Mario Persona CAFE - Crônicas de vida, carreira e negócios.

"É prova de alta cultura dizer as coisas mais profundas
do modo mais simples" -
Ralph Waldo Emerson 

Mario Persona é palestrante, escritor, conferencista, consultor, tradutor, professor de comunicação e marketing.

Mario Persona é palestrante, escritor, conferencista, consultor, tradutor, professor de comunicação e marketing.

Mario Persona CAFE

Últimas - Mario Persona CAFE Arquivos - Mario Persona CAFE Receba - Mario Persona CAFE Envie - Mario Persona CAFE Contato - Mario Persona CAFE

Quer publicar estas crônicas em seu site?

[Anterior: "Eu vou bem, obrigado."] [Página Inicial] [Próximo: "Dia Internacional da Menina e do Machão"]

04/03/2006 Prazer, muito prazer.
por Mario Persona

Ultimamente ando observando meu comportamento, minhas atividades e meu humor. Quando é que me sinto bem? Quando me sinto mal? Há muitas atividades ou situações que me fazem sentir assim ou assado — andar a cavalo, por exemplo. Mas vou mencionar apenas três: acordar cedo, falar e escrever. Estas me dão prazer.

A primeira deve ser uma questão de biótipo. Da infância eu me recordo de minha mãe cantando e passando enceradeira às 4 da manhã. Quando atingi a adolescência ela já tinha parado com a enceradeira. Estávamos na era do aspirador. Deve ter sido dela que herdei, não o aspirador, mas o bem-estar por acordar de madrugada. Quando acordo tarde fico deprimido.

A outra atividade que me dá prazer é falar. Adoro ensinar, explicar, palestrar. Quando termino uma palestra ou um treinamento — às vezes falando dois dias seguidos, oito horas por dia — meu corpo está um desastre, mas minha alma está feliz. Sinto um prazer indescritível. Portanto, se quiser me ver feliz, é só me contratar.

Não sei se somando esta atividade — dar palestras — com a outra — acordar de madrugada — terei prazer dobrado. Nunca testei. Talvez se você marcar seu evento para as quatro da manhã eu vou poder descobrir. Quem sabe eu faça a palestra em estado de êxtase, levitando a um palmo do chão? Para seu público, um evento às quatro da manhã seria a palestra de seus sonhos.

A terceira atividade é escrever. Quando termino uma crônica sinto-me revigorado e rio sozinho das bobagens que escrevo. Falei sobre isso outro dia, sobre os efeitos terapêuticos de escrever, mas foi no sentido de botar para fora seus sentimentos, fazer uma terapia no divã do teclado. Agora descobri que há outra razão para esse prazer, e deve ser a mesma de quando ensino ou dou palestras. Uma razão química.

Estava lendo "Naked Conversations : How Blogs are Changing the Way Businesses Talk with Customers", por Robert Scoble e Shel Israel, quando decidi dobrar o canto de uma página — existe algum nome para dobrar o canto da página? Sim, eu faço isso, pinto e rabisco o livro quando leio, faço leitura interativa. Se alguém for ler depois? Bem vai ganhar uma versão comentada.

Mas sobre o que eu estava falando... ah! sim, sobre a página que li. Lá dizia que o Dr. Gregory S. Berns, professor de psiquiatria da Emory University, descobriu que o cérebro responde a diversos estímulos que cutucam o Striatum, um acessório do cérebro que segrega a dopamina. A substância parece ser liberada em doses maiores quando o dono do cérebro pratica atividades como sexo e jogo, gerando prazer e euforia. Drogas como a cocaína impedem que a dopamina saia de cena, prolongando a sensação de euforia.

Até aí nenhuma novidade. Mas o que chamou a atenção do doutor foi que esse tal de Striatum fica doidão quando a gente ajuda alguém. Isso mesmo, ajudar as pessoas faz o Striatum acordar mais cedo, cantar e ligar a enceradeira para liberar dopamina.

Deve ser por isso que me sinto bem escrevendo e ensinando, atividades que, remuneradas ou não, acabam ajudando alguém. O mesmo vale para o trabalho voluntário, a informação dada no trânsito ou o presente que você dá. Em suma: ajudar os outros dá prazer. Muito prazer.

Quanto? Bem, calcule você. Segundo o livro, quando ajudamos alguém o Striatum libera cinco vezes mais dopamina do que a quantidade normalmente liberada em atividades como sexo e jogo. Cinco vezes mais! Deixa o pessoal da terceira idade saber disso e os bingos vão ficar vazios. A onda vai ser tomar uma colher de altruísmo de meia em meia hora, passar pomada de voluntariado e sair por aí ajudando pessoas para ficar ligadão. E sentir prazer, muito prazer.

resenha resenhas resumo resumos livro livros crítica críticas opinião opiniões literatura literaturas comentário comentários

Satisfaction : The Science of Finding True Fulfillment
Gregory Berns

A brilliant scientist embarks on a journey to discover the answer to an essential question: How can we become truly satisfied?

In a fascinating investigation of the brain and its hunger for new experiences, Dr. Gregory Berns plumbs the lessons of fields as diverse as neuroscience, economics, and evolutionary psychology to find answers to the fundamental question of how we can find a more satisfying way to think and live.

A distinguished researcher, Berns bridges the gap between everyday experience and cutting-edge research by guiding the reader through the labs and hospitals where he and others are developing the science of how and why the brain is satisfied. We join him as he follows ultramarathoners across the Sierra Nevadas, enters a suburban S&M club to explore the deeper connection between pleasure and pain, partakes of a truly transporting meal, and ultimately examines his own marriage, where he faces the challenge of incorporating novelty into a long-term relationship.

In a riveting narrative filled with trenchant insights, Satisfaction proposes nothing less than a new way of understanding our own lives. By its conclusion, this truly inspiring book will convince you that the more complicated and even downright challenging a life you pursue, the more likely it is that you will be satisfied.

E a gorjeta, doutor?


Respostas: 7 Pessoas comentaram. E você, qual é sua opinião?

Querido Mário,
Tive o privilégio de assisti-lo num evento feito pela UNIMED,em Volta Redonda.PARABÉNS...
Sempre me interesso,por eventos que nos acrescentam e nos fazem melhor...
Trabalho com política e tenho certeza q farei um pedido urgente p/ meu vereador te trazer o mais rápido possível a nossa CÃMARA.Sei o qto será prvidencialp/ nós...
Sem meias palavras:VC é um espetàculo...
Logo ,logo,mando notícias e estaremos juntos p/ um novo contato!
Parabéns pelo trabalho,afnal:COUNTRY realmente está na moda...
SUCESSO...
Renata.

Enviado por Renata Barbosa Chaves em 13/05/2006


online ********* main

Enviado por zxt2kso@search.com em 29/04/2006


Sou sua fã...sempre que entro aqui, fico melhor, aprendo um pouco mais e me identifico com tudo o que vc diz.... Vc é uma benção de Deus em nossas vidas!!!

Enviado por Saionarah em 26/04/2006


Quando cheguei no serviço, logo (como sempre) verifico emails. Gosto de fazer isso de manhã. Então hoje, recebi esta crônica, e fiz uma oração que passei para minhas amigas.

"Pai, que bom ler este texto e mais uma vez que lembrar que doar-se é coisa que vem de Ti, porque causa um prazer imenso em nossas vidas. Depois de ler o artigo deste irmão Mario Persona, eu fiquei animada, e me senti bem porque também gosto de acordar cedo, gosto de falar e ensinar, gosto de escrever. São coisas que também me dão prazer, e são coisas que sei que ajudam pessoas. Glória a Deus por isso.
Obrigada Senhor, porque esta foi a Tua forma de falar comigo nesta manhã.
Tua forma sempre surpreendente, inesperada e magnífica.
Penso que o meu Deus também gosta de acordar cedo, de ensinar de escrever.
E escreve sempre coisas lindas para nós, e sempre nos ensina tanto, e sempre nos desperta pra vida. Logo cedo, vemos essa luz tão intensa que é o Sol. Isso é coisa do Senhor, que acorda cedo e já liga esta luz tão brilhante, que deixe tudo mais claro, mais vivo.
Pai amado, obrigada por este dia. Coisas novas acontecerão em nossas vidas."

Obrigada Mario persona por fazer meu dia melhor.

Enviado por Eliene Bizerra em 16/03/2006


O blog da Companhia também tem RSS já faz alguns meses.

É a 15ª maravilha da Internet, mais ou menos.

Enviado por Grande Líder da Silva em 06/03/2006


Mário,
Se ajudar aos outros de alguma forma faz o Striatum liberar 5 vezes mais Dopamina do que outras atividades prazeirosas, considere-se, então, saturado todos os dias. Adoro ler suas crônicas que são ótimas e fazem um bem enorme!
Abraços

Enviado por Sueli Moro em 06/03/2006


hauhauhau....Realmente...pura verdade...como o próprio Mestre disse: "Amarás ao teu próximo como a ti mesmo"....Ele é fantástico....o melhor Cientista que existe.

Enviado por Rafael Telles em 04/03/2006


Publique aqui seu Comentário. Ele ficará visível nesta página. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião do autor deste blog.

