Mario Persona CAFE - Crônicas de vida, carreira e negócios.

"É prova de alta cultura dizer as coisas mais profundas
do modo mais simples" -
Ralph Waldo Emerson 

Mario Persona é palestrante, escritor, conferencista, consultor, tradutor, professor de comunicação e marketing.

Mario Persona é palestrante, escritor, conferencista, consultor, tradutor, professor de comunicação e marketing.

Mario Persona CAFE

Últimas - Mario Persona CAFE Arquivos - Mario Persona CAFE Receba - Mario Persona CAFE Envie - Mario Persona CAFE Contato - Mario Persona CAFE

Quer publicar estas crônicas em seu site?

[Anterior: "Ele é o cara!"] [Página Inicial] [Próximo: "Guerra de Canudos"]

19/03/2007 O coelho
por Mario Persona

Depois de entrar para a lista dos dez escritores mais odiados pelas crianças, graças à crônica que escrevi em dezembro revelando que o Papai Noel vermelho e rechonchudo foi invenção da Coca-Cola, chegou a hora de revelar algumas verdades sobre o coelho da páscoa.

O coelho é um mamífero que põe ovos de chocolate. Como pode ser ovíparo e mamífero? Bem, ele põe ovos de chocolate ao leite. Se acha estranho, imagine o ornitorrinco, mamífero que põe ovos, e tem bico e nadadeiras de pato! Antes que me pergunte, os ornitorrincos não são parentes dos otorrinos, que são mamíferos, mas não põem ovos.

Pode tirar da cabeça a idéia de colocar um ovo de páscoa para chocar. Vai derreter e não vai nascer coelho algum. Ninguém explica como é que o coelho, que só põe ovos nesta época do ano, consegue procriar tanto. Um amigo que criava coelhos dizia que nunca sabia quantos tinha em sua criação. Quando terminava de contar precisava recomeçar.

Nesta época os coelhos trabalham pra valer. Em 2006 foram mais de 20 toneladas de ovos gerando 25 mil empregos. Em 2007 a expectativa é de faturar mais de 600 milhões de reais. Incluí estes números aqui porque você pode querer ler minha crônica no trabalho e números sempre dão cara de coisa séria. Seu chefe vai pensar que você está se informando.

É estranha essa simbiose entre a indústria e o coelho, pois este ajuda a indústria a vender ovos, mas a indústria não está nem aí para ajudar a vender coelhos. Quem quer comprar coelhos? O açougue, oras. Você não sabia que, apesar de não sair de casa sem quatro pés de coelho, o azarado animal sempre acaba virando guisado e casaco de peles? Já comi coelho, mas não comi tranqüilo. Sempre tinha a impressão de que iria encontrar um pelinho.

Nem todo coelho põe ovos. O Tambor, por exemplo, amigo do Bambi, só fica batendo o pé. Mas é um coelhinho simpático, do bem. Já o Pernalonga é sacana, vive aprontando. Ambos têm toca em Beverly Hills, trabalham em Hollywood e ajudam a vender filmes. O coelho da páscoa, coitado, nem nome tem. É explorado.

Mas o coelho não é o único animal usado sem qualquer pudor para promover alguma coisa. Nos Estados Unidos o elefante ajuda a promover os republicanos e o burro promove os democratas. Lá burro deve significar outra coisa, porque aqui nenhum partido político iria querer ser promovido por um burro.

A idéia de usar o coelho e seus ovos está na imagem de fertilidade que dão ao conceito de páscoa que a cristandade emprestou do paganismo. Na religião celta havia uma deusa-lebre que botava ovos para as crianças bem comportadas. Era Eostre, deusa da fertilidade, das lebres, dos ovos e da primavera, parente da Ishtar dos acádios, Asterote dos filisteus, e Astarte dos gregos.

Na cultura original judaico-cristã, a palavra “páscoa” significava que a morte podia “passar por cima” e poupar quem já tivesse providenciado um sacrifício, um cordeiro para morrer em seu lugar. Era símbolo de morte, não de fertilidade.

Mas quando o negócio é vender, qualquer coelho serve. Se conseguir vender pilhas de ovos a toque de bumbo, melhor ainda. Êpa! Acho que misturei os coelhinhos.

O coelho não apenas vende ovos, como também ajuda a indústria do chocolate a livrar a cara. Num Brasil a quarenta graus, o que não falta nos postos de saúde nesta época do ano é fila de crianças com urticária e alergia. Culpa de quem? Do coelho, é claro. Alergia ao pelinho.

Agora, falando sério, eu diria que dificilmente um coelho conseguiria por um ovo desses de quase um quilo que a gente vê nos supermercados. Existe uma incompatibilidade anatômica e, ainda que os bichinhos se esforçassem, jamais sairia oval. No máximo oblongo.

