ENTREVISTA

ENTREVISTA DE EMPREGO

Fui entrevistado pelo site da Revista Exame para uma matéria sobre carreira e entrevista para novo emprego. A íntegra da entrevista você encontra aqui.



P. Durante uma entrevista de emprego, quais os principais pontos que o candidato deve se atentar? 

Mario Persona -
 O primeiro é, sem dúvida, sua aparência. As pessoas ainda julgam o livro pela capa, portanto é preciso se apresentar na entrevista com uma aparência condizente com a imagem e cultura da empresa. Uma entrevista de emprego vestido de bermudas e camiseta, que poderia funcionar em uma empresa jovem e voltada para o mercado de games, seria um desastre numa entrevista para um posto em um banco, por exemplo.

Saber por que deseja trabalhar naquela empresa em especial é importante, portanto o candidato deve procurar pesquisar o máximo sobre a empresa. Neste caso é preciso cuidado se o candidato for daqueles que atira currículos para todos os lados, pois poderá se enganar na hora de apresentar as razões certas para a empresa errada.

Outro ponto importante é ter bem claro em mente o valor que pretende agregar à empresa. Os candidatos mais novos costumam encarar a empresa contratante como se fosse uma escola que lhes dará experiência, mas nenhuma empresa gosta de ser vista assim. Empresas são entidades em busca de lucro e contratam pessoas para ajudar neste sentido, não para formá-las e depois perdê-las para a concorrência. 

O candidato, na hora da entrevista, deve se comportar como um vendedor que já tem informações daquilo que seu cliente busca de valor, e deve saber traduzir suas competências para serem percebidas como o valor que a empresa pretende agregar ao seu quadro. Ou seja, ele precisa criar na mente do entrevistador a clara idéia de ser exatamente a pessoa que buscam, ou ao menos aquela que poderá ser a ideal com o mínimo de investimento em capacitação.

É bom também ter uma história bem traçada de suas últimas atividades para não ser pego de surpresa. Mentir em entrevistas é péssimo, pois o tempo será capaz de revelar a verdade e isso poderá ser constrangedor no futuro. Se não lhe custar o emprego, poderá custar promoções que dependam de confiabilidade.

P. Como a expressão corporal pode exercer influência sobre o recrutador?

Mario Persona -
 Todo profissional deveria gastar algum tempo lendo um livro de expressão corporal para se preparar, não só para uma entrevista de emprego, mas para toda a sua vida profissional. Nosso corpo envia continuamente mensagens positivas e negativas, e um candidato a emprego faz isso de forma amplificada, por se tratar de um momento de grande estresse.

Sua postura na cadeira, o modo de sentar, de cruzar as pernas, a posição dos braços, os gestos com as mãos, os tiques nervosos - tudo irá revelar aquilo que ele realmente é por detrás das belas palavras que tenta formular. Um entrevistador experiente estará atento aos mínimos sinais de contradição. Quando ficar em dúvida, o entrevistador acreditará mais no que vê do que no que ouve.

Tocar frequentemente o próprio corpo denota insegurança e até mentira em alguns casos. Virar os olhos nas órbitas pode enviar sinais de impaciência com as perguntas. As mãos gesticulando de forma divorciada da fala pode indicar falta de clareza e segurança nas idéias. Até o corte do cabelo fala muita coisa acerca do candidato. Se for mulher e jovem, e estiver se candidatando a um cargo que exige rapidez, o melhor penteado é o rabo-de-cavalo. Para uma posição de liderança, cabelos curtos costumam dar maior seriedade. A cor da roupa na entrevista também tem seu peso. O azul dá sobriedade e ar de inteligência. Enfim, tudo comunica.

P. Como fazer marketing pessoal sem parecer egocêntrico?

Mario Persona - 
A idéia de marketing pessoal ficou associada ao egocentrismo porque o termo acabou se deteriorando para um sentido de autopromoção. Porém marketing pessoal não é isso, e sim todo um trabalho de identificação, análise e atendimento de necessidades. Mais do que tudo, marketing pessoal é um conjunto de ações que leva o profissional a promover as pessoas de seu relacionamento para que elas o promovam, ao invés de ele fazer isso consigo mesmo.

Um exemplo excelente de marketing pessoal são os cinco primeiros minutos do filme "A lista de Schindler", quando o personagem visita um bar e de diferentes maneiras descobre, analisa e atende as necessidades e desejos das pessoas ali. O garçom que o recebe pergunta aos colegas se conhecem aquele homem e eles dizem que não. Porém, no final da cena, o mesmo garçom está promovendo o personagem como se fosse "o cara". No entanto, em nenhum momento ele se promoveu. O que fez foi promover as pessoas para que elas criassem uma impressão positiva a seu respeito. Isso é marketing pessoal.

