Mario Persona CAFE - Crônicas de vida, carreira e negócios.

"É prova de alta cultura dizer as coisas mais profundas
do modo mais simples" -
Ralph Waldo Emerson 

Mario Persona é palestrante, escritor, conferencista, consultor, tradutor, professor de comunicação e marketing.

Mario Persona é palestrante, escritor, conferencista, consultor, tradutor, professor de comunicação e marketing.

Mario Persona CAFE

Últimas - Mario Persona CAFE Arquivos - Mario Persona CAFE Receba - Mario Persona CAFE Envie - Mario Persona CAFE Contato - Mario Persona CAFE

Quer publicar estas crônicas em seu site?

[Anterior: "Dormindo no futuro"] [Página Inicial] [Próximo: "Estou de mudança"]

09/08/2003 Calango Zoiudo
por Mario Persona

Calango Zoiudo

"Eu bem que relutei, me debati e cortei meus pulsos, mas não teve como, agora não posso deixar de criar meu blog. Bem no mês do cachorro louco?"

É assim que começa o blog Calango Zoiudo de meu aluno Davi de Oliveira Alves. Vítima da primeira aula de administração mercadológica (marketing) que dei para sua turma no ISCA Faculdades, Davi entrou na dança do blogger. Todos entraram.

É que logo de cara deixei bem claro que ninguém poderia fazer marketing para uma empresa se não soubesse fazer seu próprio marketing para poder estar na empresa. Antes do marketing empresarial vem o marketing pessoal, o que garante o trabalho. Daí a oportunidade de fazer do blog um meio de expressão.

Deixei claro também que no século 21 é preciso saber Internet, como no século 19 foi preciso saber ler e escrever, e no século 20 saber datilografar. Então pedi a meus alunos que criassem cada um seu blog. Todos voluntários, nenhum voluntarioso, porque sempre ajuda na nota. Ali devem publicar dois dedos de prosa do que aprendem em cada uma de minhas aulas. Felizmente ninguém perguntou: "Professor, e se não aprendermos nada?".

Mas o Davi aprendeu. Ou melhor, ele já sabia escrever naquele estilo gostoso que gosto. E nem leu receita para manjar de escrever! Isso já vai servir para seu marketing pessoal, e é para isso que quero que todos tenham um blog também. Devem ter uma janela que mostre sua competência. Por isso convido você a ir até o Calango Zoiudo (www.calangozoiudo.blogger.com.br)descobrir a impressão que um aluno teve de sua primeira aula de marketing.


E por falar em aluno, recebi um e-mail de um leitor pedindo algo para falar em seu discurso na formatura neste final de semana. Não me pergunte se o discurso será antes ou depois da banda tocar Coração de Estudante, do Milton Nascimento, ou "We are the champions", do Queens. Não sei dizer, como não sabia o que dizer a ele, mas...

...se tivesse que dizer algo, diria que você está saindo do mundo previsível do aprendizado formal para entrar no mundo imprevisível do aprendizado informal. Você precisa saber que, profissionalmente, acaba de nascer. Mas nunca acabará de crescer. E não apenas crescer, mas também mudar. É provável que descubra, ao sair da faculdade, caminhos que antes nem imaginava trilhar.

Comigo foi assim. Formado em arquitetura e urbanismo, guardei o diploma para morar três anos no mato e ensinar numa escola de povoado. Só depois voltei a ser arquiteto, o que não durou muito. Virei vendedor. Depois comprador, negociador e editor. Vinte anos se passaram até chegar à atual configuração. Escritor, palestrante, professor e consultor de comunicação e marketing.

No antigo comercial de um frigorífico na TV, quando perguntavam ao porquinho o que ele queria ser quando crescer, respondia alegremente: Salsicha! Parecia um absurdo responder com tamanha motivação, já que aquilo significava o sacrifício do porco. Mas há uma lição escondida ali.

