Mario Persona CAFE - Crônicas de vida, carreira e negócios.

"É prova de alta cultura dizer as coisas mais profundas
do modo mais simples" -
Ralph Waldo Emerson 

Mario Persona é palestrante, escritor, conferencista, consultor, tradutor, professor de comunicação e marketing.

Mario Persona é palestrante, escritor, conferencista, consultor, tradutor, professor de comunicação e marketing.

Mario Persona CAFE

Últimas - Mario Persona CAFE Arquivos - Mario Persona CAFE Receba - Mario Persona CAFE Envie - Mario Persona CAFE Contato - Mario Persona CAFE

Quer publicar estas crônicas em seu site?

[Anterior: "O avião pousou!"] [Página Inicial] [Próximo: "Incontestável contexto"]

06/08/2007 O livro que meu aluno escreveu
por Mario Persona

"As três aulas que tivemos com você foram ótimas. Eu acho que para passar informação precisa ser informal, e é assim que a gente aprende muito nas suas aulas, nos seus livros e nos sites que você indicou..."

A princípio achei que esse elogio rasgado que chegou no primeiro e-mail que recebi de um aluno do curso de MBA em Gestão de Empresas de Tecnologia da Informação em 2002 tinha a intenção de agradar para garantir nota. Engano meu. Com o tempo e a correspondência, que continuou depois do fim do curso, percebi que era sincero e que eu podia aprender com aquele aluno.

Quando é que um professor aprende com um aluno? Quando encontra alguém ávido por aprender, que instigue o professor a cumprir o seu papel:

"Você vai nos dar retorno sobre nossos trabalhos? É sempre bom ter comentários e feedback, para poder melhorar o nosso desempenho da próxima vez."

Aquele aluno não só me estimulava a ensinar, mas também me ajudava a aprender. Como aconteceu com a lição que enviou no e-mail que justificava o atraso na entrega de um trabalho:

"Estou ciente de que meu trabalho não foi entregue e peço desculpas. Minha semana foi corrida (como a de todo mundo) e tive a oportunidade de apresentar meu outro trabalho de Knowledge Management (o mesmo que você viu) para um evento da Sociedade do Conhecimento na FEI".

Quem sou eu para achar que meia dúzia de páginas digitadas apenas para meus olhos seriam mais importantes que uma apresentação pública? Saber definir prioridades de longo alcance é característico do profissional de sucesso, e logo vi que o cara dominava o assunto.

Afinal, não é qualquer garoto que sai da França com a cara e a coragem para estudar e trabalhar no Brasil, por enxergar aqui um potencial maior para profissionais de TI. Isso enquanto alguns jovens estão loucos para fazer o caminho inverso por enxergarem... que é mais chique viver em Paris?

As lições continuaram a chegar, às vezes dando um novo significado às coisas que inconscientemente transmiti:

"Suas aulas me ajudaram também a confirmar um fato que eu acho muito relevante: se você compartilhar, você ganha muito mais em retorno! Uma lição simples mas sempre difícil de pôr em prática."

De alguma forma ele havia entendido que "mais bem-aventurada coisa é dar do que receber". Pessoas egoístas não crescem e há tesouros que só aumentam quando são compartilhados.

Meu curso "Aprenda com seu aluno" continuou com meu aluno me ajudando a enxergar a percepção de quem estava do outro lado da cátedra:

"Tivemos algumas outras aulas bastante teóricas. De qualquer forma o importante não é o conteúdo -- que a gente vai esquecer rápido -- mas sim o jeito de criar, gerenciar e compartilhar esse conteúdo!"

Bingo! O conteúdo muda constantemente, mas a forma de gerá-lo e transmiti-lo permanece e até pode ser aperfeiçoada. Afinal, o conteúdo mutável de minhas aulas não faria qualquer sentido se não fosse colocado em prática com esforço e perseverança, lição de seu e-mail seguinte:

"Trabalho duro também (parece que ninguém trabalha 'mole', ou ninguém fala) e já tenho algum reconhecimento por parte da empresa. Passei duas semanas em um projeto na Califórnia... Foi um sucesso... Esta vida toda é bem cansativa e é preciso ter muita energia no nosso dia a dia... Vou tentar achar um tempo para ler seu livro, mas você terá de ler o meu quando for publicado!"

