Mario Persona CAFE - Crônicas de vida, carreira e negócios.

"É prova de alta cultura dizer as coisas mais profundas
do modo mais simples" -
Ralph Waldo Emerson 

Mario Persona é palestrante, escritor, conferencista, consultor, tradutor, professor de comunicação e marketing.

Mario Persona é palestrante, escritor, conferencista, consultor, tradutor, professor de comunicação e marketing.

Mario Persona CAFE

Últimas - Mario Persona CAFE Arquivos - Mario Persona CAFE Receba - Mario Persona CAFE Envie - Mario Persona CAFE Contato - Mario Persona CAFE

Quer publicar estas crônicas em seu site?

[Anterior: "Paiêêê... seu cliente chegou!"] [Página Inicial] [Próximo: "Carreira e Formação Profissional"]

30/10/2004 Contar histórias
por Mario Persona

Contar histórias

Amei o que encontrei no site de Tom Peters. Numa lista de tópicos para desenvolver lideranças ele inclui a dica de número 17: Desenvolva sua história. Uma série de citações garimpadas de livros explica exatamente o que ele quer dizer com isso – a importância que contar histórias terá no futuro das pessoas, dos produtos e das empresas. São estas citações que traduzo aqui.

"Uma das chaves – talvez 'a' chave – para a liderança é a efetiva comunicação de uma história" - Howard Gardner, Leading Minds: An Anatomy of Leadership

"A essência da liderança presidencial norte-americana, e o segredo do sucesso presidencial, está em contar histórias." - Evan Cornog, The Power and the Story: How the Crafted Presidential Narrative Has Determined Political Success from George Washington to George W. Bush

"Você é o contador de histórias de sua própria vida, e poderá ou não criar sua própria lenda." - Isabel Allende

"Estamos no crepúsculo de uma sociedade baseada em dados. À medida que a informação e a inteligência vão se tornando o domínio dos computadores, a sociedade irá dar mais valor na única habilidade humana que não pode ser automatizada: a emoção. A imaginação, o mito, o ritual – a linguagem da emoção – irá afetar tudo, de nossas decisões de compra até a maneira como trabalhamos uns com os outros. As empresas competirão com base em suas histórias e mitos. As empresas precisam entender que seus produtos são menos importantes que suas histórias." - Rolf Jensen, Copenhagen Institute for Future Studies

"As últimas poucas décadas pertenceram a um certo tipo de pessoa com um certo tipo de mente – programadores de computadores que podiam quebrar códigos, advogados que podiam elaborar contratos, MBAs que podiam mastigar números. Mas as chaves do reino estão mudando de mãos. O futuro pertence a um tipo muito diferente de pessoa com um tipo muito diferente de mente – criadores e desenvolvedores de empatia, reconhecedores de padrões e pessoas que dão um significado às coisas. Essas pessoas – artistas, inventores, designers, contadores de histórias, cuidadores, consoladores, pensadores holísticos – serão os que colherão os melhores frutos da sociedade e que compartilharão suas maiores alegrias." - Dan Pink, A Whole New Mind

"Na Dinamarca, os ovos de galinhas soltas já conquistaram 50% do mercado. Os consumidores não querem que as galinhas vivam confinadas em pequenas gaiolas. Preferem pagar de 15% a 20% mais pela história sobre ética animal. Trata-se de uma lógica clássica da Sociedade de Sonhos. Ambos os ovos são similares em qualidade, mas os consumidores dão preferência aos ovos com a melhor história. Após discutirmos a questão e juntarmos outros 50 exemplos, a conclusão ficou evidente: Histórias e lendas falam direto ao coração e não ao cérebro. Após um século de uma sociedade marcada pela ciência e pelo racionalismo, as histórias e os valores estão voltando à cena." - Rolf Jensen/The Dream Society: How the Coming Shift from Information to Imagination Will Transform Your Business

"Para explicar isto rapidamente, considere o livro 'Quem Mexeu no Meu Queijo?'. De acordo com a editora, foram vendidas mais de 14 milhões de cópias em todo o mundo. É uma história. É uma metáfora. E apela diretamente ao coração, às suas emoções. É sobre estar preparado para mudanças nas empresas.

