Mario Persona CAFE - Crônicas de vida, carreira e negócios.

"É prova de alta cultura dizer as coisas mais profundas
do modo mais simples" -
Ralph Waldo Emerson 

Mario Persona é palestrante, escritor, conferencista, consultor, tradutor, professor de comunicação e marketing.

Mario Persona é palestrante, escritor, conferencista, consultor, tradutor, professor de comunicação e marketing.

Mario Persona CAFE

Últimas - Mario Persona CAFE Arquivos - Mario Persona CAFE Receba - Mario Persona CAFE Envie - Mario Persona CAFE Contato - Mario Persona CAFE

Quer publicar estas crônicas em seu site?

[Anterior: "Dicas para seu evento"] [Página Inicial] [Próximo: "Os Caçoadores de Mitos"]

23/01/2005 "Diz-me com quem linkas e dir-te-ei quem és"
por Mario Persona

"Diz-me com quem linkas e dir-te-ei quem és"

Em uma entrevista para a matéria "TATO - Relações proveitosas" assinada por Alexsandro Vanin para a Revista Empreendedor, falei do "networking-share" como o próximo passo para empresas que já têm uma estratégia de "market-share" e "wallet-share". Não é apenas no mercado ou na capacidade de compra de meu cliente que moram as oportunidades. Devo buscar também obter uma fatia de sua rede de relacionamentos.

É disso que falo em minha crônica de hoje: "networking-share". É dela que você vai falar aos seus amigos, se gostar. E são eles que irão passar a mensagem adiante até chegar ao amigo de meus amigos, o Jeff Bezos, dono da Amazon.com.

A matéria da Revista Empreendedor contou ainda com a participação de outros profissionais como Riane Pontarelli, Paulo Angelim, Aurélio Lopes, Ricardo Fasti de Souza e Wanderley Campos. Fique agora com a crônica "Diz-me com quem linkas e dir-te-ei quem és"

Boa leitura, bons negócios e excelentes links neste início de ano.

Mario Persona


"Diz-me com quem linkas e dir-te-ei quem és"

Você já deve ter ouvido frases do tipo "meu amigo contou que um amigo do amigo dele disse que...". Pois é, esse amigo do amigo de meu amigo é o dono da Amazon.com. Pelo menos no Orkut.

Em minha página no Orkut o perfil de Jeff Bezos, presidente da Amazon.com, mostra algo assim: Mario P > Fábio F > Mitchell K > Jeff B. Isto significa que eu (Mario P) estou linkado a um "Fábio P" que tem na sua lista de amigos o "Mitchell K" que é amigo do "Jeff B" ou Jeff Bezos. Mas será ele mesmo?

Só Bill Gates encontrei dez no Orkut, todos falsos. Porém o perfil de Jeff Bezos traz a medalhinha "Orkut Certified", só concedida a perfis autênticos. Os candidatos derrotados à presidência dos EUA John Kerry e Wesley Clark também têm a medalhinha e... sim, você adivinhou, eles também são amigos do amigo de algum meu amigo.

É claro que nunca vi nenhum desses amigos de amigos, mas a idéia de tê-los tão perto me fez imaginar uma expressão que deve ser original em marketing: NETWORKING-SHARE. Você já ouviu falar de market-share e wallet-share, mas o que é networking-share?

Explico. Market-share é uma fatia do mercado e wallet-share é a fatia da capacidade de compra do cliente, do dinheiro que ele tem na carteira. Geralmente as empresas se empenham em aumentar as duas. Já o networking-share é a fatia da rede de relacionamentos de meu cliente. Quanto ela cresce?

Nem imagino, mas há exatos dez minutos minha página no Orkut dizia que através de meus 556 amigos diretos eu estava "linkado" a 3.649.592 amigos de amigos. Agora o contador avisa que já estou "linkado" a 3.661.947. Em dez minutos minha rede de links ali cresceu em 12.355 pessoas.

Por menos reais e úteis que esses números possam ser no Orkut, servem para lembrar que vivemos na era do link – é este o maior poder da Internet. Por meio de links você navega daqui pra lá num piscar de olhos, conhecendo empresas, lugares e... pessoas! Quanto cresceu seu networking – sua rede de relacionamentos – depois que passou a usar a Internet?

Todo mundo vive preocupado em aumentar seu market-share, muita gente em conquistar maior wallet-share, mas quantas empresas se preocupam em saber o quanto de networking-share podem obter com um cliente apenas? Mais de 3 milhões de um cliente como eu, se Orkut valesse.

Geralmente os clientes são distinguidos com base no que são capazes de gastar. É a idéia ensinada nos cursos de marketing de que devemos aplicar a lei de Pareto à nossa carteira de clientes, dando tratamento preferencial aos 20% de clientes que geram os 80% de faturamento e filtrando – leia-se "nos livrando de" – os 80% de clientes que só contribuem com 20% da receita.