Não sei se Adrién Bisson teve tempo de ler meu livro, mas certamente teve tempo de escrever o seu. Sim, este cujo resumo você acaba de ler aqui em seus e-mails e que foi lido também em sua versão completa pelas pessoas que conviveram com ele. Um livro breve como sua vida, encerrada aos 29 anos enquanto trabalhava no prédio atingido pelo avião da TAM.

resenha resenhas resumo resumos livro livros crítica críticas opinião opiniões literatura literaturas comentário comentários

Ensinar Aprendendo: Novos Paradigmas na Educação
ICAMI TIBA

Quanto custa para o país um mau governante? Quais são os danos ao planeta provocado por pessoas inescrupulosas? Qual é o mal que causa à sociedade um não-cidadão? Qual é a qualidade de vida de uma pessoa sem estudos?

Estas perguntas nos levam à mesma conclusão: os educadores têm muito trabalho pela frente, pois sob todos os aspectos, é desastrosa a falta que faz a Educação na vida de uma pessoa. Os resultados do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), do Ministério da Educação em 2005, desfazem inúmeros pré-conceitos sobre as características das melhores escolas brasileiras. Muitas são as surpresas: grandes nomes, tamanho de escolas, sistemas de ensino etc. O que não nos surpreende, porém, é a prova empírica de que o corpo docente é que faz a diferença. A preparação intelectual do professor, através de pós-graduações, mestrados e doutorados tem relação direta com o ranking das melhores escolas do país.
Esse fato, entretanto, não deve ser encarado de forma isolada, mas sim como estopim de um circulo virtuoso: bons professores - melhor ensino - maior vontade de aprender dos alunos - melhores alunos - melhores mestres (alunos) - melhores professores.
Questões fundamentais na relação professor-aluno são abordadas nesta nova edição revista e ampliada de Ensinar Aprendendo. Nesta obra, o psiquiatra e educador Içami Tiba aborda o ato de ensinar aprendendo sob novos paradigmas da Educação. Dentre eles, a necessidade de o professor ter consciência de que está ajudando a construir um país quando capacita o aluno a ser um profissional competente e um cidadão consciente da sua importância na composição da sociedade.


E a gorjeta, doutor?


Respostas: 2 Pessoas comentaram. E você, qual é sua opinião?

Olá Porf. Mario Persona
Estou graduando no curso de Sistema de Informação, e venho percebendo que as coisas vão crescendo e mudando num ‘piscar de olhos’, às vezes penso que estou num mundo selvagem todo mundo querendo engolir todo mundo.
As coisas cada vez mais ficam complexas, teorias complexas, você concorda comigo.
Eu penso que as coisas poderiam ser mais claras os dizeres são muito complexos, sito que pessoas simples que poderiam ser ótimos empreendedores acabam desistindo ou pessoas não levam fé por não ter o tal conhecimento complexo. Já vi situações em que pessoas simples têm idéias geniais.
As vezes me paro perguntado por que é tão complexo o que na pratica é simples?
Você concordaria comigo, será que tem ave o que eu penso.
Aguardo.

Enviado por ******* em 09/08/2007


Acabo de receber um email com o texto acima "O livro que meu aluno escreveu".
Estou emocionada não somente pelas linhas expressas, mas pelo sentimento que exala cada letra desse seu maravilhoso texto.

Se puder, visite a Janela da Vocação do meu site e o projeto "Missão Educar'

Obrigada por compartilhar essa sensibilidade.
Com carinho
Eliane Gonçalves***

Enviado por Eliane em 06/08/2007


Publique aqui seu Comentário. Ele ficará visível nesta página. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião do autor deste blog.

Quer falar em particular? Envie um e-mail para
contato@mariopersona.com.br

*Nome (obrigatório):

E-Mail (opcional):

Site (opcional):

Comentário

Código de segurança anti-spam:
Digite aqui em letras maiúsculas)


Leia outros textos nos
arquivos.

Gostou do CAFÉ?
Anote no guardanapo e convide alguém!

De: ....
Para:
Comentário:


*Preencha todos os campos.

