Mario Persona CAFE - Crônicas de vida, carreira e negócios.

"É prova de alta cultura dizer as coisas mais profundas
do modo mais simples" -
Ralph Waldo Emerson 

Mario Persona é palestrante, escritor, conferencista, consultor, tradutor, professor de comunicação e marketing.

Mario Persona é palestrante, escritor, conferencista, consultor, tradutor, professor de comunicação e marketing.

Mario Persona CAFE

Últimas - Mario Persona CAFE Arquivos - Mario Persona CAFE Receba - Mario Persona CAFE Envie - Mario Persona CAFE Contato - Mario Persona CAFE

Quer publicar estas crônicas em seu site?

[Anterior: "O que é, o que é?"] [Página Inicial] [Próximo: "Quem escrever o último apague a luz"]

25/10/2003 Bom pra quem?
por Mario Persona

Bom pra quem?

Há quem me pergunte o que é bom e o que é ruim para o cliente. O marketing começa com uma atitude de audição, ouvir o mercado. O que o mercado quer? Nem sempre ele deseja aquilo que eu gosto ou acredito.

O tráfico de drogas não é causa, mas efeito de uma demanda por drogas. Às vezes essa droga pode não ser exatamente o produto químico destruidor de neurônios, mas apenas um produto que achamos uma droga. Mas, o que fazer se o mercado está, naquele momento, pedindo por essa droga.

Todo profissional de marketing deve se colocar como um adulto no relacionamento com crianças. Não que um seja maior do que o outro ou mais inteligente, mas no sentido de que deve entender que suas necessidades e anseios são diferentes. Se eu tentar enfiar goela abaixo do mercado apenas aquilo que eu acho bom, corro o risco de acabar falando às paredes.

Então existem estágios de adoção. Os primeiros software vinham em caixas enormes, porque as pessoas estavam acostumadas a comprar coisas caras em caixas grandes. Hoje já fazem download sem caixa. Meu pai comprou um dos primeiros rádio-gravadores portáteis stéreo com som espacial da Philips. Um treco enorme que, aberto, mostrava ser apenas um grande oco. Precisava ser grande para justificar o preço, ou ninguém compraria. Quem reparou na evolução dos rádio-CD portáteis percebeu que no começo só se encontrava aparelhos grandes no mercado. O grande justificava o preço do mesmo tamanho.

Perceber isso é ouvir o mercado, interpretá-lo e, acima de tudo, respeitar suas idiossincrasias. Tudo tem o seu tempo, e o profissional de marketing deve ter paciência para aguardar o momento de apresentar o produto do jeito que gostaria, mas para o qual o mercado ainda não está preparado. E nunca estará, se o profissional de marketing estiver sempre um passo à frente em inovação e superação das expectativas das pessoas.



Spin Selling - Neil Rackham
Falo deste livro em minha crônica "Posso fazer uma pergunta?". Neil Rackham foi um dos criadores da estratégia SPIN, iniciais de Situation, Problem, Implication e Pay-Off. Resumindo, trata-se de uma estratégia de vendas em que você procura identificar a situação e os problemas de seu cliente, descobrir as implicações que eles trazem, e o benefício esperado. Para criar sua estratégia, Neil Rackham usou os dados obtidos numa pesquisa patrocinada pela IBM e Xerox, a qual revelou que, num universo de trinta e cinco mil contatos de vendas, na maioria dos que foram bem-sucedidos quem falou mais foi o cliente.

Costumo fazer referência a este livro nos treinamentos de comunicação, marketing, negociação e vendas que faço para empresas. Geralmente são vendedores, representantes e distribuidores que desejam conhecer uma melhor maneira de criar relacionamentos de longo prazo com clientes, passando a participar de seu planejamento e decisões de compra e indo além do papel de vendedor ou de consultor, mas passando a ser um verdadeiro gestor das expectativas e estratégias de seus clientes.

E a gorjeta, doutor?


Respostas: 4 Pessoas comentaram. E você, qual é sua opinião?

Caro Mário,

Sobre o texto, meu comentário não poderia ser diferente do seu. Sou consultor na área de finanças e Marketing, além de prestar consultoria e ministrar treinamentos no Sebrae-Ce e essa questão é fundamental. Ouvir o cliente, sempre, sempre e sempre. Seus anseios, necessidades e desejos se bem atendidos tornam o cliente além de fiel, parceiro do seu negócio. Digo sempre isso aonde passo. Infelizmente a mentalidade de nossos empresários ou novos empreendedores não conseguem ver isso de pronto. É preciso tomar algumas "tacadas" na cabeça para aprender.
Só acrescentando, uma boa pesquisa, mesmo que seja informal e sem grandes técnicas de estatística, já dá uma boa base para se conhecer seu cliente e descobrir tudo que ele quer.

Enviado por Jorge Torres em 08/11/2003


Meu MENTOR intelectual,

Sinto-me privilegiada em poder tomar esse cafezinho contigo. Cada gole (as vezes bem quente) rasga meu mundinho de conhecimento e introduz coisas novas.
Poderíamos, ou melhor, deveríamos sempre tirar grandes lições dos nossos relacionamentos com as crianças... elas são um parque de diversões no mundo da gestão.
Parabéns.. sempre!!!

Enviado por Debby® em 04/11/2003


Olá Mário!