Se você não estiver disposto a se sacrificar, jamais será alguém útil, para si, para o próximo ou para Deus. É preciso estar disposto a sacrificar continuamente o que você é, o que sabe e o que faz, antes que consiga transformar seu ser, seu saber e seu fazer em algo de valor.

Só não permita que a vida e as circunstâncias o transformem numa salsicha. Salsichas são todas iguais e vivem amarradas umas às outras. Não se prenda a nada nem a ninguém. Seja diferente, mantenha seu caráter, ouse viver assim. Mas nunca perca o seu lado infantil.

Continue sendo a criança que existe em você, que sonha, que acredita, que vê, mesmo nos momentos quando se sentirá pequeno diante dos desafios. Por esta razão, além da disposição para o sacrifício, há uma outra lição que gostaria que aprendesse com o porquinho do comercial da TV. Bem-humorado, ele sempre acreditava que podia crescer.

E a gorjeta, doutor?


Respostas: 5 Pessoas comentaram. E você, qual é sua opinião?

Frio na barriga, exatamente esta a sensação, estou me formando, e agora! Sei que amo ADM, adoro ler sobre, pensar sobre, sentir sobre, mas agora é fazer sobre.
Em que formatação, seguindo o comentário do mestre, nos transformaremos, olha aí o frio na barriga de novo...

Enviado por kenia mendonça em 14/08/2003


Nós alunos e ex-alunos, temos que sempre nos espelhar no porquinho, pois somente com luta e força de vontade, conseguiremos ser um salsicha, epa! Salsinha não, falha ténica! Temos que ser diferentes, criativos, como dizia o prof. Mário tenha um diferencial de seus concorrentes. Salsicha azul, vermelho, rosa, amarela, etc ou até salsinha de calango porque não, né !

Enviado por Alessandra em 13/08/2003


É interessante verificar como as mudanças sempre causam reações de impacto forte para as pessoas:sendo estas, Amor ou Ódio Incondicional. Assim como muitos de nós(alunos),sentimos medo do novo, quando o novo era apenas a divulgação do nosso conhecimento adquirido na aula de Marketing de uma maneira diferente, que não o tão conhecido, papel e caneta. Não foge as nossas reações perante situações novas em nosso ambiente de trabalho, quando essas nos surpreendem!
Algo para se repensar... a quebra dos paradigmas, o fim das vacas sagradas!

Enviado por Vanessa Mussato em 12/08/2003


Quando nos formamos, ficamos felizes pelo término do curso, qdo na verdade, não é o fim, mas justamente o começo, aprendizado não tem prazo e nem limite, durante a faculdade ainda temos ajuda dos mestres para nos orientar, e depois muitas coisas que precisaremos aprender, deverá ser absorvida de uma forma autodidata, e só se consegue isso estudando e lendo muito, pois como diria eu-não-sei-quem : "quem não lê, não pensa e quem não pensa, será para sempre servo dos outros", ah, e quem não pensa, vira salsichão....será que existe salsicha de calango?????

Enviado por Calango zoiudo em 11/08/2003


Arretado!!! Muito bom.

Enviado por Joelson Barros em 09/08/2003


Publique aqui seu Comentário. Ele ficará visível nesta página. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião do autor deste blog.

Quer falar em particular? Envie um e-mail para
contato@mariopersona.com.br

*Nome (obrigatório):

E-Mail (opcional):

Site (opcional):

Comentário

Código de segurança anti-spam:
Digite aqui em letras maiúsculas)


Leia outros textos nos
arquivos.

Gostou do CAFÉ?
Anote no guardanapo e convide alguém!

De: ....
Para:
Comentário:


*Preencha todos os campos.

Mario Persona CAFE


Subscribe Free
Add to my Page

Cardápio Profissional:

Palestra Palestra com Manteiga
Planejamento Planejamento Light
Comunicação Comunicação Quente
Redação Redação com Ovomaltine
Tradução Tradução Inglesa
Experiência Experiência ao Ponto
Imprensa Imprensa na Chapa
Contato Fale com o Garçom

After Hours: Quero Contar, True Stories, Chapter-A-Day, O Pintor em Minha Janela

Copie o endereço RSS para seu leitor de feed O que é RSS?

