Mario Persona CAFE - Crônicas de vida, carreira e negócios.

"É prova de alta cultura dizer as coisas mais profundas
do modo mais simples" -
Ralph Waldo Emerson 

Mario Persona é palestrante, escritor, conferencista, consultor, tradutor, professor de comunicação e marketing.

Mario Persona é palestrante, escritor, conferencista, consultor, tradutor, professor de comunicação e marketing.

Mario Persona CAFE

Últimas - Mario Persona CAFE Arquivos - Mario Persona CAFE Receba - Mario Persona CAFE Envie - Mario Persona CAFE Contato - Mario Persona CAFE

Quer publicar estas crônicas em seu site?

[Anterior: "A vida numa vitrine"] [Página Inicial] [Próximo: "Ai, ai, ai-ai, Tá chegando a hora..."]

01/08/2003 Nem tudo é líquido e certo. Ainda bem.
por Mario Persona

Nem tudo é líquido e certo. Ainda bem.

Por ser arquiteto de formação (embora trabalhe como escritor, palestrante, professor e consultor de marketing), tenho uma visão crítica mais apurada quando o negócio é construção. O que me faz recordar um "causo".

Eu tinha terminado de construir uma casa, ou pelo menos pensava ter terminado. Minha filha acabara de nascer e decidimos nos mudar para lá o mais rápido possível, deixando os detalhes para acertar depois. Já ouviu aquela frase, "só falta o acabamento"? Pois é...

A primeira noite seria passada dormindo em nosso pesadíssimo e exclusivo colchão de algodão, feito sob medida, ainda em contato direto com o chão do quarto, já que não houve tempo para montar a cama.

Madrugada fria de agosto. Minha filha dormia tranqüila no carrinho, portanto não poderíamos culpá-la de ter feito tanto xixi na cama – tanto ao ponto de encharcar o colchão e os lençóis que, geladíssimos, nos acordavam.

Durante a noite uma torneira no banheiro começara a vazar, e como a primeira descoberta que geralmente se faz numa casa nova é que os ralos repelem a água – às vezes até desafiando a gravidade – você já pode imaginar o que aconteceu.

A água que vazou durante horas encontrou seu caminho para o quarto, onde geralmente não são instalados ralos que poderiam mantê-la longe dali. Se não fosse nosso fiel e vigilante colchão recheado de algodão, o quarto teria se transformado numa verdadeira piscina. Mas o algodão absorveu tudinho. Um verdadeiro mata-borrão gigante.

Como o carrinho de minha filha, onde ela dormia tranqüila, era pequeno demais para três, o jeito foi terminarmos a noite cochilando em cadeiras, até que os móveis acabassem de chegar e fossem montados.


Lembrando desse incidente que aconteceu em outro Agosto há exatos 23 anos, só posso aplaudir as pessoas que montaram a casa onde estou morando nesses cinco dias, dentro do 12º Salão de Novos Negócios promovido pela Lemos Britto. Em questão de horas – e não meses, como numa construção comum – elas criaram 26 ambientes somando 400 m2 de puro conforto e perfeitamente habitáveis.


Para você ter uma idéia do que foi feito aqui em 200 horas, veja os números de outro edifício, muito mais complexo, que é o Prédio Inteligente: 3.500 m2 de área, consumindo 80 toneladas de aço, 225 toneladas de cimento, três geradores com 600 kva de energia, 1.200 m de tubulações hidráulicas e hidrelétricas, 300 m2 de jardinagem, 3.500 m2 de piso de cerâmica, emborrachado e fórmica, 800 m de vidro, 8.000 m2 de cabeamento, tudo coberto com 3.600 m2 de “dry wall” e tinta. Tudo isso chegou em 60 carretas e envolveu dezenas de pessoas trabalhando a toque de caixa.


A casa onde estou hospedado não se trata de cenário ou estande. Tirando o teto transparente (antes que você pergunte, nos banheiros o teto é fechado), o conforto é o mesmo que você encontra num hotel dos bons. E a decoração é até melhor. Você construiria banheiros revestidos em mármore em poucas horas? Nem eu. Aqui construíram.


Assim que entrei aqui, a imagem que mais me sensibilizou foi a de uma das decoradoras. Vestida num macacão verde vivo multicor, estava coberta com manchas de tinta, gesso e poeiras diversas da cabeça aos tênis dos pés. Seus olhos vítreos, emoldurados por olheiras, fixavam o vazio. A princípio achei que fosse uma escultura, parte da decoração. Sabe como é, com tanto arquiteto-cabeça pondo o dedo aqui, sempre somos surpreendidos por alguma inovação. Mas aí ela se moveu.