"Não há nada racional neste livro. Ele fala de ratos em um labirinto. Na superfície, é uma burrice pensar que você possa convencer gerentes e funcionários a se prepararem para mudanças pela leitura de uma historinha assim tão tola. Mas funciona. Ela vai além de seu cérebro. Quando você a lê, você diz, 'Sim, é claro, devemos nos preparar para as mudanças.'

Eu uso isso como exemplo. Então existe o outro lado, um livro da Harvard Business School Press sobre gestão de mudanças. Ele fala ao cérebro. O autor daquele livro escreve que 75% das iniciativas de mudança fracassadas não foram bem-sucedidas porque não existia motivação para mudanças. Os funcionários não estão prontos. Eles não estão suficientemente motivados para aceitar mudanças. E é por isso que não funciona. Por isso creio que isto prova algo: Fale ao coração ao invés de falar ao cérebro.

Temos que redescobrir a arte de contar histórias, pois é uma melhor forma de comunicação. É mais eficaz. E, evidentemente, somos seduzidos por histórias." - Rolf Jensen, Director of The Copenhagen Institute for Future Studies, em entrevista a Tom Peters.

"Consideramos belo aquilo que é simples; aquilo que não possui partes supérfluas; que atende com precisão seu objetivo; que se relaciona com tudo; que é o meio de muitos extremos... É prova de alta cultura dizer as coisas mais profundas do modo mais simples" - Ralph Waldo Emerson

resenha resenhas resumo resumos livro livros crítica críticas opinião opiniões literatura literaturas comentário comentários

Comédia Corporativa
MAX GEHRINGER

Esta é uma coletânea de artigos que retratam a vida corporativa. Inclui textos inéditos e também publicados em revistas como Exame, Você S.A e Revista da Web!. Segundo o autor, o bom humor está sendo esquecido no ambiente de trabalho e é aí que o livro encontra seu lugar, como uma alternativa à abordagem clássica dos problemas do dia-a-dia. Comédia Corporativa não pretende ensinar e sim mostrar que qualquer situação tem também um outro lado, leve, divertido, folclórico, pitoresco, cínico e cáustico ou qualquer coisa que traduza a expressão “ninguém é de ferro”. Num tom sempre bem humorado, Gehringer ironiza as situações em que tudo dá errado para diretores, gerentes e funcionários das empresas. Com formação em Administração de Empresas, Max Gehringer tem longa e bem-sucedida carreira de executivo no Brasil e exterior, é articulista da Exame e palestrante.

E a gorjeta, doutor?


Respostas: 3 Pessoas comentaram. E você, qual é sua opinião?

Estou desenvolvendo um programa de treinamento para uma empresa automotiva. Adorei o que encontrei por aqui, e gostaria de saber se vocês não teriam alguma história nesta área para contar e, se possível, encenar em sala de aula.
Agradeço, desde já,
Tania

Enviado por tania guerra em 12/08/2006


Contar histórias é a mais antiga das artes.Elas são fontes maravilhosas de experiências. São meios de ampliar o horizonte da criança e de aumentar o horizonte que a cerca.
As histórias formam o gosto pela leitura. Quando a criança aprende a gostar de ouvir histórias contadas ou lidas, ela adquire o impulso inicial que mais tarde a atrairá para a leitura.

Enviado por lucimara em 22/03/2005


O tema é atual e muito verdadeiro
Não é a toa que o Homem mais importante do Universo, JESUS CRISTO usou estorias para ensinar os valores do Reino de Deus. Sabio é quem as lê e pratica.

Enviado por alvaro em 13/01/2005


Publique aqui seu Comentário. Ele ficará visível nesta página. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião do autor deste blog.

Quer falar em particular? Envie um e-mail para
contato@mariopersona.com.br

*Nome (obrigatório):

E-Mail (opcional):

Site (opcional):

Comentário

Código de segurança anti-spam:
Digite aqui em letras maiúsculas)


Leia outros textos nos
arquivos.

Gostou do CAFÉ?
Anote no guardanapo e convide alguém!

De: ....
Para:
Comentário:


*Preencha todos os campos.