Nem sempre o adulto consegue entender as crianças. Muitas vezes elas conseguem, até melhor, porque os seus pontos de vista são os mesmos.
O jogo (de palavras) das drogas ficou muito bom.
Como sempre, aprendemos sempre com suas crônicas. Muito bom.

Enviado por Élio J. B. Camargo em 30/10/2003


Como para qq bom relacionamento a chave eh "ouvir"! (( Escutar o que o cliente quer dizer, seus anseios, necessidades, desejos...))

Muito bom texto!! ((como sempre))
Parabéns!

Enviado por Becky em 27/10/2003


Publique aqui seu Comentário. Ele ficará visível nesta página. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião do autor deste blog.

Quer falar em particular? Envie um e-mail para
contato@mariopersona.com.br

*Nome (obrigatório):

E-Mail (opcional):

Site (opcional):

Comentário

Código de segurança anti-spam:
Digite aqui em letras maiúsculas)


Leia outros textos nos
arquivos.

Gostou do CAFÉ?
Anote no guardanapo e convide alguém!

De: ....
Para:
Comentário:


*Preencha todos os campos.

Mario Persona CAFE


Subscribe Free
Add to my Page

Cardápio Profissional:

Palestra Palestra com Manteiga
Planejamento Planejamento Light
Comunicação Comunicação Quente
Redação Redação com Ovomaltine
Tradução Tradução Inglesa
Experiência Experiência ao Ponto
Imprensa Imprensa na Chapa
Contato Fale com o Garçom

After Hours: Quero Contar, True Stories, Chapter-A-Day, O Pintor em Minha Janela

Copie o endereço RSS para seu leitor de feed O que é RSS?

Livros de Mario Persona

"Ser alguém é ter uma história para contar."
Isak Dinesen

Curioso para saber quem sou? Ok, você pediu. Para poupá-lo, vou começar nos anos 70. Após a fase mauricinho, virei hippie. Isso mesmo. Compus, cantei e toquei em festivais, vivi 3 anos só de macrobiótica e vesti bata de algodão de saco de farinha. Despojamento exterior de um Gandhi, mas vivendo como a rainha da Inglaterra, PAItrocinado no conforto de um apê só meu no Guarujá e faculdade particular em Santos.

Fim dos anos 70, desenhista, designer de ambientes e cartunista, recém formado arquiteto, metido em movimentos de contracultura e volta à natureza, fui morar no mato. Comprei um sítio após uma tentativa frustrada de morar numa comunidade. Onde? Alto Paraiso, GO. Foram 3 anos cantando "Refazenda", criando carrapatos, plantando mato e comendo arroz integral com gersal.

Foi também no fim dos 70 que nasci de novo, após três anos errando à procura de um sentido para a vida em filosofias do extremo oriente. Minha procura terminou no oriente médio
e os anjos ficaram alegres.

Voltei à civilização para continuar a carreira de arquiteto. Tive escritório de arquitetura, fui vendedor de materiais de acabamento, negociador no Banco Itaú e Cia do Metrô, editor de publicações cristãs da Verdades Vivas, tradutor técnico e diretor de comunicação e marketing da Widesoft.

Dinossauro da Internet no Brasil, em 1996 criei meu primeiro site, o bilíngüe
True Stories, seguido do trilíngüe Chapter-A-Day. Trabalhando na Widesoft, criei a comunidade Widebiz e ultimamente mantenho alguns blogs, como este CAFE, o biográfico Quero Contar e o devocional O Pintor em Minha Janela.

Hoje sou
palestrante, escritor, professor e estrategista de comunicação e marketing, além de garçom aqui no Mario Persona CAFE. Para saber mais é só clicar nos docinhos do cardápio profissional lá no alto.

Descobri o ócio criativo e faço que gosto trabalhando em casa. Meus clientes nunca iam ao meu escritório — nem eu — por isso decidi assumir o modelo home-office, conectado a um atendimento profissional, empresas parceiras, ao meu filho
Lucas Persona e aos meus clientes. Adotei o modelo futuro no presente.

Ao lado de minha mesa fica a poltrona de meu filho Pedro, que passa o dia escutando música. Quem é Pedro? Esta é uma outra história que você encontra no livro
"Uma Luta pela Vida", de minha filha Lia Persona, ou acompanhando o blog Quero Contar .

Com tanta
gente lendo meus textos, visitando meu site, assistindo minhas palestras, costumo receber um bom número de e-mails de leitores. Mas nenhum foi tão enigmático quanto aquele que trazia apenas uma pergunta: "Por que você se chama Mario Persona?".

"Você é o contador de histórias de sua própria vida, e poderá ou não criar sua própria lenda."
Isabel Allende



Vida, Carreira & Negócios - PodcastOneVida, Carreira & Negócios - PodcastOne


Powered By Greymatter

Copie o endereço RSS para seu leitor de feed O que é RSS?

 

 

Home | Planejamento | Comunicação | Redação | Tradução | Palestras | Coaching | Crônicas | Experiência | Imprensa | Contato

© Mario Persona Consultoria Ltda. contato@mariopersona.com.br Tel (19) 3038-4283 / Cel (19) 9789-7939 - Limeira - SP - Brasil

moving on, marketing de gente, gestão de mudanças em tempos de oportunidades, receitas de grandes negócios, crônicas de uma internet de verão


© Mario Persona

BlogBlogs.Com.Br Who links to my website?