Mario Persona CAFE


Subscribe Free
Add to my Page

Cardápio Profissional:

Palestra Palestra com Manteiga
Planejamento Planejamento Light
Comunicação Comunicação Quente
Redação Redação com Ovomaltine
Tradução Tradução Inglesa
Experiência Experiência ao Ponto
Imprensa Imprensa na Chapa
Contato Fale com o Garçom

After Hours: Quero Contar, True Stories, Chapter-A-Day, O Pintor em Minha Janela

Copie o endereço RSS para seu leitor de feed O que é RSS?

Livros de Mario Persona

"Ser alguém é ter uma história para contar."
Isak Dinesen

Curioso para saber quem sou? Ok, você pediu. Para poupá-lo, vou começar nos anos 70. Após a fase mauricinho, virei hippie. Isso mesmo. Compus, cantei e toquei em festivais, vivi 3 anos só de macrobiótica e vesti bata de algodão de saco de farinha. Despojamento exterior de um Gandhi, mas vivendo como a rainha da Inglaterra, PAItrocinado no conforto de um apê só meu no Guarujá e faculdade particular em Santos.

Fim dos anos 70, desenhista, designer de ambientes e cartunista, recém formado arquiteto, metido em movimentos de contracultura e volta à natureza, fui morar no mato. Comprei um sítio após uma tentativa frustrada de morar numa comunidade. Onde? Alto Paraiso, GO. Foram 3 anos cantando "Refazenda", criando carrapatos, plantando mato e comendo arroz integral com gersal.

Foi também no fim dos 70 que nasci de novo, após três anos errando à procura de um sentido para a vida em filosofias do extremo oriente. Minha procura terminou no oriente médio
e os anjos ficaram alegres.

Voltei à civilização para continuar a carreira de arquiteto. Tive escritório de arquitetura, fui vendedor de materiais de acabamento, negociador no Banco Itaú e Cia do Metrô, editor de publicações cristãs da Verdades Vivas, tradutor técnico e diretor de comunicação e marketing da Widesoft.

Dinossauro da Internet no Brasil, em 1996 criei meu primeiro site, o bilíngüe
True Stories, seguido do trilíngüe Chapter-A-Day. Trabalhando na Widesoft, criei a comunidade Widebiz e ultimamente mantenho alguns blogs, como este CAFE, o biográfico Quero Contar e o devocional O Pintor em Minha Janela.

Hoje sou
palestrante, escritor, professor e estrategista de comunicação e marketing, além de garçom aqui no Mario Persona CAFE. Para saber mais é só clicar nos docinhos do cardápio profissional lá no alto.

Descobri o ócio criativo e faço que gosto trabalhando em casa. Meus clientes nunca iam ao meu escritório — nem eu — por isso decidi assumir o modelo home-office, conectado a um atendimento profissional, empresas parceiras, ao meu filho
Lucas Persona e aos meus clientes. Adotei o modelo futuro no presente.

Ao lado de minha mesa fica a poltrona de meu filho Pedro, que passa o dia escutando música. Quem é Pedro? Esta é uma outra história que você encontra no livro
"Uma Luta pela Vida", de minha filha Lia Persona, ou acompanhando o blog Quero Contar .

Com tanta
gente lendo meus textos, visitando meu site, assistindo minhas palestras, costumo receber um bom número de e-mails de leitores. Mas nenhum foi tão enigmático quanto aquele que trazia apenas uma pergunta: "Por que você se chama Mario Persona?".

"Você é o contador de histórias de sua própria vida, e poderá ou não criar sua própria lenda."
Isabel Allende



Vida, Carreira & Negócios - PodcastOneVida, Carreira & Negócios - PodcastOne


Powered By Greymatter

Copie o endereço RSS para seu leitor de feed O que é RSS?

 

 

Home | Planejamento | Comunicação | Redação | Tradução | Palestras | Coaching | Crônicas | Experiência | Imprensa | Contato

© Mario Persona Consultoria Ltda. contato@mariopersona.com.br Tel (19) 3038-4283 / Cel (19) 9789-7939 - Limeira - SP - Brasil

moving on, marketing de gente, gestão de mudanças em tempos de oportunidades, receitas de grandes negócios, crônicas de uma internet de verão


© Mario Persona

BlogBlogs.Com.Br Who links to my website?