Mario Persona CAFE


Subscribe Free
Add to my Page

Cardápio Profissional:

Palestra Palestra com Manteiga
Planejamento Planejamento Light
Comunicação Comunicação Quente
Redação Redação com Ovomaltine
Tradução Tradução Inglesa
Experiência Experiência ao Ponto
Imprensa Imprensa na Chapa
Contato Fale com o Garçom

After Hours: Quero Contar, True Stories, Chapter-A-Day, O Pintor em Minha Janela

Copie o endereço RSS para seu leitor de feed O que é RSS?

Livros de Mario Persona

"Ser alguém é ter uma história para contar."
Isak Dinesen

Curioso para saber quem sou? Ok, você pediu. Para poupá-lo, vou começar nos anos 70. Após a fase mauricinho, virei hippie. Isso mesmo. Compus, cantei e toquei em festivais, vivi 3 anos só de macrobiótica e vesti bata de algodão de saco de farinha. Despojamento exterior de um Gandhi, mas vivendo como a rainha da Inglaterra, PAItrocinado no conforto de um apê só meu no Guarujá e faculdade particular em Santos.

Fim dos anos 70, desenhista, designer de ambientes e cartunista, recém formado arquiteto, metido em movimentos de contracultura e volta à natureza, fui morar no mato. Comprei um sítio após uma tentativa frustrada de morar numa comunidade. Onde? Alto Paraiso, GO. Foram 3 anos cantando "Refazenda", criando carrapatos, plantando mato e comendo arroz integral com gersal.

Foi também no fim dos 70 que nasci de novo, após três anos errando à procura de um sentido para a vida em filosofias do extremo oriente. Minha procura terminou no oriente médio
e os anjos ficaram alegres.

Voltei à civilização para continuar a carreira de arquiteto. Tive escritório de arquitetura, fui vendedor de materiais de acabamento, negociador no Banco Itaú e Cia do Metrô, editor de publicações cristãs da Verdades Vivas, tradutor técnico e diretor de comunicação e marketing da Widesoft.

Dinossauro da Internet no Brasil, em 1996 criei meu primeiro site, o bilíngüe
True Stories, seguido do trilíngüe Chapter-A-Day. Trabalhando na Widesoft, criei a comunidade Widebiz e ultimamente mantenho alguns blogs, como este CAFE, o biográfico Quero Contar e o devocional O Pintor em Minha Janela.

Hoje sou
palestrante, escritor, professor e estrategista de comunicação e marketing, além de garçom aqui no Mario Persona CAFE. Para saber mais é só clicar nos docinhos do cardápio profissional lá no alto.

Descobri o ócio criativo e faço que gosto trabalhando em casa. Meus clientes nunca iam ao meu escritório — nem eu — por isso decidi assumir o modelo home-office, conectado a um atendimento profissional, empresas parceiras, ao meu filho
Lucas Persona e aos meus clientes. Adotei o modelo futuro no presente.

Ao lado de minha mesa fica a poltrona de meu filho Pedro, que passa o dia escutando música. Quem é Pedro? Esta é uma outra história que você encontra no livro
"Uma Luta pela Vida", de minha filha Lia Persona, ou acompanhando o blog Quero Contar .

Com tanta
gente lendo meus textos, visitando meu site, assistindo minhas palestras, costumo receber um bom número de e-mails de leitores. Mas nenhum foi tão enigmático quanto aquele que trazia apenas uma pergunta: "Por que você se chama Mario Persona?".

"Você é o contador de histórias de sua própria vida, e poderá ou não criar sua própria lenda."
Isabel Allende



Vida, Carreira & Negócios - PodcastOneVida, Carreira & Negócios - PodcastOne


Powered By Greymatter

Copie o endereço RSS para seu leitor de feed O que é RSS?

 

 

Home | Planejamento | Comunicação | Redação | Tradução | Palestras | Coaching | Crônicas | Experiência | Imprensa | Contato

© Mario Persona Consultoria Ltda. contato@mariopersona.com.br Tel (19) 3038-4283 / Cel (19) 9789-7939 - Limeira - SP - Brasil

moving on, marketing de gente, gestão de mudanças em tempos de oportunidades, receitas de grandes negócios, crônicas de uma internet de verão


© Mario Persona

BlogBlogs.Com.Br Who links to my website?