Acho que a Sociedade Protetora dos Animais deveria interferir nessa história de usar coelhos para produzir ovos de páscoa. Ou, pelo menos, regulamentar a profissão do coelho e obrigar a indústria a alterar a fórmula da ração, para produzir ovos mais macios e confortáveis. Mesmo assim, para o bem dos coelhos, acho que um ovo deveria ser terminantemente proibido. O ovo crocante.


resenha resenhas resumo resumos livro livros crítica críticas opinião opiniões literatura literaturas comentário comentários

Outras Lições que a vida Ensina e a Arte Encena
Marcia Luz / Douglas Peternela
Objetiva e prática, a obra utiliza filmes de cinema como recurso para aprendizagem e desenvolvimento pessoal. São 106 filmes diferentes, com mais de 350 cenas indicadas, fruto de minuciosa pesquisa e muitas horas de trabalho. Os autores utilizam filmes para treinamentos, desenvolvimento e até na seleção dos talentos na organização. Cheio de analogias, metáforas e exemplos, o livro é uma excelente fonte de consulta para treinamentos de RH, comunicação, marketing e vendas, além de valor inestimável em workshops de liderança e gestão de talentos. O livro aborda temas bastante atuais como espírito de equipe e sinergia , liderança, motivação, diversidade humana, atendimento ao cliente, criatividade, percepção, negociação, vendas, valores, ética, etc. É a sétima arte a serviço da aprendizagem e do desenvolvimento das potencialidades humanas

E a gorjeta, doutor?


Respostas: 7 Pessoas comentaram. E você, qual é sua opinião?

Eeee TAIS ROCHA DIAS, ta doidinha pra ganhar o coelhão da Pascoa da Pepsi nãoé??

kkkkkkkk Boa sorte ^^

Enviado por Paulo em 16/04/2009


Preciso de ajuda quero participar de um sorteio, mas preciso responder uma pergunta "PORQUE O SIMBOLO DA PASCOA É O COELHO SE QUEM PÕE OVOS É A GALINHA" se puder me ajudar eu agradeço.

Enviado por TAIS ROCHA DIAS em 03/04/2009


Não devemos interferir no que para as crianças são o que fazem elas terem esperança de um mundo melhor, se tirarmos isso destas crianças o que sobrará para elas, terem que fantasiar com traficantes pagando cestas básicas, ou ainda promovendo festas de distribuição de brindes para com isso comprarem o silencio das crianças e de seus pais.
Além do que isso é utopia, pois duvido que alguma criança acredite que os ovos de páscoa tem origem nos coelhos.

Enviado por valdirXYZ em 08/05/2007


Te conheci,dia 19 de Abril deste,aqui em ponta Grossa.Voce é o CARA.Beijos, se cuida.

Enviado por Sirlei Segate Caetano em 21/04/2007


Também nunca aceitei porque escolheram o pobre coelho! Aliás, veja se a Galinha não ficaria bem mais de acordo? Se for de granja poe muitos mais ovos. A hipótese da galinha deve ter sido eliminada por algum marketeiro preconceituoso! Não conseguiu imaginar-se dizendo para o filho: Aquela galinha vai trazer ovinhos de presente para você filhinho!! Mas aposto que ele adora as coelhinhas da Playboy...
Parabéns pelo texto tão bem humorado!

Enviado por Jenny Horta em 06/04/2007


Ótimo artigo, são ótimas datas gerando empregos e movimentação de dinheiro que é ótimo para a economia! Seria ótimo se todos os dias as pessoas não tivessem "medo" de gastar dinheiro e tivessem condições para isso :P

Enviado por Marcio Fernandes em 25/03/2007


É...Capitalismo, essa palavra que parece assutadora, e que nos lembra aquelas aulas intermináveis de história no tempo do colégio, nos remete aos tempos atuais, datas comemoativas "inventadas" para que o mercado se aqueça, que nos obriga, a gastar aquele cinquentinha que sobrou no fim do mês, "obriga" parece uma palavra forte, mas é essa palavra mesmo, por exemplo, no dia das mães, e você não der pelo menos um brinco comprado na Uruguaiana por 2 "real", você é um sem consideraçao e não ama sua mãe, se você não der um presente a sua namorada, no dia dos namorados, é capaz até de perder a mulher (para outro que dê um presente, o mais triste é que estão fazendo isso com as datas que perderam o verdadeiro significado como Natal e Páscoa, Natal? ahh do Papai Noel, Páscoa? do Coelhinho! Algumas crianças nem sabem que Natal é o Nascimento de Jesus e Páscoa é a Ressureiçao dele!
Tudo em nome do Capitalismo!!
ai que medooo!

Enviado por Marcelo Roque em 22/03/2007


Publique aqui seu Comentário. Ele ficará visível nesta página. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião do autor deste blog.