Quer falar em particular? Envie um e-mail para
contato@mariopersona.com.br

*Nome (obrigatório):

E-Mail (opcional):

Site (opcional):

Comentário

Código de segurança anti-spam:
Digite aqui em letras maiúsculas)


Leia outros textos nos
arquivos.

Gostou do CAFÉ?
Anote no guardanapo e convide alguém!

De: ....
Para:
Comentário:


*Preencha todos os campos.

Mario Persona CAFE


Subscribe Free
Add to my Page

Cardápio Profissional:

Palestra Palestra com Manteiga
Planejamento Planejamento Light
Comunicação Comunicação Quente
Redação Redação com Ovomaltine
Tradução Tradução Inglesa
Experiência Experiência ao Ponto
Imprensa Imprensa na Chapa
Contato Fale com o Garçom

After Hours: Quero Contar, True Stories, Chapter-A-Day, O Pintor em Minha Janela

Copie o endereço RSS para seu leitor de feed O que é RSS?

Livros de Mario Persona

"Ser alguém é ter uma história para contar."
Isak Dinesen

Curioso para saber quem sou? Ok, você pediu. Para poupá-lo, vou começar nos anos 70. Após a fase mauricinho, virei hippie. Isso mesmo. Compus, cantei e toquei em festivais, vivi 3 anos só de macrobiótica e vesti bata de algodão de saco de farinha. Despojamento exterior de um Gandhi, mas vivendo como a rainha da Inglaterra, PAItrocinado no conforto de um apê só meu no Guarujá e faculdade particular em Santos.

Fim dos anos 70, desenhista, designer de ambientes e cartunista, recém formado arquiteto, metido em movimentos de contracultura e volta à natureza, fui morar no mato. Comprei um sítio após uma tentativa frustrada de morar numa comunidade. Onde? Alto Paraiso, GO. Foram 3 anos cantando "Refazenda", criando carrapatos, plantando mato e comendo arroz integral com gersal.

Foi também no fim dos 70 que nasci de novo, após três anos errando à procura de um sentido para a vida em filosofias do extremo oriente. Minha procura terminou no oriente médio
e os anjos ficaram alegres.

Voltei à civilização para continuar a carreira de arquiteto. Tive escritório de arquitetura, fui vendedor de materiais de acabamento, negociador no Banco Itaú e Cia do Metrô, editor de publicações cristãs da Verdades Vivas, tradutor técnico e diretor de comunicação e marketing da Widesoft.

Dinossauro da Internet no Brasil, em 1996 criei meu primeiro site, o bilíngüe
True Stories, seguido do trilíngüe Chapter-A-Day. Trabalhando na Widesoft, criei a comunidade Widebiz e ultimamente mantenho alguns blogs, como este CAFE, o biográfico Quero Contar e o devocional O Pintor em Minha Janela.

Hoje sou
palestrante, escritor, professor e estrategista de comunicação e marketing, além de garçom aqui no Mario Persona CAFE. Para saber mais é só clicar nos docinhos do cardápio profissional lá no alto.

Descobri o ócio criativo e faço que gosto trabalhando em casa. Meus clientes nunca iam ao meu escritório — nem eu — por isso decidi assumir o modelo home-office, conectado a um atendimento profissional, empresas parceiras, ao meu filho
Lucas Persona e aos meus clientes. Adotei o modelo futuro no presente.

Ao lado de minha mesa fica a poltrona de meu filho Pedro, que passa o dia escutando música. Quem é Pedro? Esta é uma outra história que você encontra no livro
"Uma Luta pela Vida", de minha filha Lia Persona, ou acompanhando o blog Quero Contar .

Com tanta
gente lendo meus textos, visitando meu site, assistindo minhas palestras, costumo receber um bom número de e-mails de leitores. Mas nenhum foi tão enigmático quanto aquele que trazia apenas uma pergunta: "Por que você se chama Mario Persona?".

"Você é o contador de histórias de sua própria vida, e poderá ou não criar sua própria lenda."
Isabel Allende



Vida, Carreira & Negócios - PodcastOneVida, Carreira & Negócios - PodcastOne


Powered By Greymatter

Copie o endereço RSS para seu leitor de feed O que é RSS?

 

 

Home | Planejamento | Comunicação | Redação | Tradução | Palestras | Coaching | Crônicas | Experiência | Imprensa | Contato

© Mario Persona Consultoria Ltda. contato@mariopersona.com.br Tel (19) 3038-4283 / Cel (19) 9789-7939 - Limeira - SP - Brasil

moving on, marketing de gente, gestão de mudanças em tempos de oportunidades, receitas de grandes negócios, crônicas de uma internet de verão


© Mario Persona

BlogBlogs.Com.Br Who links to my website?