Prostrada ali, ela era um verdadeiro ícone do esgotamento – a imagem da atleta que cai prostrada após bater um recorde. Percebi que não estava entrando numa casa comum. O ponteiro de meu detector de valor bateu na nota máxima.



Como em uma construção nova nem tudo é líquido e certo, é claro que alguns ajustes precisaram ser feitos nas primeiras horas de nossa chegada, coisas como configuração da rede, problemas em algum micro ou software – todos nós sabemos que mesmo o "plug and play" na hora "H" resolve virar "plug and pray" ou muita gente querendo acessar simultaneamente as webcams (as câmeras que nos observam e transmitem pela Internet).


Ou na colagem de algum topete mais rebelde de carpete, ou nos acertos da água quente – é, gente, tem aquecedor central com purificação da água – ou do ar condicionado – é, gente, também tem ar, máquinas de café, bebidas e guloseimas, fechaduras eletrônicas, interruptores inteligentes, etc., etc. e principalmente etc.

Mas nenhum dos pequenos percalços e ajustes teve grande impacto em meu conforto. Tenho dormido como uma criança. E acordo perfeitamente seco.

Agradecimentos: Esta não é uma propaganda (não ganho para fazer isto), mas um agradecimento às empresas e pessoas que criaram a suíte onde estou hospedado e fizeram o possível e o impossível para que eu tivesse todo o conforto. Infelizmente não tenho o endereço web dessas empresas, ou teria incluído um link. É claro que aquelas que ainda não têm um website sempre podem descobrir que sou especialista em comunicação e marketing na Internet (eh! eh!):

. Projeto / Decoração - Paula Rolim, Viviana Monari e Adriana Neves
. Colocação de piso e luminárias - Alvacom Const. e Com.
. Cortinas, colcha e tapeçarias - Arte Markante Interiores
. Acessórios de banheiro e ferragens - Creare
. Arandelas - Decor Light Iluminação
. Mesa de trabalho - Espaço Exclusivo
. Metais Sanitários - Glorimar Ind. Metalúrgica
. Móveis e objetos asiáticos - Indoásia Móveis
. Spots - Interlight Sistemas de Iluminação
. Espelho - Jurandir Comércio de Vidros
. Piso laminado - Lamett
. Colchão - Le Martan
. Revestimento, cuba e bancada banheiro - Melgram Mármores e Granitos
. Monitoramento domiciliar - HS AlôHelp

Tudo está excelente, mas a menção honrosa vai para os móveis que me suportaram por mais tempo: uma cama lindíssima, um colchão onde durmo como pedra e uma poltrona (me atrevo a chamá-la de cadeira) de trabalho aprovada por minhas costas.

E a gorjeta, doutor?


Respostas: 4 Pessoas comentaram. E você, qual é sua opinião?

Aproveito esta oportunidade para parabeniza-lo em relação aos agradecimentos.
Fico contente que tenha gostado dos materiais fornecidos.

Sergio
Creare Banheiros e Design
55-3501-8438

Enviado por Sergio M Pereira em 08/11/2004


Olá Mário, espero que tenha tido uma boa estada nesta casa funcional.
Apreciei muito sua delicadeza ao me descrever, foi bem generoso, pois eu era um verdadeiro trapo verde prestes a se desmanchar...
O ´"elan" do mundo da decoração tem passagens incríveis, não é?
Ao fim e ao cabo sobreviveram todos!
Abraços,
Sueli Silva

Enviado por Sueli Silva em 02/08/2003


Mário, adorei sua história, sobre a "decoradora de verde" é minha amiga Sueli, eu estava de camisa e calça jeans, inteira também de tinta. Foi muito cansativo, mais o resultado compensa.
Gostei bastante.
Mais tarde nos falamos.
Beijo
Um grande abraço.
(meu projeto é a suite 02)

Enviado por Lúcia Goulart em 02/08/2003


Uma casa grande assim, linda assim, feita tão rápido assim e... O que dá problema nela? Programas de computador, sempre eles! Urg...
Parabéns para os "escultores" a casa é lindíssima sendo vista assim, de longe, imagine ao vivo...Imagine aí dentro! Ai, fiquei com uma pontinha de inveja de vocês...

Enviado por Jacqueline em 01/08/2003


Publique aqui seu Comentário. Ele ficará visível nesta página. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião do autor deste blog.

Quer falar em particular? Envie um e-mail para
contato@mariopersona.com.br

*Nome (obrigatório):

E-Mail (opcional):

Site (opcional):

Comentário

Código de segurança anti-spam:
Digite aqui em letras maiúsculas)


Leia outros textos nos
arquivos.

Gostou do CAFÉ?
Anote no guardanapo e convide alguém!

De: ....
Para:
Comentário:


*Preencha todos os campos.

Mario Persona CAFE


Subscribe Free
Add to my Page

Cardápio Profissional:

Palestra Palestra com Manteiga
Planejamento Planejamento Light
Comunicação Comunicação Quente
Redação Redação com Ovomaltine
Tradução Tradução Inglesa
Experiência Experiência ao Ponto
Imprensa Imprensa na Chapa
Contato Fale com o Garçom

After Hours: Quero Contar, True Stories, Chapter-A-Day, O Pintor em Minha Janela

Copie o endereço RSS para seu leitor de feed O que é RSS?

Livros de Mario Persona

"Ser alguém é ter uma história para contar."
Isak Dinesen

Curioso para saber quem sou? Ok, você pediu. Para poupá-lo, vou começar nos anos 70. Após a fase mauricinho, virei hippie. Isso mesmo. Compus, cantei e toquei em festivais, vivi 3 anos só de macrobiótica e vesti bata de algodão de saco de farinha. Despojamento exterior de um Gandhi, mas vivendo como a rainha da Inglaterra, PAItrocinado no conforto de um apê só meu no Guarujá e faculdade particular em Santos.

Fim dos anos 70, desenhista, designer de ambientes e cartunista, recém formado arquiteto, metido em movimentos de contracultura e volta à natureza, fui morar no mato. Comprei um sítio após uma tentativa frustrada de morar numa comunidade. Onde? Alto Paraiso, GO. Foram 3 anos cantando "Refazenda", criando carrapatos, plantando mato e comendo arroz integral com gersal.

Foi também no fim dos 70 que nasci de novo, após três anos errando à procura de um sentido para a vida em filosofias do extremo oriente. Minha procura terminou no oriente médio
e os anjos ficaram alegres.

Voltei à civilização para continuar a carreira de arquiteto. Tive escritório de arquitetura, fui vendedor de materiais de acabamento, negociador no Banco Itaú e Cia do Metrô, editor de publicações cristãs da Verdades Vivas, tradutor técnico e diretor de comunicação e marketing da Widesoft.

Dinossauro da Internet no Brasil, em 1996 criei meu primeiro site, o bilíngüe
True Stories, seguido do trilíngüe Chapter-A-Day. Trabalhando na Widesoft, criei a comunidade Widebiz e ultimamente mantenho alguns blogs, como este CAFE, o biográfico Quero Contar e o devocional O Pintor em Minha Janela.

Hoje sou
palestrante, escritor, professor e estrategista de comunicação e marketing, além de garçom aqui no Mario Persona CAFE. Para saber mais é só clicar nos docinhos do cardápio profissional lá no alto.

Descobri o ócio criativo e faço que gosto trabalhando em casa. Meus clientes nunca iam ao meu escritório — nem eu — por isso decidi assumir o modelo home-office, conectado a um atendimento profissional, empresas parceiras, ao meu filho
Lucas Persona e aos meus clientes. Adotei o modelo futuro no presente.

Ao lado de minha mesa fica a poltrona de meu filho Pedro, que passa o dia escutando música. Quem é Pedro? Esta é uma outra história que você encontra no livro
"Uma Luta pela Vida", de minha filha Lia Persona, ou acompanhando o blog Quero Contar .

Com tanta
gente lendo meus textos, visitando meu site, assistindo minhas palestras, costumo receber um bom número de e-mails de leitores. Mas nenhum foi tão enigmático quanto aquele que trazia apenas uma pergunta: "Por que você se chama Mario Persona?".

"Você é o contador de histórias de sua própria vida, e poderá ou não criar sua própria lenda."
Isabel Allende



Vida, Carreira & Negócios - PodcastOneVida, Carreira & Negócios - PodcastOne


Powered By Greymatter

Copie o endereço RSS para seu leitor de feed O que é RSS?

 

 

Home | Planejamento | Comunicação | Redação | Tradução | Palestras | Coaching | Crônicas | Experiência | Imprensa | Contato

© Mario Persona Consultoria Ltda. contato@mariopersona.com.br Tel (19) 3038-4283 / Cel (19) 9789-7939 - Limeira - SP - Brasil

moving on, marketing de gente, gestão de mudanças em tempos de oportunidades, receitas de grandes negócios, crônicas de uma internet de verão


© Mario Persona

BlogBlogs.Com.Br Who links to my website?