Mario Persona - 
Primeiro ela deve fazer uma análise do ambiente onde estará concorrendo, para ter parâmetros do que significa ser forte ou fraco nesse círculo de relacionamentos. Alguém muito brincalhão e que vive sorrindo pode criar uma imagem muito boa em seu círculo de amigos e até na maioria das empresas onde trabalhar, mas essa imagem não servirá se o seu objetivo for trabalhar em uma funerária. A imagem precisa refletir o ambiente de atuação e complementá-lo.

Ao analisar seu círculo de atuação o profissional poderá detectar exemplos de sucesso e fracasso nesse meio e começar a partir dessa análise. Uma análise assim é importante, pois alguém que goste muito de cozinhar pode não servir para administrar um restaurante, enquanto alguém que seja bom em administração jamais fará sucesso em uma cozinha se não tiver vocação para isso. Um ponto extremamente forte para um administrador de restaurante seria ele dominar bem mais de uma dessas áreas, com ênfase na administração, enquanto que um chef com visão administrativa também saberá aplicar isso na organização da cozinha. Pontos fortes e fracos são, portanto, relativos.

Mas, a partir do ponto em que um profissional consiga definir quais são os pontos fortes e fracos de um determinado segmento onde pretende atuar, ele deve fazer uma análise imparcial de suas habilidades. Deve procurar se livrar daquilo que é um estorvo na profissão e aprimorar aquilo que irá somar, sempre de olho nos melhores do segmento para ter um parâmetro da meta a ser atingida.

Há, porém, uma diferença entre ser e querer ser. Um sujeito baixinho e magrinho que já passou da idade não poderá pensar em ser bem sucedido desenvolvendo pontos fortes como jogador de basquete ou pugilista peso-pesado, do mesmo modo como alguém sem ouvido para música jamais deverá perder seu tempo querendo chegar a ser um grande concertista. Alguns "pontos fortes" podem ser desenvolvidos e aprimorados, outros não. Do mesmo modo, há pontos fracos que podem tirar uma atividade da lista de desejos de um profissional. 

Competição x Auto-confiança: como manter-se seguro diante de tantas comparações e exigências do mercado?

Mario Persona - 
Há um momento quando o profissional descobre que pode ser interessante não mergulhar de cabeça nos parâmetros estabelecidos pelo mercado, mas criar novos paradigmas. As grandes mudanças sempre aconteceram porque alguém não se limitou ao que era considerado "ótimo" e ousou ir além. Às vezes esse "ir além" foi visto como inovação, mas na maioria dos casos o mercado interpretou como excentricidade e o profissional precisou voltar atrás. Existe sempre um risco na inovação.

Quando em 2006 comecei a fazer vídeos caseiros para publicar no Youtube, alguns consultores fizeram o mesmo, porém com produções bem elaboradas gravadas em estúdios. Cheguei a receber de um amigo um conselho para que eu abandonasse aquela forma mambembe e amarrada com barbante de me expor (meu canal no Youtube chama-se "TV Barbante") e fizesse algo mais profissional, sob pena de causar um prejuízo à minha imagem. 

O tempo, porém, mostrou que eu estava no caminho certo e tenho fechado bons contratos com empresas que me conheceram no Youtube. Hoje muitas grandes empresas procuram fazer seus vídeos parecerem produções caseiras para terem maior aceitação em um mercado cada vez mais cansado do formato "propaganda" e voltado para as redes sociais, onde são pessoas, e não empresas, que conversam com pessoas.

Como lidar com o erro e usá-lo a seu favor?

Mario Persona - 
Como disse certa vez Thomas Edison, ele não errou mais de mil vezes antes de encontrar o filamento correto para sua lâmpada; ele simplesmente inventou mais de mil maneiras de não se fabricar uma lâmpada. O erro deve ser visto como um passo necessário da descoberta do acerto. Fomos criados em uma cultura na qual a escola dá nota alta para quem acerta e nota baixa para quem erra, mas na vida aprendemos que o erro faz parte do processo e deve ser aproveitado. Descartar o erro simplesmente como tal é perder a oportunidade de fazer novas descobertas em seu processo de análise.

Costumamos considerar pessoas experientes não aquelas que sempre acertaram na vida, mas principalmente aquelas que cometeram muitos erros e hoje são sábias o suficiente para nos apontar quais os caminhos que não devemos seguir.