Dou um exemplo. Imagine que você tenha um restaurante onde cada cliente gaste em média cem reais. Porém, uma senhora passa por lá todos os dias e ocupa uma mesa durante meia hora só para tomar um cafezinho.

Antigamente você daria um jeito de se livrar dela. Hoje você precisa pensar no tamanho e valor do networking-share que pode conquistar graças a essa cliente que, segundo alguns, seria desprezível. A quantas pessoas ela está "linkada" para indicar ou massacrar seu estabelecimento?

Se você soubesse que a mulher que ocupa sua mesa, faz seu garçom perder tempo com conversa, pinga café na toalha e limpa o batom no guardanapo para gerar uma receita de uns dois reais é uma Hebe Camargo, seu tratamento seria outro, não é mesmo? Antes que me pergunte, estou "linkado" às cinco Hebes do Orkut. Todas falsas.

resenha resenhas resumo resumos livro livros crítica críticas opinião opiniões literatura literaturas comentário comentários

Networking
JOSE AUGUSTO MINARELLI

Tive o privilégio de participar com algumas dicas para o capitulo do livro que fala do uso da Internet no networking. Networking trata de um conjunto de técnicas e atitudes cuja aplicação requer um comportamento natural de solidariedade e de ajuda recíproca de todos aqueles que tomam consciência de que estamos em permanente interdependência nas redes de relacionamentos - grupo, sociedade ou humanidade. Esta definição resume o espírito deste livro: O networking é tão importante quanto a competência profissional. Essa é a idéia defendida por José Augusto Minarelli, diretor-presidente da Lens & Minarelli Associados, no livro Networking - Como Utilizar a Rede de Relacionamentos na sua Vida e na sua Carreira (Editora Gente). Para provar sua tese, o autor vai além da teoria. Usa vários exemplos práticos que mostram como criar uma rede de relacionamentos eficiente.

E a gorjeta, doutor?


Respostas: 8 Pessoas comentaram. E você, qual é sua opinião?

Mário,

Você tem idéia de como seria posível medir este Networking-Share?

Enviado por Henrique em 28/06/2005


É impressionante como, de fato, estamos linkados uns aos outros, inclusive, algumas pessoas aproveitam-se disso encaminhando aqueles malditos spams. Adoro as suas colocações! Achei essa, mais uma das exepcionais análises do que nos parece tão simples...

Enviado por Ana Paula Guida em 21/02/2005


Olá Mário. Achei interessante seus textos sobre o orkut, este e o "Agueennta Coração". Como eu disse em outro "post", já estou "te usando" como fonte de inspiração e acabei escrevendo um texto sobre o orkut também. Inclusive cheguei a citar seu nome e o endereço da sua crônica "Aguenta Coração", espero que não se importe. Se puder dar uma espiadinha lá e me dizer o que acha, ficaria muito feliz, o nome do texto é "Orkut: A outra face", e o link é este:
http://www.guiaro.com/expressao/ler.asp?ID=35&PgNo=&GID=35&CID=1

Abraços

Enviado por Elaíne Cioffi em 18/02/2005


Sou sua admiradora, por essas e por outras coisas. É preciso acreditar nos detalhes mínimos. E é preciso acreditar, para ver.

Enviado por Dira em 15/02/2005


Não foi por acaso que me tornei sua fã. Estou sempre aprendendo com você e de forma natural.

Como o Denver, obrigada pelos seus ensinamentos.

Enviado por Paula em 28/01/2005


Networking-share é uma faca de dois gumes e bastante afiada. Um cliente está linkado a quantas pessoas para indicar ou massacrar seu estabelecimento? Temos em mãos uma nova versão da propaganda "boca-a-boca", com o diferencial de se tratar de um megafone. E para realizar uma pequena demonstração do seu poderio, eis uma singela frase: "celular VIVO, nem morto!"

Enviado por Mario Câmara em 26/01/2005


Realmente, o networking-Share é algo que devemos dar importância, pois jamais devemis desprezar "pequenos começos", pois são através de pequenos começos que chegamos a grande feitos.

Meu nome é Denver e sou militar. Resolvi me dedicar a área de marketing e hoje tenho um site de classificados na cidade em que sirvo-Três Corações(MG).

Jamais pensei que a página tomaria tal amplitude, pois fiz um estudo detalhado do perfil das pessoas e principalmente do comércio emm questão. Verifiquei a falta de investimento com o comércio da cidade e resolvi investir na área.

Em menos de 2 semanas, fazendo uma propaganda adequada a cidade, consegui 32 patrocínios e caminhando para mais.

Enfim, descobri que devemos tratar um mendigo ou rico da mesma maneira, pois as primeiras publicidades foi feita através de uma senhora que mal sabia falar, apenas mostrando a pasta do site.

Obrigado Mário Persona pelos seus ensinamentos.

Denver
(35) 91154778

Enviado por Denver de Albuquerque Felix em 26/01/2005


sensacional.. mais uma vez seu artigo esta maravilhoso... pode colocar mais um fã em sua lista... parabéns..