Livros de Mario Persona

"Ser alguém é ter uma história para contar."
Isak Dinesen

Curioso para saber quem sou? Ok, você pediu. Para poupá-lo, vou começar nos anos 70. Após a fase mauricinho, virei hippie. Isso mesmo. Compus, cantei e toquei em festivais, vivi 3 anos só de macrobiótica e vesti bata de algodão de saco de farinha. Despojamento exterior de um Gandhi, mas vivendo como a rainha da Inglaterra, PAItrocinado no conforto de um apê só meu no Guarujá e faculdade particular em Santos.

Fim dos anos 70, desenhista, designer de ambientes e cartunista, recém formado arquiteto, metido em movimentos de contracultura e volta à natureza, fui morar no mato. Comprei um sítio após uma tentativa frustrada de morar numa comunidade. Onde? Alto Paraiso, GO. Foram 3 anos cantando "Refazenda", criando carrapatos, plantando mato e comendo arroz integral com gersal.

Foi também no fim dos 70 que nasci de novo, após três anos errando à procura de um sentido para a vida em filosofias do extremo oriente. Minha procura terminou no oriente médio
e os anjos ficaram alegres.

Voltei à civilização para continuar a carreira de arquiteto. Tive escritório de arquitetura, fui vendedor de materiais de acabamento, negociador no Banco Itaú e Cia do Metrô, editor de publicações cristãs da Verdades Vivas, tradutor técnico e diretor de comunicação e marketing da Widesoft.

Dinossauro da Internet no Brasil, em 1996 criei meu primeiro site, o bilíngüe
True Stories, seguido do trilíngüe Chapter-A-Day. Trabalhando na Widesoft, criei a comunidade Widebiz e ultimamente mantenho alguns blogs, como este CAFE, o biográfico Quero Contar e o devocional O Pintor em Minha Janela.

Hoje sou
palestrante, escritor, professor e estrategista de comunicação e marketing, além de garçom aqui no Mario Persona CAFE. Para saber mais é só clicar nos docinhos do cardápio profissional lá no alto.

Descobri o ócio criativo e faço que gosto trabalhando em casa. Meus clientes nunca iam ao meu escritório — nem eu — por isso decidi assumir o modelo home-office, conectado a um atendimento profissional, empresas parceiras, ao meu filho
Lucas Persona e aos meus clientes. Adotei o modelo futuro no presente.

Ao lado de minha mesa fica a poltrona de meu filho Pedro, que passa o dia escutando música. Quem é Pedro? Esta é uma outra história que você encontra no livro
"Uma Luta pela Vida", de minha filha Lia Persona, ou acompanhando o blog Quero Contar .

Com tanta
gente lendo meus textos, visitando meu site, assistindo minhas palestras, costumo receber um bom número de e-mails de leitores. Mas nenhum foi tão enigmático quanto aquele que trazia apenas uma pergunta: "Por que você se chama Mario Persona?".

"Você é o contador de histórias de sua própria vida, e poderá ou não criar sua própria lenda."
Isabel Allende



Vida, Carreira & Negócios - PodcastOneVida, Carreira & Negócios - PodcastOne


Powered By Greymatter

Copie o endereço RSS para seu leitor de feed O que é RSS?

 

 

Home | Planejamento | Comunicação | Redação | Tradução | Palestras | Coaching | Crônicas | Experiência | Imprensa | Contato

© Mario Persona Consultoria Ltda. contato@mariopersona.com.br Tel (19) 3038-4283 / Cel (19) 9789-7939 - Limeira - SP - Brasil

moving on, marketing de gente, gestão de mudanças em tempos de oportunidades, receitas de grandes negócios, crônicas de uma internet de verão


© Mario Persona

BlogBlogs.Com.Br Who links to my website?