Quer falar em particular? Envie um e-mail para
contato@mariopersona.com.br

*Nome (obrigatório):

E-Mail (opcional):

Site (opcional):

Comentário

Código de segurança anti-spam:
Digite aqui em letras maiúsculas)


Leia outros textos nos
arquivos.

Gostou do CAFÉ?
Anote no guardanapo e convide alguém!

De: ....
Para:
Comentário:


*Preencha todos os campos.

Mario Persona CAFE


Subscribe Free
Add to my Page

Cardápio Profissional:

Palestra Palestra com Manteiga
Planejamento Planejamento Light
Comunicação Comunicação Quente
Redação Redação com Ovomaltine
Tradução Tradução Inglesa
Experiência Experiência ao Ponto
Imprensa Imprensa na Chapa
Contato Fale com o Garçom

After Hours: Quero Contar, True Stories, Chapter-A-Day, O Pintor em Minha Janela

Copie o endereço RSS para seu leitor de feed O que é RSS?

Livros de Mario Persona

"Ser alguém é ter uma história para contar."
Isak Dinesen

Curioso para saber quem sou? Ok, você pediu. Para poupá-lo, vou começar nos anos 70. Após a fase mauricinho, virei hippie. Isso mesmo. Compus, cantei e toquei em festivais, vivi 3 anos só de macrobiótica e vesti bata de algodão de saco de farinha. Despojamento exterior de um Gandhi, mas vivendo como a rainha da Inglaterra, PAItrocinado no conforto de um apê só meu no Guarujá e faculdade particular em Santos.

Fim dos anos 70, desenhista, designer de ambientes e cartunista, recém formado arquiteto, metido em movimentos de contracultura e volta à natureza, fui morar no mato. Comprei um sítio após uma tentativa frustrada de morar numa comunidade. Onde? Alto Paraiso, GO. Foram 3 anos cantando "Refazenda", criando carrapatos, plantando mato e comendo arroz integral com gersal.

Foi também no fim dos 70 que nasci de novo, após três anos errando à procura de um sentido para a vida em filosofias do extremo oriente. Minha procura terminou no oriente médio
e os anjos ficaram alegres.

Voltei à civilização para continuar a carreira de arquiteto. Tive escritório de arquitetura, fui vendedor de materiais de acabamento, negociador no Banco Itaú e Cia do Metrô, editor de publicações cristãs da Verdades Vivas, tradutor técnico e diretor de comunicação e marketing da Widesoft.

Dinossauro da Internet no Brasil, em 1996 criei meu primeiro site, o bilíngüe
True Stories, seguido do trilíngüe Chapter-A-Day. Trabalhando na Widesoft, criei a comunidade Widebiz e ultimamente mantenho alguns blogs, como este CAFE, o biográfico Quero Contar e o devocional O Pintor em Minha Janela.

Hoje sou
palestrante, escritor, professor e estrategista de comunicação e marketing, além de garçom aqui no Mario Persona CAFE. Para saber mais é só clicar nos docinhos do cardápio profissional lá no alto.

Descobri o ócio criativo e faço que gosto trabalhando em casa. Meus clientes nunca iam ao meu escritório — nem eu — por isso decidi assumir o modelo home-office, conectado a um atendimento profissional, empresas parceiras, ao meu filho
Lucas Persona e aos meus clientes. Adotei o modelo futuro no presente.

Ao lado de minha mesa fica a poltrona de meu filho Pedro, que passa o dia escutando música. Quem é Pedro? Esta é uma outra história que você encontra no livro
"Uma Luta pela Vida", de minha filha Lia Persona, ou acompanhando o blog Quero Contar .

Com tanta
gente lendo meus textos, visitando meu site, assistindo minhas palestras, costumo receber um bom número de e-mails de leitores. Mas nenhum foi tão enigmático quanto aquele que trazia apenas uma pergunta: "Por que você se chama Mario Persona?".

"Você é o contador de histórias de sua própria vida, e poderá ou não criar sua própria lenda."
Isabel Allende



Vida, Carreira & Negócios - PodcastOneVida, Carreira & Negócios - PodcastOne


Powered By Greymatter

Copie o endereço RSS para seu leitor de feed O que é RSS?

 

 

Home | Planejamento | Comunicação | Redação | Tradução | Palestras | Coaching | Crônicas | Experiência | Imprensa | Contato

© Mario Persona Consultoria Ltda. contato@mariopersona.com.br Tel (19) 3038-4283 / Cel (19) 9789-7939 - Limeira - SP - Brasil

moving on, marketing de gente, gestão de mudanças em tempos de oportunidades, receitas de grandes negócios, crônicas de uma internet de verão


© Mario Persona

BlogBlogs.Com.Br Who links to my website?