Mario Persona CAFE - Crônicas de vida, carreira e negócios.

"É prova de alta cultura dizer as coisas mais profundas
do modo mais simples" -
Ralph Waldo Emerson 

Mario Persona é palestrante, escritor, conferencista, consultor, tradutor, professor de comunicação e marketing.

Mario Persona é palestrante, escritor, conferencista, consultor, tradutor, professor de comunicação e marketing.

Mario Persona CAFE

Últimas - Mario Persona CAFE Arquivos - Mario Persona CAFE Receba - Mario Persona CAFE Envie - Mario Persona CAFE Contato - Mario Persona CAFE

Quer publicar estas crônicas em seu site?

[Anterior: "Meu pai, o Opala e eu"] [Página Inicial] [Próximo: "Imagem e marketing político"]

26/08/2008 Ai que fome!
por Mario Persona

Ufa! Ainda bem que terminaram os Jogos Olímpicos. É frustrante ver tanta gente em boa forma na hora do jantar. Quase posso ouvir meu prato dizer, como em filme policial: "Tudo o que você comer poderá ser usado contra você".

Até que consegui perder uns quilinhos nos últimos três meses. Apertei o cinto de 93 para 87 quilos reduzindo a atividade do maxilar e aumentando a das pernas. É fácil perder peso. Nos últimos anos perdi peso várias vezes.

Emagreço quando dou palestras, por manter a boca ocupada. Como não dou palestra 24 horas, decidi criar minha própria dieta: saladas, frutas e fomes. Isso mesmo, no plural, porque a fome é muita. Eu já tinha me esquecido da sensação de fome. Qual foi a última vez que você teve uma fome daquelas de quando era criança?

No tempo em que maiô ainda era de lã, daquele que parecia coador ao sair da água, eu treinava natação. No fim do treino eu devorava um pão com mortadela na cantina do clube. Quando dava sorte vinham dois palitos, um em cada metade, que eu lambia e mastigava para não desperdiçar nem um gostinho sequer, tamanha era a fome. Outro dia vi uma foto da época e lembrei-me dos palitos. Eu era assim, fininho.

Não tinha esse negócio de salgadinho e batata frita. Naquele tempo quem quisesse comer batata frita precisava pedir à mãe na véspera. Ela ia comprar a batata, descascar, esquentar o óleo, fritar, secar e... mandar você esperar, porque faltavam duas horas para o almoço.

Hoje não. Basta rasgar a embalagem e a batata está ali, dourada, crocante, deliciosa! E cheia de gordura, aromatizante, sal e glutamato monossódico, para o seu corpo se transformar numa verdadeira represa de retenção de líquidos. Se continuar assim, as balanças de nova geração virão graduadas em arrobas.

Até as revistas estão se adaptando aos tempos rotundos. Outro dia vi uma revista dessas de gente chique que joga golfe. Meu olho de arquiteto percebeu que as fotos das socialities e emergentes tinham sido esticadas na vertical.

As empresas começam a abrir os olhos para o problema da obesidade e você já encontra cardápios light nos refeitórios. O problema é que eles ficam ao lado daquela fonte de suco de maracujá que é puro açúcar.

A campanha pela saúde no trabalho só tende a crescer, porque a banha precisa diminuir. Gordura demais faz cair a produtividade e a barriga para fora da calça. Daqui a pouco vai ser preciso incluir no currículo peso e medidas de busto e quadris. Pode apostar que será decisório na contratação, como já é a questão do fumo.

Qualidade na vida e no trabalho é um tema para o qual tenho sido convidado para falar com uma freqüência cada vez maior. Daí minha urgência em perder dez quilos e ganhar dez anos. Dou-me por feliz por não fumar, não ter fígado flex e nem ser viciado em doces. Portanto é só diminuir a quantidade do que entra pela boca e aumentar o que sai pelos poros. Para isso faço caminhada ouvindo meu i-Pobre, uma versão barata do i-Pod.

A campanha contra o fumo nas grandes empresas vai ganhando características aterradoras. Visitei uma que começou criando uma sala para fumantes, depois um espaço fora de cada prédio e, finalmente, distribuiu quiosques pelas centenas de metros quadrados do terreno onde ficam suas instalações. O passo seguinte foi fazer uma parceria com a chuva e eliminar as coberturas dos pontos.

Agora a empresa está eliminando pontos intermediários para o fumante ser obrigado a caminhar dezenas de metros até o ponto mais próximo. Se correr, dá tempo de acender, tragar uma vez e voltar.

De olho nesse novo padrão de consumo, em breve os fabricantes devem lançar cigarros menores, ou mesmo picotados, para você fumar só um pedacinho. E a indústria da reciclagem vai querer o seu quinhão, lançando maços de bitucas ou baganas remanufaturadas.

resenha resenhas resumo resumos livro livros crítica críticas opinião opiniões literatura literaturas comentário comentários

Estresse, Auto-Estima, Saúde e Trabalho
SIMON L. DOLAN
O estresse atinge, hoje, milhões de trabalhadores em todo mundo e causa um forte impacto na vida e na dinâmica das empresas e instituições. O livro nos ajuda e entender, dominar e canalizar essa doença da vida moderna para o sentido positivo, com o objetivo de aumentar a performance humana. Certamente uma obra que merece ser lida por todos os profissionais que são responsáveis em gerar resultados e que compreendem que uma empresa menos estressada é mais produtiva, contribuindo para que seus clientes, colaboradores e fornecedores possam trabalhar e viver melhor.

E a gorjeta, doutor?


Respostas: 3 Pessoas comentaram. E você, qual é sua opinião?