Enviado por Augusto em 25/01/2005


Publique aqui seu Comentário. Ele ficará visível nesta página. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião do autor deste blog.

Quer falar em particular? Envie um e-mail para
contato@mariopersona.com.br

*Nome (obrigatório):

E-Mail (opcional):

Site (opcional):

Comentário

Código de segurança anti-spam:
Digite aqui em letras maiúsculas)


Leia outros textos nos
arquivos.

Gostou do CAFÉ?
Anote no guardanapo e convide alguém!

De: ....
Para:
Comentário:


*Preencha todos os campos.

Mario Persona CAFE


Subscribe Free
Add to my Page

Cardápio Profissional:

Palestra Palestra com Manteiga
Planejamento Planejamento Light
Comunicação Comunicação Quente
Redação Redação com Ovomaltine
Tradução Tradução Inglesa
Experiência Experiência ao Ponto
Imprensa Imprensa na Chapa
Contato Fale com o Garçom

After Hours: Quero Contar, True Stories, Chapter-A-Day, O Pintor em Minha Janela

Copie o endereço RSS para seu leitor de feed O que é RSS?

Livros de Mario Persona

"Ser alguém é ter uma história para contar."
Isak Dinesen

Curioso para saber quem sou? Ok, você pediu. Para poupá-lo, vou começar nos anos 70. Após a fase mauricinho, virei hippie. Isso mesmo. Compus, cantei e toquei em festivais, vivi 3 anos só de macrobiótica e vesti bata de algodão de saco de farinha. Despojamento exterior de um Gandhi, mas vivendo como a rainha da Inglaterra, PAItrocinado no conforto de um apê só meu no Guarujá e faculdade particular em Santos.

Fim dos anos 70, desenhista, designer de ambientes e cartunista, recém formado arquiteto, metido em movimentos de contracultura e volta à natureza, fui morar no mato. Comprei um sítio após uma tentativa frustrada de morar numa comunidade. Onde? Alto Paraiso, GO. Foram 3 anos cantando "Refazenda", criando carrapatos, plantando mato e comendo arroz integral com gersal.

Foi também no fim dos 70 que nasci de novo, após três anos errando à procura de um sentido para a vida em filosofias do extremo oriente. Minha procura terminou no oriente médio
e os anjos ficaram alegres.

Voltei à civilização para continuar a carreira de arquiteto. Tive escritório de arquitetura, fui vendedor de materiais de acabamento, negociador no Banco Itaú e Cia do Metrô, editor de publicações cristãs da Verdades Vivas, tradutor técnico e diretor de comunicação e marketing da Widesoft.

Dinossauro da Internet no Brasil, em 1996 criei meu primeiro site, o bilíngüe
True Stories, seguido do trilíngüe Chapter-A-Day. Trabalhando na Widesoft, criei a comunidade Widebiz e ultimamente mantenho alguns blogs, como este CAFE, o biográfico Quero Contar e o devocional O Pintor em Minha Janela.

Hoje sou
palestrante, escritor, professor e estrategista de comunicação e marketing, além de garçom aqui no Mario Persona CAFE. Para saber mais é só clicar nos docinhos do cardápio profissional lá no alto.

Descobri o ócio criativo e faço que gosto trabalhando em casa. Meus clientes nunca iam ao meu escritório — nem eu — por isso decidi assumir o modelo home-office, conectado a um atendimento profissional, empresas parceiras, ao meu filho
Lucas Persona e aos meus clientes. Adotei o modelo futuro no presente.

Ao lado de minha mesa fica a poltrona de meu filho Pedro, que passa o dia escutando música. Quem é Pedro? Esta é uma outra história que você encontra no livro
"Uma Luta pela Vida", de minha filha Lia Persona, ou acompanhando o blog Quero Contar .

Com tanta
gente lendo meus textos, visitando meu site, assistindo minhas palestras, costumo receber um bom número de e-mails de leitores. Mas nenhum foi tão enigmático quanto aquele que trazia apenas uma pergunta: "Por que você se chama Mario Persona?".

"Você é o contador de histórias de sua própria vida, e poderá ou não criar sua própria lenda."
Isabel Allende



Vida, Carreira & Negócios - PodcastOneVida, Carreira & Negócios - PodcastOne


Powered By Greymatter

Copie o endereço RSS para seu leitor de feed O que é RSS?

 

 

Home | Planejamento | Comunicação | Redação | Tradução | Palestras | Coaching | Crônicas | Experiência | Imprensa | Contato

© Mario Persona Consultoria Ltda. contato@mariopersona.com.br Tel (19) 3038-4283 / Cel (19) 9789-7939 - Limeira - SP - Brasil

moving on, marketing de gente, gestão de mudanças em tempos de oportunidades, receitas de grandes negócios, crônicas de uma internet de verão


© Mario Persona

BlogBlogs.Com.Br Who links to my website?