Mario Persona CAFE - Crônicas de vida, carreira e negócios.

"É prova de alta cultura dizer as coisas mais profundas
do modo mais simples" -
Ralph Waldo Emerson 

Mario Persona é palestrante, escritor, conferencista, consultor, tradutor, professor de comunicação e marketing.

Mario Persona é palestrante, escritor, conferencista, consultor, tradutor, professor de comunicação e marketing.

Mario Persona CAFE

Últimas - Mario Persona CAFE Arquivos - Mario Persona CAFE Receba - Mario Persona CAFE Envie - Mario Persona CAFE Contato - Mario Persona CAFE

Quer publicar estas crônicas em seu site?

[Anterior: ""Diz-me com quem linkas e dir-te-ei quem és""] [Página Inicial] [Próximo: "Quem é seu personal coach?"]

15/02/2005 Os Caçoadores de Mitos
por Mario Persona

Os Caçoadores de Mitos

Mais um! Mais um! Agora é a vez de MARKETING DE GENTE, meu quinto livro que amanhã começa a ser distribuído para as livrarias pela Editora Futura. Veja o comentário que fez José Augusto Minarelli, Presidente da Lens & Minarelli e especialista em Outplacement e Aconselhamento de Carreira:

"Marketing de Gente é um livro gostoso, interessante e, principamente, útil para quem quer ingressar e permanecer no mercado de trabalho. Utilizando casos e crônicas, Mario Persona ajuda o leitor a perceber a importância de compreender e utilizar o marketing como um guia para as ações profissionais e pessoais. Com a autoridade de quem pratica o que ensina, Mario mostra de forma simples como um profissinal deve preparar-se e agir para ter sucesso e felicidade na sua vida e carreira."

O lançamento oficial será no Rio, em 28 de abril de 2005, em evento do OpenNetworking, onde você encontra informações sobre o evento.

Vamos agora à crônica, OS CAÇOADORES DE MITOS, um episódio eletrizante sobre ciência e autoridade da informação. Boa leitura e bons negócios,

Mario Persona


OS CAÇOADORES DE MITOS

A tarde de sábado estava preguiçosa. Após rodar por trocentos canais, a bolinha da roleta remota parou no Discovery Channel: MythBusters — Os Caçadores de Mitos. No programa, dois especialistas em efeitos especiais se empenhavam em criar ou destruir mitos e lendas.

Com muita cola, sucata e inventividade, eles já provaram que o gordo Goldfinger jamais teria sido sugado pela janelinha do avião despressurizando após lutar com James Bond. Mas, segundo eles, foi verdade que Huguinho, Zezinho e Luizinho puderam fazer flutuar um barco naufragado, apenas bombeando bolinhas de pingue-pongue em seu interior, como no gibi.

No episódio daquela tarde eles destruíam o mito de que um carro embrulhado em papel alumínio consegue burlar o radar. Mas quando saiu o som do radar da TV, ouvi um "PLOC" na mesa de centro. Um cinzeiro de vidro fino acabara de quebrar em dois. Teria sido o som? Decidi averiguar.

Você pode até caçoar de mim, mas fotografei a mesa e o cinzeiro e poucos minutos depois as fotos estavam na Internet e o link numa mensagem enviada ao fórum de debates do site do programa. O que teria quebrado meu cinzeiro? A freqüência do som ou a coincidência? Aguardei pela resposta.

No passado eu teria que apelar para o Thesouro da Juventude, mas não encontraria a resposta ali. Talvez aprendesse que existe no Sol um elemento químico chamado "corônio", que uma viagem a Marte é impossível porque faz muito frio no caminho, mas que podemos nos comunicar com nativos de lá, escrevendo mensagens com letras gigantes no deserto do Saara. Antes que você pergunte, sim, naquela edição a Terra já saiu redonda.

Os que caçoam da Internet como fonte de pesquisa duvidam da veracidade da resposta que posso encontrar ali para a questão do cinzeiro. Mas, se encontrar no Thesouro da Juventude ou de qualquer enciclopédia menos infantil, quem garante que a informação ali não seja mito?

No passado a autoridade da informação esteve nas mãos do clero, que pintava e bordava com ela. Era uma época quando a Terra era plana. Depois foi a vez da universidade, que passou a publicar de cara lavada a verdade absoluta, até prova em contrário, o que costumava acontecer a cada nova edição. E hoje, enquanto caçoamos da falência e falta de atualização das enciclopédias, a quem iremos recorrer? Alguns recorrem à imprensa. De que cor?

Ouvi dizer que um dos critérios do MEC na hora de avaliar uma faculdade é o movimento de retirada de livros de sua biblioteca. Se a taxa for baixa, significa que os alunos não estão pesquisando nas fontes fidedignas do saber. Será que entendi o que ouvi?

Num e-mail uma estudante pedia sugestões de bibliografia para seu trabalho de graduação, com a ressalva de que o professor só aceitaria referências de livros, nada de Internet. Mas, se o papel aceita tudo, que mito faltou que corremos tamanho risco de encontrá-lo na Internet?

Tenho cinco livros publicados e jamais poria minha mão no fogo por tudo que escrevi ali. Um dedinho, talvez. Mas seria insensatez queimar os outros nove por idéias das quais no futuro possa vir a caçoar. Todo escritor escreve só até onde sua mente alcança, provavelmente para editar, completar ou desmentir depois. Há sempre algo de novo nos esperando além do gueto de nossos mitos momentâneos.

Minha pergunta no fórum dos Caçadores de Mitos do Discovery Channel não ficou sem resposta. Quatro especialistas em cinzeiros quebrados já se manifestaram. Um disse que foi coincidência, mas outro aposta que ocorreu um problema de "orgones dissociados", uma espécie de desarranjo da energia cósmica. Outro concordou, acrescentando que eu deveria analisar a peça em busca de traços de ácido hídrico. Talvez eu faça isso um dia. O último sugeriu uma combinação de ácido hídrico com a influência dos campos eletromagnéticos. Faz sentido.

Mesmo assim, vou aguardar uma resposta oficial, científica e comprovada num próximo episódio dos Caçadores de Mitos. Porque no Discovery eu acredito, e seria melhor ainda se o programa não fosse dublado, já que tudo o que vem em inglês é verdade.

Somente uma explicação oficial de Adam Savage e Jamie Hyneman, os apresentadores do programa, irá me satisfazer. Aí terei certeza absoluta da causa da quebra do cinzeiro. Neles eu confio. E como poderia ser diferente? Foram eles que criaram os efeitos especiais de filmes como Guerra nas Estrelas, Exterminador do Futuro e Matrix! Se não acreditar neles, vou acreditar em quem?

resenha resenhas resumo resumos livro livros crítica críticas opinião opiniões literatura literaturas comentário comentários

Marketing de Gente
Mario Persona

Seleção de crônicas de negócios envolvendo conceitos de marketing pessoal, gestão de talentos, criatividade, gestão do conhecimento, publicidade, relações públicas, desenvolvimento humano, atendimento ao cliente e negócios. Em uma época quando as empresas descobrem que o diferencial não está no produto, mas nos serviços, descobrem também que são as pessoas o principal ativo da empresa, já que são elas o elo de serviços para o cliente. A capacidade de relacionamentos de uma empresa é hoje vital para a construção de uma marca forte e uma de suas grandes forças na captação e retenção de clientes.

E a gorjeta, doutor?


Respostas: 4 Pessoas comentaram. E você, qual é sua opinião?

Algumas pessoas já enviaram suas idéias sobre o que teria acontecido com meu cinzeiro. Uma escreveu que deve ter sido alguma energia reprimida que partiu o cinzeiro (acho que ela pensa que estou com raiva), outra acha que o som da tv vibrou a mesa e o cinzeiro caiu no chão e quebrou (mas não caiu!) e um rapaz diz que meu cinzeiro deve ser made in paraguai. As teorias continuam chegando...

Enviado por Mario Persona em 20/02/2005


Estou curiosa pra saber também.
Vou aguardar...

Enviado por Paula em 20/02/2005


Ler "Persona"é aprender e motivar-se para o relacionamento pois suas
idéias quebram muitos paradigmas e
estimulam o profissional de vendas
como o Amigo Raul Canderolo nos sur
prende mostrando pessoas desse nivel intelectual na sua Revista...
Obrigado por escrever desmistificando o relacionamento humano, que é tão simples, nós é complicamos.

Enviado por Elizeu Barboza em 18/02/2005


Ler as crônicas de Mário Persona é contactar com uma sábia inteligência humana no mundo dos negócios e no gênero empresarial. A gente tem que acreditar na importância de não ser apenas mais um profissional no mercado, mas sim, na fundamental necessidade de "ser e fazer" a diferença entre o que já existe por aí... Afinal, para os bons nunca faltará oportunidade e os desafios serão uma constante fonte de encorajamento necessários...sim...É possível cultivar-se a compet~encia, construindo-a todos os dias... Um abraço.

Enviado por Crisanthême em 16/02/2005


Publique aqui seu Comentário. Ele ficará visível nesta página. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião do autor deste blog.

Quer falar em particular? Envie um e-mail para
contato@mariopersona.com.br

*Nome (obrigatório):

E-Mail (opcional):

Site (opcional):

Comentário

Código de segurança anti-spam:
Digite aqui em letras maiúsculas)


Leia outros textos nos
arquivos.

Gostou do CAFÉ?
Anote no guardanapo e convide alguém!

De: ....
Para:
Comentário:


*Preencha todos os campos.

Mario Persona CAFE


Subscribe Free
Add to my Page

Cardápio Profissional:

Palestra Palestra com Manteiga
Planejamento Planejamento Light
Comunicação Comunicação Quente
Redação Redação com Ovomaltine
Tradução Tradução Inglesa
Experiência Experiência ao Ponto
Imprensa Imprensa na Chapa
Contato Fale com o Garçom

After Hours: Quero Contar, True Stories, Chapter-A-Day, O Pintor em Minha Janela

Copie o endereço RSS para seu leitor de feed O que é RSS?

Livros de Mario Persona

"Ser alguém é ter uma história para contar."
Isak Dinesen

Curioso para saber quem sou? Ok, você pediu. Para poupá-lo, vou começar nos anos 70. Após a fase mauricinho, virei hippie. Isso mesmo. Compus, cantei e toquei em festivais, vivi 3 anos só de macrobiótica e vesti bata de algodão de saco de farinha. Despojamento exterior de um Gandhi, mas vivendo como a rainha da Inglaterra, PAItrocinado no conforto de um apê só meu no Guarujá e faculdade particular em Santos.

Fim dos anos 70, desenhista, designer de ambientes e cartunista, recém formado arquiteto, metido em movimentos de contracultura e volta à natureza, fui morar no mato. Comprei um sítio após uma tentativa frustrada de morar numa comunidade. Onde? Alto Paraiso, GO. Foram 3 anos cantando "Refazenda", criando carrapatos, plantando mato e comendo arroz integral com gersal.

Foi também no fim dos 70 que nasci de novo, após três anos errando à procura de um sentido para a vida em filosofias do extremo oriente. Minha procura terminou no oriente médio
e os anjos ficaram alegres.

Voltei à civilização para continuar a carreira de arquiteto. Tive escritório de arquitetura, fui vendedor de materiais de acabamento, negociador no Banco Itaú e Cia do Metrô, editor de publicações cristãs da Verdades Vivas, tradutor técnico e diretor de comunicação e marketing da Widesoft.

Dinossauro da Internet no Brasil, em 1996 criei meu primeiro site, o bilíngüe
True Stories, seguido do trilíngüe Chapter-A-Day. Trabalhando na Widesoft, criei a comunidade Widebiz e ultimamente mantenho alguns blogs, como este CAFE, o biográfico Quero Contar e o devocional O Pintor em Minha Janela.

Hoje sou
palestrante, escritor, professor e estrategista de comunicação e marketing, além de garçom aqui no Mario Persona CAFE. Para saber mais é só clicar nos docinhos do cardápio profissional lá no alto.

Descobri o ócio criativo e faço que gosto trabalhando em casa. Meus clientes nunca iam ao meu escritório — nem eu — por isso decidi assumir o modelo home-office, conectado a um atendimento profissional, empresas parceiras, ao meu filho
Lucas Persona e aos meus clientes. Adotei o modelo futuro no presente.

Ao lado de minha mesa fica a poltrona de meu filho Pedro, que passa o dia escutando música. Quem é Pedro? Esta é uma outra história que você encontra no livro
"Uma Luta pela Vida", de minha filha Lia Persona, ou acompanhando o blog Quero Contar .

Com tanta
gente lendo meus textos, visitando meu site, assistindo minhas palestras, costumo receber um bom número de e-mails de leitores. Mas nenhum foi tão enigmático quanto aquele que trazia apenas uma pergunta: "Por que você se chama Mario Persona?".

"Você é o contador de histórias de sua própria vida, e poderá ou não criar sua própria lenda."
Isabel Allende



Vida, Carreira & Negócios - PodcastOneVida, Carreira & Negócios - PodcastOne


Powered By Greymatter

Copie o endereço RSS para seu leitor de feed O que é RSS?

 

 

Home | Planejamento | Comunicação | Redação | Tradução | Palestras | Coaching | Crônicas | Experiência | Imprensa | Contato

© Mario Persona Consultoria Ltda. contato@mariopersona.com.br Tel (19) 3038-4283 / Cel (19) 9789-7939 - Limeira - SP - Brasil

moving on, marketing de gente, gestão de mudanças em tempos de oportunidades, receitas de grandes negócios, crônicas de uma internet de verão


© Mario Persona

BlogBlogs.Com.Br Who links to my website?