Dei muita risada lendo seu texto.
trabalho com roupas para gordinhas, e todas após a compra vão embora me dizendo " até nunca mais," no outro mês estão lá de volta. Outro dia uma cliente me pediu um nº de roupa. trás o 52. levei ñ deu. trás o 54 tb ñ deu, o 56,ñ deu. por fim ela me disse:
-trás o 58 e uma faca pra eu cortar os pulsos. kkkkkkkk. o pior é q eu começei na empresa a 11 anos atras com 49 kilos e já estou com 55.
Meu prato todos os dias me diz exatamente isso.

abraco.

Enviado por Eliene em 31/10/2009


Parabens pelo texto!

Dei muita risada enquanto lia o seu texto.

Enviado por Rosirene em 01/04/2009


Ótimo texto, Mario, parabéns...!
Devo confessar que minha barriga conversou muito comigo (e em voz alta) enquanto lia este texto!
Logo suas pérolas estarão em meu blog.
Beijo e sucesso!

Enviado por Carol Mensen em 15/09/2008


Publique aqui seu Comentário. Ele ficará visível nesta página. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião do autor deste blog.

Quer falar em particular? Envie um e-mail para
contato@mariopersona.com.br

*Nome (obrigatório):

E-Mail (opcional):

Site (opcional):

Comentário

Código de segurança anti-spam:
Digite aqui em letras maiúsculas)


Leia outros textos nos
arquivos.

Gostou do CAFÉ?
Anote no guardanapo e convide alguém!

De: ....
Para:
Comentário:


*Preencha todos os campos.

Mario Persona CAFE


Subscribe Free
Add to my Page

Cardápio Profissional:

Palestra Palestra com Manteiga
Planejamento Planejamento Light
Comunicação Comunicação Quente
Redação Redação com Ovomaltine
Tradução Tradução Inglesa
Experiência Experiência ao Ponto
Imprensa Imprensa na Chapa
Contato Fale com o Garçom

After Hours: Quero Contar, True Stories, Chapter-A-Day, O Pintor em Minha Janela

Copie o endereço RSS para seu leitor de feed O que é RSS?

Livros de Mario Persona

"Ser alguém é ter uma história para contar."
Isak Dinesen

Curioso para saber quem sou? Ok, você pediu. Para poupá-lo, vou começar nos anos 70. Após a fase mauricinho, virei hippie. Isso mesmo. Compus, cantei e toquei em festivais, vivi 3 anos só de macrobiótica e vesti bata de algodão de saco de farinha. Despojamento exterior de um Gandhi, mas vivendo como a rainha da Inglaterra, PAItrocinado no conforto de um apê só meu no Guarujá e faculdade particular em Santos.

Fim dos anos 70, desenhista, designer de ambientes e cartunista, recém formado arquiteto, metido em movimentos de contracultura e volta à natureza, fui morar no mato. Comprei um sítio após uma tentativa frustrada de morar numa comunidade. Onde? Alto Paraiso, GO. Foram 3 anos cantando "Refazenda", criando carrapatos, plantando mato e comendo arroz integral com gersal.

Foi também no fim dos 70 que nasci de novo, após três anos errando à procura de um sentido para a vida em filosofias do extremo oriente. Minha procura terminou no oriente médio
e os anjos ficaram alegres.

Voltei à civilização para continuar a carreira de arquiteto. Tive escritório de arquitetura, fui vendedor de materiais de acabamento, negociador no Banco Itaú e Cia do Metrô, editor de publicações cristãs da Verdades Vivas, tradutor técnico e diretor de comunicação e marketing da Widesoft.

Dinossauro da Internet no Brasil, em 1996 criei meu primeiro site, o bilíngüe
True Stories, seguido do trilíngüe Chapter-A-Day. Trabalhando na Widesoft, criei a comunidade Widebiz e ultimamente mantenho alguns blogs, como este CAFE, o biográfico Quero Contar e o devocional O Pintor em Minha Janela.

Hoje sou
palestrante, escritor, professor e estrategista de comunicação e marketing, além de garçom aqui no Mario Persona CAFE. Para saber mais é só clicar nos docinhos do cardápio profissional lá no alto.

Descobri o ócio criativo e faço que gosto trabalhando em casa. Meus clientes nunca iam ao meu escritório — nem eu — por isso decidi assumir o modelo home-office, conectado a um atendimento profissional, empresas parceiras, ao meu filho
Lucas Persona e aos meus clientes. Adotei o modelo futuro no presente.

Ao lado de minha mesa fica a poltrona de meu filho Pedro, que passa o dia escutando música. Quem é Pedro? Esta é uma outra história que você encontra no livro
"Uma Luta pela Vida", de minha filha Lia Persona, ou acompanhando o blog Quero Contar .

Com tanta
gente lendo meus textos, visitando meu site, assistindo minhas palestras, costumo receber um bom número de e-mails de leitores. Mas nenhum foi tão enigmático quanto aquele que trazia apenas uma pergunta: "Por que você se chama Mario Persona?".

"Você é o contador de histórias de sua própria vida, e poderá ou não criar sua própria lenda."
Isabel Allende



Vida, Carreira & Negócios - PodcastOneVida, Carreira & Negócios - PodcastOne


Powered By Greymatter

Copie o endereço RSS para seu leitor de feed O que é RSS?

 

 

Home | Planejamento | Comunicação | Redação | Tradução | Palestras | Coaching | Crônicas | Experiência | Imprensa | Contato

© Mario Persona Consultoria Ltda. contato@mariopersona.com.br Tel (19) 3038-4283 / Cel (19) 9789-7939 - Limeira - SP - Brasil

moving on, marketing de gente, gestão de mudanças em tempos de oportunidades, receitas de grandes negócios, crônicas de uma internet de verão


© Mario Persona

BlogBlogs.Com.Br Who links to my website?