P. Quais as dicas para um profissional convencer o recrutador de que ele é o candidato ideal para a vaga? 

Mario Persona -
 Pesquisar bastante a empresa, suas necessidades, sua cultura, o perfil das pessoas que trabalham lá e tentar ao máximo ser uma "metamorfose ambulante". Sem comprometer seu caráter e estilo, ele deve procurar se aproximar da imagem do profissional que a empresa procura. É importante que ele saiba que empresas não contratam máquinas. Máquinas elas compram. 

Na hora de contratar, a empresa quer seres humanos, mas seres humanos que estejam alinhados com os propósitos da empresa, e esses propósitos incluem os valores que a empresa tem ao lado de sua visão e missão. Valores não são comprados, valores são agregados à lista daqueles que a empresa possui, e é isso que o candidato precisa saber levar: valores que realmente sejam significativos.

A dificuldade maior é que valores são coisas que dependem de uma vida prévia, e muitos candidatos, principalmente os iniciantes no mercado de trabalho, nem sempre se preocuparam em cultivar esses valores no tempo da faculdade e dos relacionamentos de amizade. Ao contrário, colecionaram latas e garrafas, ao lado das quais podem ser vistos em todas as fotos de seu perfil no Orkut. E pode ter certeza de que o recrutador vai visitar seu perfil e suas fotos no Orkut, e isso vai falar bem mais alto do que um currículo feito no capricho. Como escreveu Emerson, “Aquilo que você é soa tão alto que mal posso ouvir o que você diz”.

Entrevista concedida ao site da Revista Exame em 19/07/2010.

Entrevistas como esta costumam ser feitas para a elaboração de matérias, portanto nem tudo acaba sendo publicado. Eventualmente são aproveitadas apenas algumas frases a título de declarações do entrevistado. Para não perder o que eu disse na hora da entrevista, costumo gravar ou dar entrevistas por escrito. A íntegra do que foi falado você encontra aqui. Se achar que este texto pode ajudar alguém, use o formulário abaixo para compartilhar.

Mario Persona é consultor, escritor e palestrante. Veja emwww.mariopersona.com.br

UM CONTADOR DE HISTÓRIAS

Com seu estilo inconfundível, o palestrante Mario Persona transforma grandes questões em conceitos simples e de fácil compreensão para qualquer audiência.

Um fino senso de humor e talento de cronista, aliados à experiência empresarial, lhe permitem extrair do banal o extraordinário e transformar "causos" corriqueiros em analogias perfeitas para a vida, carreira e negócios.

Para saber mais sobre o palestrante
clique aqui ou entre em contato para
receber uma proposta. Ou ligue para
(19) 99870-7899 / 99789-7939
contato@mariopersona.com.br

Laura Loft - Diário de uma recepcionista
Laura Loft
Diário de uma recepcionista
Marketing de Gente
Marketing
de Gente
Receitas de Grandes Negócios
Receitas de
Grandes Negócios
Gestão de Mudanças
Gestão de
Mudanças
Crônicas de uma Internet de verão
Crônicas de uma
Internet de verão
Marketing Tutti-Frutti
Marketing
Tutti-Frutti
Dia de Mudança
Dia de
Mudança
Crônicas para ler depois do fim do mundo
Crônicas para ler
depois do fim do mundo
Eu quero um refil!
Eu quero
um refil!
Meu carro sumiu!
Meu carro
Sumiu!
Moving ON
Moving
ON
Uma luta pela vida
Uma luta pela vida
Lia Persona Hadley
O Evangelho em 3 minutos - Mateus
O Evangelho em 3 minutos
Mateus
O Evangelho em 3 minutos - João
O Evangelho em 3 minutos
João
O que respondi - Vol. 1
O que respondi
Vol. 1
O que respondi - Vol. 2
O que respondi
Vol. 2
O que respondi - Vol. 3
O que respondi
Vol. 3
O que respondi - Vol. 4
O que respondi
Vol. 4
O que respondi - Vol. 5
O que respondi
Vol. 5
O que respondi - Vol. 6
O que respondi
Vol. 6
O que respondi - Vol. 7
O que respondi
Vol. 7
O que respondi - Vol. 8
O que respondi
Vol. 8
O que respondi - Vol. 9
O que respondi
Vol. 9
Você encontra os livros de Mario Persona também nestes endereços: