Mario Persona CAFE - Crônicas de vida, carreira e negócios.

"É prova de alta cultura dizer as coisas mais profundas
do modo mais simples" -
Ralph Waldo Emerson 

Mario Persona é palestrante, escritor, conferencista, consultor, tradutor, professor de comunicação e marketing.

Mario Persona é palestrante, escritor, conferencista, consultor, tradutor, professor de comunicação e marketing.

Mario Persona CAFE

Últimas - Mario Persona CAFE Arquivos - Mario Persona CAFE Receba - Mario Persona CAFE Envie - Mario Persona CAFE Contato - Mario Persona CAFE

Quer publicar estas crônicas em seu site?

[Anterior: "Prazer, muito prazer."] [Página Inicial] [Próximo: "Quem canta seus leitores espanta"]

08/03/2006 Dia Internacional da Menina e do Machão
por Mario Persona

Acabei de instituir. Vem antes do dia Internacional da Mulher porque para que uma mulher seja mulher ela precisa ser menina. Se não for menina, não continuará sendo mulher. E o machão, onde entra? Em lugar nenhum. Ele sai, porque hoje o dia é dela, e ele odeia isso.

Sabe como eu sei que mulheres são meninas? Porque observei uma. Que idade tinha? Cavalheiros jamais se lembram da idade, só a data de aniversário. Vi quando pegou uma Barbie esquecida num sofá. O que fez? Deu uma arrumadinha nos cabelos da boneca. Meninas de todas as idades continuam fazendo assim. Continuam sendo meninas, mulheres e mães.

Como foi Ruth Handler, que só inventou a Barbie porque viu a filha Barbara brincando com bonecas adultas de papel. "Menina quer ser mulher", pensou ela com seu lado menina antes de colonizar o mundo com mais de um bilhão de bonecas que mulheres de todas as cores, idades e tamanhos continuaram pegando e arrumando os cabelos. Enquanto as feministas arrancavam os seus.

Barbie foi o protótipo do sonho de modelo que existe em cada menina. Ao contrário do que os machões pensam sobre modelos — profissão que virou resposta-padrão de algumas belas sem profissão — mulheres podem ser lindas e inteligentes como a austríaca Hedwig Eva Maria Kiesler. Não sabe quem é? Nome artístico Hedy Lamarr. Ainda não? Aquela atriz de Hollywood que faz tocar seu celular. Não se lembra da Dalila do épico de Cecil B. DeMille? Não, você deve ser mais novo. Então deve ter visto a embalagem do CorelDraw 8. É a cara dela.

Corel 8

Pois é, foi atuando em Hollywood durante a 2ª Guerra que ela inventou um sistema de alteração contínua das freqüências de rádio para guiar torpedos e evitar a interceptação pelo inimigo. A tecnologia é hoje utilizada nas bombas inteligentes e em ligações via celular, inteligentes ou não. Hedy Lamarr era inteligente o suficiente para saber ser bela:

"Qualquer garota pode ser glamorosa. Basta ficar imóvel e parecer burra." — disse ela.

Infelizmente é o que algumas fazem, belas ou não. Gastam a vida imóveis e inúteis, como limpador de pára-brisa quebrado em dia de chuva. Por sinal, também inventado por uma mulher, Mary Anderson. Você, machão, que acha que mulher é sinônimo de burrice, experimente dirigir na chuva sem limpador. Você teria inventado? Sei... e colocado do lado de dentro do pára-brisa, não é? Só para responder com uma piada tão velha quanto aquela que você gosta de contar.

Isso, aquela da loira que usou Liquid Paper na tela do computador. Você conta como se soubesse o que é Liquid Paper, não é machão? Quem sabe escrever conhece. Idéia de uma mulher, Bessie Nesmith, secretária que inventou e ofereceu aos homens de gravata preta e camisa branca da IBM de seu tempo — que acharam a coisa inútil — vendendo depois os direitos para a Gillette por 47,5 milhões de dólares. Tudo isso enquanto machões e meninas imóveis faziam pose por aí. Depois dessa vai ter machão querendo me matar. Vou andar de colete à prova de balas feito de Kevlar, material inventado por Stephanie Louise Kwolek.

As mulheres inventaram também outras coisas para a alegria dos homens. Eu disse 'outras coisas', machão. Para os que gostam de ajudar a mulher com o bebê — você nunca fez isso, não é machão? — mas se atrapalham com as dobras da fralda e o alfinete de segurança, Marion Donovan inventou a fralda descartável. E para quem quer manter distância da pia da cozinha, e geralmente consegue por causa da barriga, Josephine Cochran inventou a máquina de lavar louças. Viva a mulher!

Acho que vou parar por aqui. Em minhas pesquisas encontrei outras invenções femininas na química, física e biologia, mas é melhor não arriscar comentar pois não entendi direito. Talvez por ser homem. Mas acho que já deu para mostrar minha admiração pelas mulheres e também o que acho dos Rambos que existem por aí, que humilham e espancam. Só no Brasil, a cada minuto quatro Rambos provam no rosto de uma mulher que sabem dar patadas.

Houaiss define "machão" como "aquele que tem coragem, que é capaz de enfrentar qualquer empreendimento difícil e perigoso; valentão diz-se de ou homem agressivamente viril, que se mostra excessivamente orgulhoso de sua condição masculina". O que o Rambo não sabe é que, no campo de batalha, o brado mais comum na boca dos bravos moribundos é "Mamãe!".



"Mulher virtuosa quem a achará? O seu valor muito excede ao de rubis. O coração do seu marido está nela confiado; assim ele não necessitará de despojo. Ela só lhe faz bem, e não mal, todos os dias da sua vida.

Como o navio mercante, ela traz de longe o seu pão, levanta-se, mesmo à noite, para dar de comer aos da casa, e distribuir a tarefa das servas. Examina uma propriedade e adquire-a; planta uma vinha com o fruto de suas mãos. Cinge os seus lombos de força, e fortalece os seus braços. Vê que é boa a sua mercadoria; e a sua lâmpada não se apaga de noite: estende as suas mãos ao fuso, e suas mãos pegam na roca.

Abre a sua mão ao pobre, e estende as suas mãos ao necessitado. Não teme a neve na sua casa, porque toda a sua família está vestida de escarlata. Faz para si cobertas de tapeçaria; seu vestido é de seda e de púrpura. Seu marido é conhecido nas portas, e assenta-se entre os anciãos da terra. Faz panos de linho fino e vende-os, e entrega cintos aos mercadores.

A força e a honra são seu vestido, e se alegrará com o dia futuro. Abre a sua boca com sabedoria, e a lei da beneficência está na sua língua. Está atenta ao andamento da casa, e não come o pão da preguiça. Levantam-se seus filhos e chamam-na bem-aventurada; seu marido também, e ele a louva. Muitas filhas têm procedido virtuosamente, mas tu és, de todas, a mais excelente!
Enganosa é a beleza e vã a formosura, mas a mulher que teme ao Senhor, essa sim será louvada."

Rei Lemuel, contando o que aprendera com sua mãe e citado em 950 a.c. pelo Rei Salomão no Livro de Provérbios cap. 31.

resenha resenhas resumo resumos livro livros crítica críticas opinião opiniões literatura literaturas comentário comentários

A Ditadura da Beleza e a Revolução das Mulheres
AUGUSTO CURY

Com mais de 2 milhões de livros vendidos no Brasil, Augusto Cury retrata neste livro o cotidiano de mulheres que sofrem caladas as conseqüências de uma cruel realidade do mundo moderno: a ditadura da beleza.
Apoiando-se em sua vasta experiência como psiquiatra e pesquisador, Cury dá um grito de alerta contra essa forma de opressão que vem deixando mulheres, adolescentes e até crianças tristes, frustradas e doentes.

Influenciadas pela mídia e preocupadas em corresponder aos inatingíveis padrões de beleza que são apresentados, milhares de mulheres mutilam sua auto-estima - e, muitas vezes, seus corpos - em busca da aceitação social e do desejo de se tornarem iguais às modelos que brilham nas passarelas, na TV e nas capas de revistas.

Ao tratar de um tema tão atual, este livro faz com que o leitor se identifique imediatamente com os personagens e sua luta por uma vida mais plena e feliz, em que cada pessoa se sinta livre para ser o que é, sem se envergonhar de sua aparência ou tentar ser igual a ninguém. Uma vida em que todas as pessoas descubram que a verdadeira beleza está dentro de nós.


E a gorjeta, doutor?


Respostas: 11 Pessoas comentaram. E você, qual é sua opinião?

Hoje vi um autompovel velho com um adesivo atrás dizendo: Cuidado Luiza à bordo. Fiquei imaginando o que poderia ser. Comecei a imaginar a primeira hipótese: Luiza é uma mulher muito rancorosa e não gosta de ser incomodada e ela está agora descansando dentro deste veículo. A segunda hipótese foi a verdadeira: Luiza é uma menina linda com apenas 03 meses de idade que, nos braços carinhosos da mamãe transforma o carro velho em um verdadeiro veiculo de "Transporte de Valores" Deus abençoe.
Paulo Franco - Volta Redonda.

Enviado por Paulo Franco em 16/05/2006


Gostei da idéia de falarem sobre as invenções femininas,más ao que parece apenas inventamos coisas para cuidar do nosso pequeno mundinho, ou seja, o de ser dona de casa, fico triste em não achar nenhum invento que seja o diferêncial, que nos inspire e que nos faça ter orgulho de sermos mulheres...

Enviado por Patricia Pontes em 23/04/2006


Excelente esse espaço. Quando tiver um tempo, venha fazer-me uma visita.

Abs,

Vinicius S Factum

Enviado por Vinicius S Factum em 12/03/2006


adoro esse dia, quando os homens param, por um segundo que seja, para falar e elogiar nós, mulheres... porque, falando da maioria dos homens, no restante dos dias, só lembram de nós nos afazeres do dia-a-dia.

ótimas palavras!
como sempre...

Enviado por Pâmela Ketlin Machado em 08/03/2006


Quantos comentários femininos... heheh
Algumas sabem ser imóveis e burras, outras além de burras são móveis (o que é pior)...
Mas não são todas!!!
Assim como nem todo homem é um "rambo".

Enviado por Amanda Nogueira em 08/03/2006


É engraçado como o dia da mulher mexe com os homens. Embora alguns possam dizer o contrário o papel feminino na sociedade vai além da beleza e sensualidade que a mídia insiste em focar em detrimento da capacidade e competência existentes.Lamentavelmente a maioria masculina ainda não consegue enxergar a mulher além das suas formas físicas, muitas vezes podendo até reconhecer seu trabalho mas sem se dar conta do seu potencial. Essa é a barreira da credibilidade que ainda é transposta a curtos passos pelo universo feminino, mas que é encorajada cada vez mais quando vemos homens escrevendo artigos como esse.

Parabéns a todas as mulheres pelo seu dia e ao Mário Persona pela visão cor-de-rosa de hoje!

Graciane Assis

Enviado por Graciane Assis em 08/03/2006


Ai meu Senhor, tô encantada com esse homem, fico até sem palavras... Só sei que ele é um exemplo, se pelos menos uma boa parte dos homens fossem assim, quem me dera... seria maravilhoso!!! Beijão!!!

Enviado por Renata em 08/03/2006


Feliz do homem que por um
dia souber entender a
alma de uma mulher!
Obrigado pela homenagem,muito linda e cheia de um carinho visivel e sincero.
Um abraço.

Enviado por Soll Senna em 08/03/2006


Muito boa reflexão, Mário.

Chega de hipocrisia, as mulheres são subjugadas 364 dias do ano e, hoje, todos os homens querem fazer uma média com elas.

Pensar não dói e você é uma prova disso.

Parabéns e um abraço!

Idacil Amarilho
Porto Alegre - RS

Enviado por Idacil em 08/03/2006


É difícil encontrar as melhores palavras para relatar sobre esse site pois, as mesmas palvras nos faz sentir melhores e mais especiais com cada pronúncia descrita. O homem que valoriza o ser mulher; sua inteligência, criatividade, sua essência e sabedoria... é verdadeiramente racional e merecedor dos nossos melhores sentimentos. Obrigada em nome de todas as mulheres pelas lindas palavras.
Atenciosamente: Valquíria Macêdo

Enviado por Val em 08/03/2006


Maravilhosa sua crônica em nossa homenagem. Sem palavras, porque nela já estão contidas todas... somente obrigada!

Enviado por Elaíne V. Cioffi em 08/03/2006



Leia outros textos nos
arquivos.

Gostou do CAFÉ?
Anote no guardanapo e convide alguém!

De: ....
Para:
Comentário:


*Preencha todos os campos.

Mario Persona CAFE


Subscribe Free
Add to my Page

Cardápio Profissional:

Palestra Palestra com Manteiga
Planejamento Planejamento Light
Comunicação Comunicação Quente
Redação Redação com Ovomaltine
Tradução Tradução Inglesa
Experiência Experiência ao Ponto
Imprensa Imprensa na Chapa
Contato Fale com o Garçom

After Hours: Quero Contar, True Stories, Chapter-A-Day, O Pintor em Minha Janela

Copie o endereço RSS para seu leitor de feed O que é RSS?

Livros de Mario Persona

"Ser alguém é ter uma história para contar."
Isak Dinesen

Curioso para saber quem sou? Ok, você pediu. Para poupá-lo, vou começar nos anos 70. Após a fase mauricinho, virei hippie. Isso mesmo. Compus, cantei e toquei em festivais, vivi 3 anos só de macrobiótica e vesti bata de algodão de saco de farinha. Despojamento exterior de um Gandhi, mas vivendo como a rainha da Inglaterra, PAItrocinado no conforto de um apê só meu no Guarujá e faculdade particular em Santos.

Fim dos anos 70, desenhista, designer de ambientes e cartunista, recém formado arquiteto, metido em movimentos de contracultura e volta à natureza, fui morar no mato. Comprei um sítio após uma tentativa frustrada de morar numa comunidade. Onde? Alto Paraiso, GO. Foram 3 anos cantando "Refazenda", criando carrapatos, plantando mato e comendo arroz integral com gersal.

Foi também no fim dos 70 que nasci de novo, após três anos errando à procura de um sentido para a vida em filosofias do extremo oriente. Minha procura terminou no oriente médio
e os anjos ficaram alegres.

Voltei à civilização para continuar a carreira de arquiteto. Tive escritório de arquitetura, fui vendedor de materiais de acabamento, negociador no Banco Itaú e Cia do Metrô, editor de publicações cristãs da Verdades Vivas, tradutor técnico e diretor de comunicação e marketing da Widesoft.

Dinossauro da Internet no Brasil, em 1996 criei meu primeiro site, o bilíngüe
True Stories, seguido do trilíngüe Chapter-A-Day. Trabalhando na Widesoft, criei a comunidade Widebiz e ultimamente mantenho alguns blogs, como este CAFE, o biográfico Quero Contar e o devocional O Pintor em Minha Janela.

Hoje sou
palestrante, escritor, professor e estrategista de comunicação e marketing, além de garçom aqui no Mario Persona CAFE. Para saber mais é só clicar nos docinhos do cardápio profissional lá no alto.

Descobri o ócio criativo e faço que gosto trabalhando em casa. Meus clientes nunca iam ao meu escritório — nem eu — por isso decidi assumir o modelo home-office, conectado a um atendimento profissional, empresas parceiras, ao meu filho
Lucas Persona e aos meus clientes. Adotei o modelo futuro no presente.

Ao lado de minha mesa fica a poltrona de meu filho Pedro, que passa o dia escutando música. Quem é Pedro? Esta é uma outra história que você encontra no livro
"Uma Luta pela Vida", de minha filha Lia Persona, ou acompanhando o blog Quero Contar .

Com tanta
gente lendo meus textos, visitando meu site, assistindo minhas palestras, costumo receber um bom número de e-mails de leitores. Mas nenhum foi tão enigmático quanto aquele que trazia apenas uma pergunta: "Por que você se chama Mario Persona?".

"Você é o contador de histórias de sua própria vida, e poderá ou não criar sua própria lenda."
Isabel Allende



Vida, Carreira & Negócios - PodcastOneVida, Carreira & Negócios - PodcastOne


Powered By Greymatter

Copie o endereço RSS para seu leitor de feed O que é RSS?

 

 

Home | Planejamento | Comunicação | Redação | Tradução | Palestras | Coaching | Crônicas | Experiência | Imprensa | Contato

© Mario Persona Consultoria Ltda. contato@mariopersona.com.br Tel (19) 3038-4283 / Cel (19) 9789-7939 - Limeira - SP - Brasil

moving on, marketing de gente, gestão de mudanças em tempos de oportunidades, receitas de grandes negócios, crônicas de uma internet de verão


© Mario Persona

BlogBlogs.Com.Br Who links to my website?