Como as novas tecnologias podem auxiliar no marketing pessoal?

Mario Persona - 
O livro "Google Marketing" traz algumas páginas com o "Case Mario Persona", algo que descobri só depois de comprar um exemplar. Seu autor revela ali como eu e outros profissionais conseguiram construir uma carreira suportada em grande parte pelas novas tecnologias, principalmente a Internet. Eu nunca vou a um cliente oferecer meus serviços, mas mesmo assim quase todos os dias tenho um pedido de proposta para palestras ou treinamentos. 

Infelizmente não consigo fechar a grande maioria de propostas, mas imagine o custo de visitar todas essas empresas para oferecer meus serviços! Elas acabam chegando até mim por todo um trabalho que desenvolvi ao longo dos últimos anos usando a Internet a meu favor. Este pode ser também o caso de muitos profissionais e empresas. Saber como usar as novas tecnologias não é mais uma opção, mas uma necessidade, principalmente quando o assunto é marketing pessoal.

Mas fica um alerta aqui: muitos profissionais conseguem destruir sua imagem e carreira quando não conhecem o poder da tecnologia e acabam trocando os pés pelas mãos nos relacionamentos criados na Internet. Aí até o currículo mais bem elaborado perde completamente o valor quando alguém descobre como você realmente é ao visitar seu perfil em um site de relacionamentos ou ler suas afirmações e preferências em debates que ficarão para sempre disponíveis na Internet para quem buscar por seu nome.

Entrevista concedida à Revista Planeta Renner em 10/12/2009.

Entrevistas como esta costumam ser feitas para a elaboração de matérias, portanto nem tudo acaba sendo publicado. Eventualmente são aproveitadas apenas algumas frases a título de declarações do entrevistado. Para não perder o que eu disse na hora da entrevista, costumo gravar ou dar entrevistas por escrito. A íntegra do que foi falado você encontra aqui. Se achar que este texto pode ajudar alguém, use o formulário abaixo para compartilhar.

Mario Persona é consultor, escritor e palestrante. Veja emwww.mariopersona.com.br

UM CONTADOR DE HISTÓRIAS

Com seu estilo inconfundível, o palestrante Mario Persona transforma grandes questões em conceitos simples e de fácil compreensão para qualquer audiência.

Um fino senso de humor e talento de cronista, aliados à experiência empresarial, lhe permitem extrair do banal o extraordinário e transformar "causos" corriqueiros em analogias perfeitas para a vida, carreira e negócios.

Para saber mais sobre o palestrante
clique aqui ou entre em contato para
receber uma proposta. Ou ligue para
(19) 99870-7899 / 99789-7939
contato@mariopersona.com.br

Laura Loft - Diário de uma recepcionista
Laura Loft
Diário de uma recepcionista
Marketing de Gente
Marketing
de Gente
Receitas de Grandes Negócios
Receitas de
Grandes Negócios
Gestão de Mudanças
Gestão de
Mudanças
Crônicas de uma Internet de verão
Crônicas de uma
Internet de verão
Marketing Tutti-Frutti
Marketing
Tutti-Frutti
Dia de Mudança
Dia de
Mudança
Crônicas para ler depois do fim do mundo
Crônicas para ler
depois do fim do mundo
Eu quero um refil!
Eu quero
um refil!
Meu carro sumiu!
Meu carro
Sumiu!
Moving ON
Moving
ON
Uma luta pela vida
Uma luta pela vida
Lia Persona Hadley
O Evangelho em 3 minutos - Mateus
O Evangelho em 3 minutos
Mateus
O Evangelho em 3 minutos - João
O Evangelho em 3 minutos
João
O que respondi - Vol. 1
O que respondi
Vol. 1
O que respondi - Vol. 2
O que respondi
Vol. 2
O que respondi - Vol. 3
O que respondi
Vol. 3
O que respondi - Vol. 4
O que respondi
Vol. 4
O que respondi - Vol. 5
O que respondi
Vol. 5
O que respondi - Vol. 6
O que respondi
Vol. 6
O que respondi - Vol. 7
O que respondi
Vol. 7
O que respondi - Vol. 8
O que respondi
Vol. 8
O que respondi - Vol. 9
O que respondi
Vol. 9
Você encontra os livros de Mario Persona também nestes endereços: